Trajes típicos: Sua história

O uso e difusão de trajes típicos em iniciou-se após o centenário da imigração, nos anos 70, quando começaram os primeiros contatos com a Província Autônoma de Trento.

As roupas camponesas da região do Tirol datam a sua maioria, do final do século 18 e início do século 19, após a reforma do Landesordnung (ordenamento territorial), pois a região de Trento pertenceu ao Império Austríaco de 1363 até 1918. Até essa reforma, os camponeses eram proibidos de utilizar, nas suas vestimentas, tecidos considerados “de luxo”, como a seda e o veludo, devendo restringir-se a tecidos feitos em casa.

Com o fim dessa proibição levou ao surgimento de grande variedade de vestiário festivo da população rural. No caso da região tirolesa, cada vale tinha seu modo particular de vestir, com características comuns entre todos.

Com a emigração, muitos camponeses vieram com as suas famílias para o Brasil, em especial na região de São Paulo e Sul do país. Em sua bagagem trouxeram memórias desses trajes típicos, muitos sendo confeccionados aqui, reproduzindo a história e cultura da região. Que hoje vemos representadas nas festas típicas trentinas.

Na próxima semana nossa postagem será sobre os detalhes dos trajes masculinos e femininos. Para você que adora moda, história ou simplesmente é curioso pelo assunto, não perca nosso post de terça.

Espero Você!

Post Relacionados

Deixe um comentário