Ex-marido acusado de matar universitária a facadas vai a júri popular nesta segunda-feira

O mecânico Ênio Ivan Bertoncelo, de 34 anos, acusado e assassinar a facadas a ex-mulher Mahara D’Ávila Scremin, vai a júri popular nesta segunda-feira (15). O julgamento começa às 9h no Tribunal do Júri em Curitiba. A estudante de direito, de 23 anos, morreu na noite de 31 de julho de 2017.

Ênio é acusado de homicídio qualificado por meio cruel, motivo torpe e feminicídio, além de fraude processual. De acordo com as investigações, após assassinar Mahara com golpes de faca no pescoço, o ex-marido ainda tentou incendiar a casa da vítima.

De acordo com o advogado da família de Mahara, Adriano Colle, a jovem foi assassinada pelo ex-marido por não concordar em reatar a relação. O crime aconteceu após Ênio perceber que Mahara iniciava outro relacionamento amoroso. “Esse foi o estopim para Ênio dar início a sua trama. Ao descobrir que Mahara estava…

Continue lendo na fonte original

Deixe um comentário