Detalhes dos trajes típicos Trentinos 

 Quando vemos uma festa típica, os trajes trazem um diferencial, contando histórias, memórias e transmitindo a sua cultura de um povo em forma de roupa, sendo vestida e festejada por quem adora esse universo.Na semana passada falei um pouco da história dos trajes típicos Trentinos, hoje vou detalhar os trajes entre as vestimentas masculinas e femininas.

O traje tirolês MASCULINO é formado pelas braghe de coram (“calças de couro” em dialeto trentino), que é a mesma Lederhose usada no Sul da Alemanha e Áustria.
Esse tipo de vestimenta é típico não somente do Tirol Histórico, mas também da região da Baviera, na Alemanha, onde acontece à famosa Oktoberfest. No resto da Alemanha, porém, a calça de couro não é usada. Trata-se de um traje típico dos Alpes, com seus suspensórios típicos (spalazi em dialeto trentino).

Originalmente, as calças de couro eram usadas para o trabalho e para caçadas, sendo por esse motivo relativamente curtas, acima do joelho. Em conjunto com as calças, utilizavam-se os característicos suspensórios de couro, que poderiam ser em forma de H ou em forma de V invertido. Nos dias de festa, junto com as calças de couro os homens utilizavam meias de lã até o joelho e um colete de linho, veludo ou seda por cima de uma camisa branca de linho. No pescoço um lenço colorido e para completar o traje um bom chapéu.

O traje FEMININO também variava de vale para vale, mantendo características comuns a toda a área alpina tirolesa. A roupa de trabalho das mulheres normalmente consistia num vestido simples com um corpete (corpèt em dialeto trentino) fechado na frente por uma fila vertical de botões e uma longa saia até os joelhos, com um avental por cima.
Os vestidos de festa, baseados nesse traje, eram feitos com um corpete justo, que no lugar dos botões era ricamente decorado com fitas trabalhadas e outros adornos.

O corpèt utilizava tecidos mais nobres como a seda ou o veludo e era feito em cores mais vivas, como o verde, o vermelho, o amarelo e o azul. A saia, que descia até os tornozelos, em geral era de pano simples e de cores escuras, como o preto ou azul-escuro. Por baixo do corpete, a camisa branca de linho normalmente tinha a gola e as mangas ricamente trabalhadas.

Completando o traje, utilizava-se um xale sobre os ombros, amarrado na frente ou nas laterais do vestido.

O uso de chapéus era muito comum também entre as mulheres, sendo que os modelos eram os mesmos utilizados pelos homens. Caso não utilizassem o chapéu, as mulheres enfeitavam os cabelos com tranças e fitas coloridas.

E ai me conte, você como eu imaginou cada detalhe das roupas? já está querendo um traje típico?

Nossa ideia é proporcionar á nossa comunidade Trentina di Curitiba, um toque de experiência dessa origem e descendência tão rica .

E fique atento, que teremos muitas novidades nesse ano

Post Relacionados

Deixe um comentário