Centrais sindicais organizam ato único em apoio a Lula no Dia do Trabalhador

Os representantes de sete sindicatos nacionais estão reunidos em Curitiba, nesta quarta-feira (18) para organizar um ato unitário no dia 1º de maio. Os organizadores vão pedir a libertação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a revogação das reformas sancionadas pelo presidente Michel Temer.

Será a primeira vez que os movimentos sindicais se unem para um ato no Dia do Trabalhador.

“Na história moderna é a primeira vez que as centrais sindicais farão um 1º de maio unificado e em Curitiba, por conta da simbologia da prisão do ex-presidente Lula. Nós entendemos que Lula foi, como presidente da República, o que negociou o reconhecimento das centrais sindicais e uma política consistente de salário mínimo”, afirma o secretário-geral da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB) Wagner Gomes. “Vamos defender o direito de Lula ser livre e candidato porque a vida do trabalhador era muito melhor quando era livre e…

Continue lendo na fonte original

Deixe um comentário