Marcha pede legalização da maconha em Maringá

Cerca de 500 pessoas se participaram neste sábado (25) da 2ª Marcha da Maconha em Maringá, no norte do Paraná. De acordo com Coletivo Antiproibicionista, organizador do evento, o objetivo é pedir o fim da descriminalização do uso da cannabis sativa para fins medicinais e recreativos.

O coletivo entende que o primeiro passo para liberação das drogas no país seria começar pela liberação da maconha, que é a droga mais vendida. Famílias de crianças de pacientes que fazem o uso do extrato de cannabis no tratamento de doenças neurológicas também apoiaram o evento.

Mesmo com a solicitação das autoridades para que não se consumisse a droga, alguns jovens fizeram uso de maconha durante o ato.

Segundo a Polícia Militar o evento terminou sem incidentes.

Continue lendo na fonte original

Deixe um comentário