Prefeitura de Curitiba quer extinguir função de cobrador de ônibus. Sindicato ameaça greve

Começou a tramitar na Câmara Municipal de Curitiba projeto da Prefeitura Municipal de Curitiba que altera a lei municipal que exige cobradores nas estações-tubo, terminais de transporte e no interior dos ônibus que circulam em Curitiba. Pela proposta, a prefeitura pretende que o pagamento de passagens no transporte público da capital seja feito exclusivamente de forma eletrônica – com o cartão transporte.

“Fica autorizada a implementação exclusiva do Sistema de Bilhetagem Eletrônica do Município por meio da utilização dos cartões transporte nos pontos de acesso aos serviços de transporte coletivo de Curitiba”, diz a nova redação da lei que regulamenta o serviço proposta pelo Executivo. Na justificativa, assinada pelo prefeito Rafael Greca, é dito que a alteração é para “trazer maior agilidade ao transporte público”.

“O transporte coletivo é alvo de constantes assaltos, em que pese todos os esforços empregados pela…

Continue lendo na fonte original

Deixe um comentário