Mais Médicos ainda tem mais de 1.400 vagas abertas após duas rodadas de seleção

Cerca de dois meses após o anúncio da saída dos médicos cubanos do Mais Médicos e após duas rodadas de seleção de profissionais, ao menos 1.462 vagas no programa federal ainda não foram preenchidas.

Os dados são de novo balanço do Ministério da Saúde, divulgado no início da tarde desta sexta-feira (11). Segundo a pasta, de 8.517 vagas ofertadas após o anúncio da saída dos médicos cubanos do programa, 17% ainda não tiveram médicos interessados ou foram alvo de desistências.

O fim da participação de Cuba no Mais Médicos ocorreu em 14 de novembro. A decisão foi atribuída a críticas do então presidente eleito, Jair Bolsonaro, sobre a qualidade de formação dos médicos estrangeiros e a ausência da exigência de revalidação do diploma para atuarem no Brasil.

Desde então, o governo tem enfrentado dificuldades para preencher as vagas abertas com a saída dos profissionais, situação que já levou o governo a lançar ao menos duas…

Continue lendo na fonte original

Deixe um comentário