Máfia da cidadania italiana está ativa em Curitiba

Com o apoio da ex-deputada do parlamento Italiano para a América do Sul Renata Bueno foi entregue na semana passada, em Roma, mais uma série de denúncias contra um grupo de pessoas que estariam fraudando processos de cidadania italiana. As novas informações podem servir para que os italianos ampliem as investigações contra envolvidos nos esquemas, que estão sendo desvendados desde 2018.

Em fevereiro do ano passado, 1.188 brasileiros, que supostamente deveriam morar em Ospedaletto Lodigiano, tiveram suas cidadanias canceladas após uma operação do Ministério Público Italiano. A cidade tem apenas 1,5 mil habitantes. Já neste ano, em março, sete brasileiros foram presos na operação “Super Santos”, na província de Verbano Cusio Ossola. Cerca de 800 cidadanias de brasileiros foram canceladas e na semana passada uma operação realizou busca e apreensão prefeitura de Lauriano.

Desde 2013 já havia denúncias, diz a ex-deputada Renata…

Continue lendo na fonte original

Deixe um comentário