Brasil: 26/04/2017 22:27  Itália: 27/04/2017 03:27
Escolha o circulo trentino do seu Estado
Circolo Trentino

Mural de Recados

Deixe sua mensagem!

Olá a todos. Gostaria de saber mais sobre a família Sardagna de Trento. Se alguém tiver informações ficaria grato se pudesse compartilhar.
Osmir Luiz Sardagna Junior, , 27 anos, de Joinville

Olá, Bom dia! Sou Alberto Perini Neto de Lavras, gostaria de saber mais sobre meus parentes de Trento que não conheço. Grande abraço a todos.
Alberto Perini Neto, Professor 2 grau, 33 anos, de Lavras

I ENCONTRO DA FAMILIA DELLAI DIA 06/10/2013 EM SILVEIRA MARTINS-BOA VISTA DO SUL-RS CONTATOS: e.mail:denise@redesul.com.br CONVIDAMOS A TODOS OS FAMILIARES DIRETOS OU INDIRETOS ATE LA!!!!
francisco dellai, REPR.COML, 2017 anos, de ARARAS

Procuro informacoes sobre a familia Comper agradeço a ajuda
Ederson Comper, Comerciante, 29 anos, de Lebon Regis

NOME DO MEU AVO ANTONIO DALPRAT AVO´EMILIA LOTTER DALPRAT SAO DE TRENTO,GOSTARIA DE SABER DA FAMILIA ATUALMENTE
SONIA MARIA DALPRAT DE HELD, PSICOLOGA, 72 anos, de VINHEDO

Aqui em Alfredo Chaves (ES) existe uma grande família Zanetti, embora o sobrenome, principalmente o registo, "Zaneti" não ficou grafado com dois tes.
Ruzerte de Paula Gaigher, proprietário rural, 60 anos, de

Ola! posso te ajudar ? sou da família Pizzini , que veio de Trento . Não sei muito da minha familia você poderia me ajudar tbm ?
Giovanna Pizzini Zonta, estudante, 2017 anos, de Sorocaba

buonasera,sono il nipote diGIAMPIETRO CARRARO E WANDA,mi trovo oggi a porto allegre,con stupore vedo che lei cerca informazioni sul mio caro nonno,se desidera sarei lieto di essere contattato,Paolo F.D.
paolo ferramosca domeniconi, imprenditore, 43 anos, de cittadella

Olá Nayara como vai? Espero que bem! Gostaria de conversar sobre sua experiência, pode ser? Meu email maryneres@gmail.com, Agradeço muito se me retornar.
MARI, ADM, 2017 anos, de SAO PAULO

Ola Nayara, eu tbém sou descendente de trentinos, gostaria de saber por gentileza se os seus 9 anos de espera foram contados a partir do ano de entrada do processo junto ao circolo ou a partir do ano de recepção do processo em Roma. Pela resposta meu muito obrigado.
Joao Stephano, autonomo, 46 anos, de Londrina

Amanda peliciolli cantora e instrumentista canta em italiano e tambem mpb sem duvida um show para o evento em jantares italianos pois se trata de uma joven de 16 anos com um talento estraudinario -amanda peliciolli no you tube
AMANDA PELICIOLLI, cantora, 19 anos, de LUZERNA S/C

Olá Paulo, Sou descendente de Marchi por parte de mãe. Meus avós e bisavós eram de Rio do Sul, sei que os imigrantes vieram de Cremona, região de Lombardia. Quem sabe somos parentes... Bom, mais informações: danielarini@hotmail.com
Daniela Campestrini, Promotora de Eventos, 33 anos, de Joinville

Andressa, as irmãs de meu avo Orsola Anesi casou com Alessio e Maria Lucia com Francisco Frainer, ambos irmãos. Serias descendente de um deles? estou escrevendo a vida do pai delas, que são 9 irmãos e tenho poucas informações da descendência dos Frainer. aguardo suas noticias. Obrigado.
DANIL JOÃO ANESI, aposentado, 73 anos, de Blumenau

Ola Sou descendente dos Girardi e Stolf. Tenho alguns dados e podemos conversar. E-mail sagirardi @yahoo.com.br
Sandra Girardi, psicologa, 2017 anos, de Blumenau

meu deu entra nas papelada em 2005 e até agora nada.gostaria de noticias (FAMÍLIA PETRI)
Rubia zani petri, contadora, 2017 anos, de VILA VELHA

Olá, eu consegui descobri que a orgiem do sobrenome Bellincanta é de Cavaso del Tomba, Província de Treviso, Itália. Descobri também meu parentesco até meu penta-avô, Luigi Bellincanta. Como faço para descobrir todos meus antepassados, sendo que A família Bellincanta existe desde o ano de 1300. Como faço para iniciar o pedido de cidadenia italiana? Obrigado.
Filipe Bellincanta de Souza, Servidor público, 24 anos, de Balneário Camboriú

Familia COMPER de Tancredo/Itaçu municipio de Itaguaçu recebeu PASSAPORTE ITALIANO pelo Consulado Geral do Rio de Janeiro e agradece todo o apoio dado pelo Circulo Trentino de Santa Tereza onde são filiados. Segue Grande Abraço da Família, Fernanda Comper.
FERNANDA COMPER CAETANO, FONOAUDIOLOGA, 42 anos, de VILA VELHA

OLÁ!DEI ENTRADA NO MEU PEDIDO DE CIDADANIA NO CONSULADO DO RIO ,MAS EM RELAÇÃO AO ANDAMENTO DO PROCESSO ELES NÃO DÃO NENHUMA ASSISTÊNCIA,UM PARENTE MEU TEVE O PEDIDO DEFERIDO NO FIM DO ANO PASSADO,A PRÁTICA É T10/66201 ,DANTE CAUSA FELLER SIMONE GIOVANNI BATTISTA,COMO FAÇO PARA OBTER INFORMAÇÕES JÁ Q MEU PARENTE JÁ CONSEGUIU A CIDADANIA.T+ E OBRIGADO!
THIAGO FELIX, estudante, 32 anos, de boa esperança

APÓS 9 ANOS DE ESPERA E MUITA ANSIEDADE EIS QUE ACABO DE SABER QUE SOU OFICIALMENTE UMA CIDADÃ ITALIANA.MINHA CIDADANIA SAIU PESSOAL,ACREDITEM QUE A HORA DE VCS IRÁ CHEGAR!MUITO FELIZ!
Nayara Gaigher, , 30 anos, de Belo Horizonte

Moro na Italia e conheço varias pessoas da familia Loss, se puder ajudar...
Luciana, , 2017 anos, de

Boa noite Cleunice Embora não tenha informações sobre a família que buscas informações . Gostaria de saber se poderias me ajudar , com dados possíveis da família Uller, Ficarei muito agradecida. Att. Lucimar Alcides Uller
lucimar Alcide Uller, Corretora de Imóveis, -40 anos, de Balneário Piçarras

Voce so pagará consulta de procurar ajuda especializada. Todas as informacoes que voce encontro no seite do Circulo Trentino quanto nos consulados sao gratuitas, porem o consulado dificilmente ira ajudar voce a encontrar os documentos, Quanto às traducoes, so podem serem realizadas pelos tratudores indicados pelo consulado, e somente eles. A Negativa de naturalizacao agora é online, diretamente na pagina do ministerio da justica. Um abraço renato machado
Renato Machado, Aposentado, 51 anos, de Rio do Sul

Significa que se voce nao for ao consulado exigir o seu passaporte dificilmente eles irao te enviar uma correspondencia dizendo voce ja é italiano. Sei porque uma amiga minha nao sabia que a mais de um ano ja havia recebido a cidadania porque eles se "esqueceram" de enviar o comunicado. Nao se esqueceram nada, nao mandam o aviso simplesmente. Mas se nao quizer se encomodar, tente falar com o representante consular Campestrini, em Blumenau, (dono da loja Vivenda)
Renato Machado, Aposentado, 51 anos, de Rio do Sul

A familia MARCHI que imigrou para a Santa Catarina é originaria de Cremona, Lombardia, Eu tenho a certidao de nascimento orinal de ANTONIO MARCHI. Seus descendentes moram em Rio do Sul,SC a grande maioria na Valada Itoupava e é uma familia bem numerosa.
Renato Machado, Aposentado, 51 anos, de Rio do Sul

Se voce nara ao consegue agendar para a renovacao do seu passaporte italiano voce pode tentar pedir ajuda a um patronato ou a um representante consular da sua regiao...Tente agendar apos a meia noite pois o sistema fecha rapidamente.
Renato Machado, Aposentado, 51 anos, de Rio do Sul

entrei com o pedido de cidadania no ano de 2005, ate agora nada,,parou em abril de 2008,, porque?
germano campregher, barbeiro, 2017 anos, de

Familia Marchi, tem em Rio do SUl (SC) e Rodeio(SC). No livro de Renzo Grosselli sobre a vinda dos italianos constam no final listas com os primeiros que vieeram e onde se fixaram. No Arquivo de Blumenau podes pesquisar no site deles nas fichas onomasticas. No Arquivo Público do Estado de SC existem dados sobre aquisição de terras em todo estado. A primeira esposa de meu avô era Marchi. Maria, prima de minha avó. Sou natural de Rio do Sul e se quiseres posso conseguir telefone ou e-mail de alguem da familia que saiba de mais dados.
Silvia Regina Toassi Kita, Historiadora, 2017 anos, de Jaraguá do Sul

meu passaporte venceu,estou tentando a mais de 1 mes, agendar e nao consigo,tenho viagem marcada para agosto, o que fazer
sonia maria bergamo, , 2017 anos, de Londrina

Olá, minha família (Marchi) é de Santa Catarina, bem próximos de Nova Trento. Notei que existem processos de obtenção de cidadania para ancestrais que podem ser os mesmos que os meus (Luigi Domenico e Prospero). Mesmo com as novas solicitações de cidadania encerradas gostaria de obter mais informações, se alguém se dispuser a ajudar. Muito obrigado!
Paulo Marchi, Engenheiro, 37 anos, de São Paulo

Olá! Estou procurando parentes de minha bisavó, Buona Carminatti, de Trentino que se casou com Angelo Groff, se estabeleceram em Porto Alegre e tiveram um filho de nome Quinto Eugênio Groff, meu avô por parte de Pai. Quem souber algo sobre meus bisavós, favor entrar em contato com paula@institutogroff.com.br
Paula Groff, empresária/professora inglês, 2017 anos, de Armação dos Búzios

Os 1os imigrantes de vigolo vattaro desembarcaram no porto de Vitoria,ES mas os que vieram 1875 desembarcaram em Itajai,SC com destino a colonia principe dom pedro em Brusque, de onde surgiu as comunidades de nova trento. Entre as familias estavam os Visentainer, Moratelli, Dallabrida...A revista Insime, do Trento por ocasiao da canonizacao da Madre Paulinea fez uma edicao especial com a lista das familias vindas de vigolo vattaro
Renato Noveletto, pensionista, 51 anos, de Rio do Sul

OLÁ TIAGO. ACREDITO QUE ESTÁS PROCURANDO NOTÍCIAS, FATOS E HISTÓRIAS DE NOSSOS ANTEPASSADOS. TENHO MUITO A CONTRIBUIR. ESTOU TENTANDO DESCOBRIR ALGUMAS COISAS AINDA. GRANDE PARTE DA HISTÓRIA DA FAMÍLIA BRIDAROLLI TENHO RESGATADA. MEU BISAVÔ AGOSTINO BRIDAROLLI VEIO COM SEUS PAIS DOMENICO E DOMENICA DA ITÁLIA. SOMOS DESCENDENTES DE ITALIANOS VINDOS DE TRENTO E DE UMA LOCALIDADE CHAMADA DE CAVEDINE. TAMBÉM ESTOU TENTANDO SABER RESPOSTAS DO CONSULADO DE CURITIBA PARA SABER SE FOI DEFERIDO O PROCESSO DE CIDADANIA ITALIANA A QUAL EU E MEU PAI E MEU FILHO REQUEREMOS EM 2005 EM BLUMENAU. LÁ FIZEMOS O JURAMENTO. CASO TENHAS NOVIDADES SOBRE ISSO, CONTATE ME. SERGIO
SERGIO ODAIR BRIDAROLLI, PROFESSOR, 40 anos, de TAIÓ

Olá, Andressa. Tudo bem? Você, por acaso, é descendente de Christoforo Moser? Obrigado. Um abraço, Vitor.
Vitor Mozer, Web Developer, 31 anos, de Indaiatuba

Oi Valmor, também sou Bona só que do Piauí e não consegui saber muita coisa dos meus antepassados, será que você pode me ajudar em alguma coisa? A minha história é a seguinte: Emigraram da Itália dois irmãos que me parece desembarcaram no RS um deles ficou no Paraná e outro foi para o Piauí, será que você tem alguma informação parecida?
Marly Lacerda Bona, Funcioária da Receita Federal do, 65 anos, de Brasília

Boa tarde, eu tambem estou a procura de Carnieis qual quer novidade me avise.
Edit Carniel Motter, Dolar, 81 anos, de Blumenau

Olá, gostaria de saber, do que se trata o exame de candidatura para o intercâmbio cultural? Obrigada
Camila Plaster, , 29 anos, de Mogi das Cruzes

eu marionete ferrari desejo saber sobre o cadastro de meus filhos gera ldo carlos de oliveira nas 23-02-1964..e mario sergio de oliveira nas 21-06-1968
marionete ferrari, do lar, 75 anos, de

OLA SELANADA DE TODO O BRASIL QUERO NOTICIAS DE TODOS-ABRAÇOS LEO
LEONARDO SELANO, FUNC.PUBLICO, 65 anos, de

Saudações, Gostaria de saber informações sobre o processo TN1466 - Carlo Poffo, a princípio o mesmo está na etapa "Lançamento no livro consular (marcado)", quais seriam as próximas etapas? Ainda vai demorar muito para a declaração de dupla cidadania? Obrigado.
Marcos , Gestor da Qualidade, 2017 anos, de Indaial

sou parente do Jesse Andres gostaria de entrar em contato com ele
marina kobrem da silva, professora, 58 anos, de São Paulo

Jhesse Andres, sou sobrinha da avó Maria casada com Arlindo gostaria muito de conhecer você e sua família, espero que você entre em contato assim poderemos nos conhecer e manter contatos, minha mãe tem muita vontade de encontrar vocês . Aguardo um contato.
marina kobrem da silva, professora, 58 anos, de São Paulo

Jhesse Andres sou sua prima por parte do Vó Antonio pai da tia Maria sua vó, gostaria muito de poder te conhecer e também encontrar a todos para podemos conversar.
marina kobrem da silva, professora, 58 anos, de São Paulo

Olá Jhesse, sou prima de seu pai! Gostaria muito de ter informações sobre vcs! Minha mãe Olimpia é irmã de sua avó Maria, por favor perdemos o contato e minha mãe esta depressiva, gostariamos muito de receber noticias de vcs. Aguardo anciosa.
Marta Kobrem, educadora, 45 anos, de mogi das Cruzes

Marcos, vc pode pesquisar todos que viviam no Trento a partir de 1815, basta fazer o registro. boa sorte no site abaixo. http://www.natitrentino.mondotrentino.net/portal/server.pt/community/indice_nati_in_trentino_-_portoghese/841/nati_in_trentino/23810
San, Professora, 2017 anos, de Salto

Boa Noite! vc conseguiu as informações dos fortunatos? tenho uma amiga q mora na suiça e é bisneta do ferdinando e n encontra o obito para fazer o processo de cidadania, por favor se tiver alguma informação me avise, tenho algumas copias de documentos deles... RESPOSTA EM: 30/09/2011 - RODRIGO NEGRATO, aux escritorio, 36 anos, de Bauru, SP
Rodrigo Negrato, , 40 anos, de bauru

Só gostaria de saber se não houve erro de digitação quanto a data correta de nascimento de Vigílio Bona. Meu avô nasceu sim em abril de 1872 em Besagno, mas não foi dia 7 como consta no mural de vcs. e sim no dia 27 de abril....Creio q. não devam ter 2 Vigilios c/tantos dados iguais...Gostaria q. corrigissem se houver erro. Grata Auria
Auria Carmen dos Santos, aposentada, 67 anos, de Balneario Camboriu

Olá Iranini, Quero saber se você já morou em Goiânia? na rua Santa Luzia? em 1973/1974?. Se sim entre em contato comigo.Saudade.Sirlene
sirlene marques, , 2017 anos, de Goiânia

Boa noite gostaria de saber sobre o processo tn 0180 foi feito em Curitiba com Andréia ok feliz 2013
Álvaro P. Possamai, Professor, 2017 anos, de Ascurra

Elezita: Meus avos maternos sao : ALFREDO GREIN E MARIA MADALENA TEIXEIRA- minha mãe se chama LEONTINA GREIN nascida em RIO NEGRO no ano de 1926 -ela ainda vive em Guarapuava e tem lembrança que foi adotada porque a mae faleceu. Gostaria de saber mais noticias deste lado familiar por ter sido ela (mae) criada em outro nucleo familiar e nao saber suas origens (sabemos que MARIA MADALENA esta sepultada em RIO NEGRO se puder ajudar dando informações ou canais de comunicação que possam esclarecer alguma coisa fico anteciapdamente agradecida- abços ROSE
roseli glem silveira, funcionaria publica do Pr - apos, 2017 anos, de Guarapuava

Olá Ulisses, Também estou correndo atrás de meus antepassados. Por curiosidade tenho um tio Avô que é filho de João Trentim e de Amélia Andriasse. João seria filho de Gregório Trentim e de Teodora "Sorte", conforme certidão de Nascimento. Acredito que podemos ser da mesma linhagem.
Vagner Trintim Ramos, Jornalista, 36 anos, de Curitiba

Boa Tarde Elton , gostaria de saber se esse site é visto na Italia mais precisamente em trento, ou só no Brasil. estou levantando os dados dos meus descendentes e gostaria de me corresponder com os pranstetter ou prandstetter ou brandstetter que estão na italia para trocarmos informações e documentos. se o site não é visto lá como devo fazer, se vc puder me ajudar agradeço. um abraço.
marcos pranstetter, tecnico ambiental, 50 anos, de salto

Boa Tarde, Recebi um e-mail da seguinte forma: Consolato Generale d’Italia Curitiba - Brasile Curitiba, 03 de outubro de 2012 Prot. n 23165 Assunto: Comunicação de deferimento do pedido de reconhecimento da cidadania italiana de: ANDRIOLLI Volnete Pedrina; DOS SANTOS ANDRIOLLI Marcelo Rodrigo Temos o prazer de comunicar-lhe/lhes que na presente data foi deferido o pedido de V.S. relativo ao reconhecimento da cidadania italiana por descendência. O cadastramento familiar junto à “ANAGRAFE CONSOLARE” (registro dos italianos residentes no exterior) deste Consulado Geral encontra-se sob o n. A 14460 DEVERES E DIREITOS DO CIDADÃO ITALIANO: 1) Manter sempre atualizado o próprio cadastro. Qualquer alteração (nascimento, casamento, divórcio, óbito ou mudança de endereço ou telefone) deve ser comunicada ao “Ufficio Anagrafe” deste Consulado Geral, pelo correio, seguindo as instruções abaixo: ATUALIZAÇÃO DE REGISTRO CIVIL As certidões de casamento, nascimento e óbito devem ser apresentadas da seguinte forma: - 2ª via original emitida em cartório (com firma reconhecida por em tabelionato do Paraná ou Santa Catarina); - Uma via original da tradução juramentada em italiano. A lista dos tradutores juramentados está disponível no site ( http://www.conscuritiba.esteri.it/Consolato_Curitiba/Menu/I_Servizi/Per_i_cittadini/traduttori_giurati/ ). MUDANÇA DE ENDEREÇO - Ficha de cadastro devidamente preenchida e assinada (disponível no endereço: http://www.conscuritiba.esteri.it/NR/rdonlyres/DA09ED36-FEE6-4E30-94DF-BB9D32854AAE/0/cadastro.doc ) - Fotocópia da cédula de identidade (com a mesma assinatura da ficha de cadastro) - Comprovante de residência (ex.: conta da água, luz, telefone) Cordialmente, Ufficio Cittadinanza Consolato Generale d´Italia Curitiba OBSERVAÇÕES: esta mensagem não deve ser respondida. Informações sobre atualizações de registro civil e endereço: stcivile.curitiba@esteri.it Informações sobre passaportes: passaporti.curitiba@esteri.it www.conscuritiba.esteri.it Ao consultar o site do consulado percebi que o prazo de entrega no site estava vencido, gostaria de saber como proceder nessa situação do qual o deferimento vei depois do prazo de entrega
Marcelo Rodrigo dos Santos Andriolli, Desenvolvedor de Software, 31 anos, de Sao jose

Olá sr João Carlos estou a procura de meus antecedentes, e gostaria de saber se já encontrou algo a respeito de sua Familia, pelo que vi tb veio um Giovanni Tomasi junto com a pessoa que vc procura, talves tb pode me ajudar na minha busca, pois a informação que tenho é que meu TOMAS era tomasi, fico grato com seu retorno abraço!
Genildo Thomaz, Pastor, 2017 anos, de Milão Itália

Posso te ajudar, entre em contato por email...abraços !
Marco Fontana, , 2017 anos, de

Boa Tarde! Dei entrada no processo de cidadania italiana no circolo trentino de Curitiba dia 14/12/2010. O numero de meu processo é TN1317. A última movimentação que consta lá é de 17/08/2011, desembarque marcado e desmarcado, cnn marcado, o que significa isso. Gostaria de entender e que tempo pode demorar este meu processo ainda. Att. Jefferson Garbari
Jefferson Garbari, Contador, 28 anos, de INDAIAL

Olá João, meu pai também se chama Waldemar Nicoletti, filho de André Nicoletti. Todo final de ano reunimos os descendentes para uma confraternização, temos a árvore de nossos antepassados, vou lhe enviar assim que possível para podermos nos ajudar. Sds, é muito bom encontrarmos parentes, mesmo que distantes, abraços a todos.
Hélcio Nicoletti, Eletrotécnico, 51 anos, de Luiz Alves

Boa Noite, Srta. Luciana e Sr, Francisco Dellai, hoje eu e nossa Familia Delai estamos em Trento na Itália, onde estamos visitando e conhecendo: Trento, o Circulo Trentini, Civezzano, Rovereto, Santa Agnese em busca também de nossas origem. Mesmo, em 2010, já termos dado entrada com os documentos fins processo de dupla cidadania. Onde desde este momento, permanecemos a sua disposição. Rubilar Correa
RUBILAR CORREA, Dentista, 54 anos, de RECIFE - PE

Gostaria de receber informações de Clara Voltolini casada com Erminio Bertol. Única informação que tenho é de um filho chamado: Odilo José Bertol nascido em 0141936. Abraços
Agostinho Cesar Voltolini, Optometrista, 58 anos, de Jaragua do Sul

Bruna e Abner, agora que estou vendo as mensagens de vocês! Se puderem, mandem-me e-mail ou me adicionem no facebook. Abraços!
Débora Lopes Martinelli, Advogada, 32 anos, de Vila Velha

Também estamos cirando a arvore genealogica da familia VICENZI e por isso estamos buscando mais informações para compartilhar
Valdemar Dalagnolo (esposo Iria Vicenzi), Aposentado, 70 anos, de Jaraguá do Sul

Estou leventando dados dos descendentes de meu bisavo Giacomo Anesi, que imigrou em 1875.A filha mais velha Orsola casou com Alexio Frainer e foram morar em Veranopolis, a Maria Lucia casou com Francesco Frainer e morou em Rodeio os 2 são irmãos.Ja tenho todos dados de Orsola e Alexio.não tenho de Maria Lucia e Francesco.O seu marido seria descendente de Francesco e Maria Lucia?Se sim gostaria de receber contato. Grato
Danil Joao Anesi, , 73 anos, de Blumenau

Ao Dr. Eder Voltolini de LondrinaPR e aos demais interessados, publiquei em meu bogger a história das famílias voltolini vindas para Santa Catarina nos meados de 1876 em diante é só acessar: voltolinisc.blogspot.com Abraços Agostinho Cesar Voltolini de Jaragua do SulSC
Agostinho Cesar Voltolini, Optometrista, 58 anos, de Jaragua do Sul

ola assinei documentos da cidadania italiana em blumenau, faz algum tempo e nunca mais tive noticias concegue me dar algumas informaçoes
rodimar bertol, comercio, 2017 anos, de curitiba

solicito ajuda em meu trabalho de cadastro nacional da família cemin
artur andre cemin, empresário, 50 anos, de caxias do sul

Boa tarde. Verifiquei junto ao site, que nosso processo de cidadania já retornou de Roma, com parecer favorável, em 13/02/2012. Processo TN-0174-05 - Pietro Moser. Qual a próxima etapa para conclusão do processo? Existe alguma coisa que eu possa fazer? E, por fim, vocês tem noção de prazo para conclusão? Desde já agradeço. Abraço, Andressa
Andressa Moser Frainer, advogada, 38 anos, de Blumenau

Pessoal alguma novidade sobre o retorno dos processos de Roma? Meu processo é o TN 0777, será que temos alguma previsão? Se eu for a Roma adianta alguma coisa? Abs
Matheus, ANALISTA DE SISTEMAS, 31 anos, de Foz do Iguaçu

oi Gleison tudo bem ! olha sou da familia vitti aqui de vitoria es. preciso fala com vc estou querendo busca tbm a nossa cidadania . mais me disseram q fechou, a cidadania de trento . preciso mto fazer esta cidadania tenho uma filha q tem leucemia e gostaria de leva la pra fora do pais . estive na inglaterra com ela foi mto bom mais tivemos q volta pq nao tinhamos visto. agradeco deis de ja obrigado !!!!
weriston carvalho silva, comerciante, 2017 anos, de serra

Luciana sou Dellai tbem ja tenho docs a respeito de nossos ancestrais com ja publiquei somosde Civezzano-Trento e quem me enviou os docs foi Dom Guido Corradini -Paroquia de Santa Agnese Hoje o prefeito de Civezzano e Stefano Dellai e o Governador de Trento e Lorenzo Dellai,nossos parentes muito provavelmente um abraço
francisco dellai, REPR.COML, 2017 anos, de ARARAS

Alo Yuka, como vão voces todos? Apesar da demora a cidadania sairá, o negocio é esperar com calma e não ter pressa. a minha demorou entre 8 a 9 anos e recebi final de 2010. De lembranças a todos da familia, ao compadre e comadre e descendentes. Danil
Danil Joao Anesi, , 73 anos, de Blumenau

OLA RONNER NÃO TE CONHEÇO PESSOALMENTE. MAS TEMOS ALGO EM COMUM. A MINHA MAE JA FALECIDA . SE CHAMAVA IZOLETA BOLOGNANI DOS SANTOS. SEU PAI VEIO DA ITALIA PARA O BRASIL. NÃO ME LEMBRO O ANO AGORA. MINHA FALECEU COM 95 ANOS EM ABRIL 2011. UM ABRAÇO
luiz carlos dos santos, comerciario, 53 anos, de borda da mata

Preciso saber se alguem da minha familia ja tem cidadania.quero fazer a minha.Tenho certidões de nascimento, casamento, obito do meu Bisavó. Ele era BORTHOLO SLOMPO, filho de PEDRO SLOMPO e MARGARIDA DARÙ. Minha Bisavó era JOANA BERNARDI, filha de JOÃO BERNARDI e LUIZA MASCHIO....quero muita a cidadania , quero saber mais sobre minhas raízes e cultura.
SILVANA SLOMPO, Empressária, 2017 anos, de Brusque

Gostaria d saber quanto custa uma consulta,sobre dupla cidania,ja tenho as certidoes reatificadas,preciso de fazer traducoes e marcar no consulado,mais gostaria d mais informacoes.obrigada
Edicleia scandolara selau, Costureia, 2017 anos, de Sao joao do sul

Olá Convidamos você que é descendente da família “Bortolotto” para participar do 10º Encontro, no dia 21 de outubro de 2012, na Cidade de Chapecó- SC. Repasse a todos os familiares. Mais informações ou confirmação de presença pode ser pelo fones: 49 3323-2354 com Janete ou 49 3323-2755 com Rudimar ou e-mail: janetecco@yahoo.com.br/rudimar@bortolotto.adv.br Para este encontro estamos montando um histórico da familia do Arcangelo. Além disso meu irmão já conseguiu a cidadania ialiana.
janete bortolotto, , 2017 anos, de

Olá Ligiane, sou Lêda Dalpiaz e espero seu ceontato por e-mail, tenho várias informações sobre nossa família, ok. abraço,
LEDA DALPIAZ, pedagoga, 49 anos, de curitiba

SOU RUBILAR, integrante da familia delai, hoje parte da familia mora em CAscavel PR, onde tiveram sua origem de chegada em Garibaldi RS. Onde tiveram sua Origem na Italia na Regiao de Trento. Informo-vos que em 2010 demos a entrada com os documentos solicitando a cidadania italiana. Pois, aos orindos Delai, estao residindo desde o Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná e outras cidades em nosso Pais. Atenciosamente. Rubilar - Familia Dellai.
RUBILAR CORREA, Dentista, 54 anos, de RECIFE - PE

olá Luciana eu tenho informações sobre Familia DELLAI entra em contato comigo rinomontibeller@gmail.com
Rino, , 2017 anos, de NOVA TRENTO

Vcs tem algo sobre a familia DELLAI? Grata pela atenção! Luciana.
Luciana, , 2017 anos, de

desejo saber o país de origem de meu avô (já falecido),oúnico documento que tenho com seu nome é meu e está GIL UDSON. DESDEJÁ AGRADEÇO, MAS PENSO QUE ELE É DE ORIGEM INGLESA E SEU NOME ÉgIL hUDSON, NÃO TENHO COMO CONSEGUIR MAIS DADOS JÁQUE MINHA AVÓ FALECEU APOUCO TEMPO. DESDE JÁAGRADEÇO PELA ATENÇÃO DISPENSADA.
Angela, regente de turma, 42 anos, de Capitão Andrade

Bom Dia, Gostaria muito de saber como está o processo TN 0322. Foi enviado para Roma em 2006. Faz muito tempo que não temos movimentação no histórico do processo. Poderiam me auxiliar com alguma informação? Obrigada, Denise.
Denise Sevegnani Manchein, Analista, 31 anos, de Joinville

Peço informar a situação do meu processo se esta liberado pelo consulado a emissão dos passaportes.
José Romão Cruz Junior, Aposentado, 59 anos, de São Paulo

Tenho estes dados com meu pai, José Voltolini foi meu bisavô e Andreas Voltolin (Tataravô)
Eder Voltolini, Cardiologista, 39 anos, de Londrina

Desejo a seguinte informação: data de casamento e nome da esposa de José Voltolini, filho de Andrea Voltolini Abraços
agostinho cesar voltolini, Optometrista, 58 anos, de

Quase 8 anos já e nada!
Yuka Nardelli Piloni Barbiero, Agente de viagem, 43 anos, de São Miguel do Iguaçu

Olá! Mônica, a sua ansiedade é igual a minha, com um agravante já tenho uma certa idade e há muito tempo venho pesquisando sobre a origem de minha bisa, ela se chamava Maria Dalpra ou Dalprat, ele Estevão Dalpra ou Dalprat, sei que eram austríacos porque tenho sua certidão de óbito, não sei quando chegaram ao Brasil, os pais de minhabisa se chamavam Luisa Delabona, ele Celeste de Andres, se você tiver alguma informação,por favor me ajude, não sou mais e o meu maior sonho seria desvendar esse mistério que envolve a vida de meus bisavós,desde já muito obrigado, Sônia
sônia Maria de O. Hinz, Professora, 69 anos, de Americana

Podes entrar em contato comigo. Obrigada.
Vanice Ines Campagnolo, Turismologa, 56 anos, de Florianopolis

Gostaria de receber informações sobre os Borghetti/Burguetti/Burguette. Obrigada
Monique Fratta Burguetti, Administradora, 32 anos, de Itanhaém

Oi, sou descendente de Alessio Frainer, fiz a genealogia da família e gostaria de saber de que parte da família tu és. Pelo que sei os trentinos já não podem mais pedir a cidadania italiana. Acho que era até o final do ano passado.
Euclides Lazzarotto, Interprete, 53 anos, de Bruxelas

pRÁTICA 92729 bERNARDI gIUSEPPI RON CEGNO PROVINCIA TRENTO - NATO EM 14/06/1865 JOSÉ ROMÃO CRUZ JUNIOR BRUNO BERNARDI DE MELLO CRUZ BARBARA BERNARDI DE MELLO CRUZ ASSINADO NO CONSULADO ITALIANO EM 2003.
José Romão Cruz Junior, Aposentado, 59 anos, de São Paulo

Olá Monica, Mandei a resposta faz pouco tempo mas não sei se vc recebeu porque deu um probl. na hora de enviar. ANTONIO DALPRÁ - RONCHI(TN) GIUSEPPE DALPRÁ - NOVALEDO(TN) PAULO DALPRÁ - RONCEGNO(TN) Abraço.
CARLOS ALBERTO MAURICI, CORRETOR IMOVEIS, 62 anos, de BRUSQUE

Olá Mônica, Tenho novidades boas pra vc. Seus antepassados vieram da Valsugana, mais precisamente das seguintes cidades: ANTONIO DALPRÁ - RONCHI(TN) PAG. 506 GIUSEPPE DALPRÁ - NOVALEDO(TN) PAG. 510 PAOLO DALPRÁ - RONCEGNO(TN) PAG. 526 Os nrs de pagina são do livro VENCER OU MORRER do escritor RENZO MARIA GROSSELLI que por coincidencia mora em NOVALEDO(TN). Espero ter ajudado. Abraço.
CARLOS ALBERTO MAURICI, CORRETOR IMOVEIS, 62 anos, de BRUSQUE

Oi Monique, minha familia veio de Pordenone tbm, se vc quiser entrar em contato, mande um email e eu te passarei os dados que tenho. gianefratta@hotmail.com
Giane Fratta, , 41 anos, de

Olá Tatiani Tente me responder por e-mail. Temos site da família Montibeller, segue o link: http://www.myheritage.com.br/site-128682751/website-silvio-cesar-montibeller#notificationPanelAnchor
Sílvio César Montibeller, Analista técnico, 38 anos, de Brusque

Nao consigo localizar o protocolo de meu processo de dupla cidadania, tem como me passar o protocolo, obrigado
vitorino fiamoncini, aposentado, 83 anos, de lebon regis

Oi Walkíria Alguém respondeu a sua pergunta? Também gostaria de saber se ainda há como entrar com processo. Que eu sabia, nao podia mais, mas a comunidade trentina estava entrando com recursos há uns 2 anos atras (pelo q eu sei). até ano passado ainda não tinha resposta positiva, mas quem sabe já tem alguma novidade estes ano...... se souber e puder me escrever, agradeço. Abraços
Michelle Vinotti, Publicitária, 34 anos, de Blumenau

Meu processo é o TN 414 e percebo que muitos processos mais novos retornaram e o meu que bem mais antigo não retornou ... Teriam alguma informação ? obrigado, Maico Bertoldi
Maico Bertoldi, Administrador, 41 anos, de Blumenau

Flavio, vc fez pelo sobrenome Moschini??, e esse sobrenome é Trentino?? Pois tem um aqui que tem o mesmo sobrenome e não localizei a procedência na italia. Vc tens a cidade e comune??/
Evani Maria Prezzi, professora, -44 anos, de Bento Gonçalves

Olá, meu bisavo se chama Caetano Zanatto/Zanato e é de Palmeiras das Missoes RS e estou procurando descendentes para minha cidadania, pelo informado ele tinha duas familias. Aguardo Jakline
Jakline Broco, , 26 anos, de Medianeira

Boa tarde Mônica, aqui em Nova Trento tem muitas famílias Dalprá, uma irmã do meu avô era casada com Dalprá
José Piffer, Comerciante, -26 anos, de Nova Trento

O Processo TN 0552 já tem a cidadania deferida. Consulte comunicado no site do Consulado, de 15/05/2012 ou entre em contato comigo que passarei os detalhes.
Marilea Benvenutti Fuchs, Professora, 59 anos, de Itajaí

estou procurando meus parentes com o mesmo sobrenome....ha 50 anos meus pais moravam na cidade de mafra e avencal do saltinho .. e ate os dias de hoje nao tivemos mais noticias de nenhum parente nosso....meu oai se chama clementino grein..ele tinha um irmao que se chamava dorvo e uma irma que se chamava emilia...meus avos paternos sao alfredo grein e magdalena carvalho pettres....minha mae se chama maria grein...meus avos maternos sao joao martin de lima e rosa alves de carvalho....se alguen puder me ajudar por favor me mande um email com infornacoes.....meu nome e marcos sergio grein e o meu email e marcosgrein@hotmail.com muito obrigado......
marcos sergio grein, vigilante, 53 anos, de sorocaba

BOA NOITE, SR, FRANCISCO DELAI GOSTARIA DE ENTRAR EM CONTATO COM SUA PESSOA. POIS, SOMOS DA FAMILIA ORIUNDA DE CIVIZZIANO. ONDE NOSSOS ANCESTRAIS SAO ANTONIO BARTOLOMEO DELAI, NATURAL DE REGIAO TRENTINA. AGUARDO SEU CONTATO. POIS, FAÇO PESQUISA DA FAMILIA DELAI. ATENCIOSAMENTE, RUBILAR CORREA DELAI
RUBILAR CORREA, Odontologia, 54 anos, de Recife

Boa tarde Por gentileza poderia encaminhar para o meu e-mail telefone de contato do Circolo Trentino de Jaraguá do Sul. Agradeço a atenção. E-mail andrevaldir@gmail.com Obrigado André
André Valdir da Silva, Auditor Interno, 35 anos, de Joinville

Olá Maria Cristina, também faço parte dessa maravilhosa família, a Loss, e estamos perto. Será que somos primas? Hehe, poderíamos manter contato. Beijos
Helena Loss, estudante, 2017 anos, de Ponta Grossa

Ola venho através dessa saber mais sobre meu sobrenome Dalpra de onde originou e através dele encontrar meus parentes , estou fazendo minha árvore geneológica, e quero saber mais sobre meus antepassados .cheguei apenas até a minha avó Maria Gomes Dalpra e meu avô Mario Bento Dalpra. por favor me ajudem
Mônica Dalpra, auxiliar de cozinha, 31 anos, de Itajai

gostaria de saber se teremos uma nova excursao a regiao de trento, mais especificamente a civezzano, como foi feita em 2010, atraves de nereu ramos caso positivo gostaria de obter informaçoes a respeito desde ja agradeço
francisco dellai, REPR.COML, 2017 anos, de ARARAS

sou filho mais novo de luciano trentin que e irmã da tua mãe dona claudina que e minha tia tambem queria entrar em contato com voces blz
antonio valdir trentin, comercio, -33 anos, de (centro novo) planalto cep 85 75

Amigo Claudio sou casado com Zilda Piccoli Dalçoquio , e gostaria de saber qual o caminho para conseguir a dupla cidadania pela familia Piccoli, pois até o momento não conseguimos pela familia Dalçoquio, embora que demos entrada em 2005
Dalcizio Emilio Dalçoquio, , 2017 anos, de Itajai

Olá, eu ainda posso entrar com pedido de dupla cidadania italiana para os descendetes trentinos, uma vez que a lei valia ate 2005? Grata Walkiria
walkiria jacomel, Funcionária Pública, 43 anos, de Curitiba

Olá Trentinos, Gostaria de me comunicar com descendentes dos Giacomel, Giacomelli, ou quem souber deles. Abraços Walkiria
walkiria jacomel, Funcionária Pública, 43 anos, de Curitiba

Siamo figli della saga ítalo-trentina diceva Leandro Perini orgoglioso della sua origine . Ci parlava per tutti noi che il piu importante della vita é Dio, la famiglia e gli amici sempre vicini a noi! La famiglia . Sopratutto la famiglia! Ètica impeccabili, coraggio,lavoro, dedizione e amore a tutti , sono questI i migliori requisiti per la felicita di un uomo. Cantare divertirsi, camminare, afrontare la solitudine senza temere la morte . Ridere, allietarsi con i bambini essere più generosi per ci liberarsi. La sapienza é in Dio e nel equilíbrio della natura.Ci Abbiamo di essere uomini semplici,impavidi che non si omettono dietro la scrivania! In vita nostra il nostro obbligo é lutare per il mondo migliore. Liderare é servire. Come há deto Gesù: che voi farete a alcuni dei miei minori a me lo faceste. Leandro é stato un cattolico non della preghiera ma un fervoroso esemplare praticante della parola di Dio como un buono Cristiano! “La preghiera transforma ma ‘l’ atteggiamento trascina.” E stato un vero uomo di atteggiamenti per tutta la società del Alta valle del fiume Itajai d’ovest. Ci Aveva avuto preocupazioni con tutto e tutti. Ci diceva a tutti, abbiamo qualcosa nella società per accrescere!Com la salute ci abbiamo di fare da parte nostra il megliore, afrontare le nostre guerre! Lottare fino alla fine della giornata. Voi e Dio contro l’ózio,la pigrizia, e l’ evidenze.Leandro Perini da bambini giá voleva essere il primo da ventre materno. Non per gli altri ma per sè próprio. Alla nascita già afferrava i suoi talloni, dopo quello del suo padre Massimiliano Perini, e della sua madre Irene Dalpiaz Perini. Da presto há mostrato disposizione di essere il primo di tutti gli altri. Tra colleghi e amici aveva il rispeto, ma Leandro avebbre cercato di stare tra i distaccati nella classe sia in forma scritta o aritmética. Il principale allievo sarebbe stato Silvio Travaglia il suo grande amico. Le suore catechiste gli insegnanti appena arrivati della sede di Rodeo serene ma energiche avebbre spinto per lui.Há completato i suoi studi primari, e avevo bisogno di seguire avanti , ma il impegno com suo padre e il sostegno della sua famiglia é stato maggiore che la sua volontà di studiare com i fratelli Maristi. Com suo spirito di imprenditore inquieto giá fuori si distingue nel mondo del affari. Com sei anni negozia il primo porcelino. Con tredici anni lav ora con gli auto trainati da cavalli da suo padre. Dopo é ammalati di tifo e quase muori. Ai quindici anni per non perdere e prosseguire gli studi suo padre Massimiliano lo ebbe avuto in classi tutoraggio com il insegnanti Paterno.Questo anche há sollevato um pò di invidia dei suoi fratelli. Orgoglioso e impávido a seguire la sua vità lieto e tenace. Con ventune anni si innamora di una Giovane molto bella e colta chiamata Laura Eissmann . Ci si sono sposati nel pomerigio di 26 di maggio di 1951. Dopo il suo matrimonio l’inizia la vita di coppia come agricoltore. Che purê aveva dei risparmi ,ritorna alle affare di una Botega nel coline caffè, dopo nel monti della frutta.Dopo 5 anni ritorna e há iniziato assieme ai suoi fratelli l’attività di affare di asciuto e bagnato (secos e molhados come diciamo qui). . Perciò si acquisisce uma flota dei caminioni che consegna ai loro fratelli e impeigati tutti molti giovani. Hanno avuto 7 figli 4 femine e 3 maschi .eandro Perini é stato chiamato di capi di tutti ma con un grande rispetto! La ditta progredisce molto é tempo di ampliare i affari.Impianta una fabbrica di dolce delle frutte,, saponi, e cioccolatini, venduti in tutto ill sud del Brasile. L’azienda si sviluppa tropo bene,che Leandro Perini diventa il primo sindaco eletto della comune di Laurentino, a completare il mandato del suo amico Giuseppe Tambosi scomparso.Lancia potente progresso per la comune di Laurentino con distaccamento agli miglioramenti nelle infrastrutture e nella educazione. Si chiudi il suo mandato più povero, per donare tutti i salari per aiutare la salute degli altri cittadini. Lascia i negozi per i suoi fratelli e ritorna a essere agricultore, comerciante, e dopo a essere il primo imprenditore nel settore lattiero-caseario nella comune di Laurentino considerata il capoluogo del formaggio nella província di Santa Caterina – Brasile. Há ricevuto diversi riconoscimenti ed onore sia nel settore agricolo, come nel industriale e politico Recentemente sua vita é stata dedicata ai figli,amici nei gioco dele carte, e ballo della terza età. E il principale alla chiesa cattolica. É stato morto nel suo mese di nascità e della madona, durante la guida per la traditora strada BR 470 chiamata la rodovia della morte. Avrebbe stato a un pranzo famigliari. Ci lascia molta nostalgia! Che Dio gli illumini e lo tenga a sua destra per tutta l’eternità. Evanilto PeriniRua; Joinville,44 89176000 – Trombudo Central – SC Bras
Evanilto Perini, MEDICO VETERINARIO, 60 anos, de Trombudo Central

Parabéns pelo seu trabalho, ja publicou o livro, onde comprar? como consigo a pesquisa do sobrenome Colzani
Valcyr Geraldo Colzani, Autonomo, 46 anos, de Joinville

parabens carlos pela dupla cidadania, um abraço á familia,
antonio jorge dorigatti, , 55 anos, de passo fundo

Processo TN 0322 enviado para Roma sob protocolo no. 25784 em 16/08/2006: Alguma noticia?? Processos com números bem posteriores (TN), segundo relaçao do proprio Consulado, já foram liberados!!!
Arlindo Roberto Voltolini, Advogado, 75 anos, de Criciuma

oi tudo bem MARIA CRISTINA PAVELSKI, também sou descendente da família Loss, quem sabe somos parentes né? Abraços
Artur Luis Savi, vendedorr, 24 anos, de Sananduva

oi paulo, agora q vi teu recado. qualquer coisa me mande email. simone.sehnem@uol.com.br
simone sehnem, contadora, 34 anos, de Taió

Olá, Meu processo esta em Roma. Uma curiosidade....depois que o seu processo foi para Roma, quanto tempo foi para voltar com resposta?
Luis, Administrador, 40 anos, de Chaéco

Boa Noite! Estou muito contente do meu processo de reconhecimento ter retornado de Roma.Agradeço ao Circolo de Jaragua do Sul.
EDITE MARIA ZANGHELLINI RUCKL, Empresaria , 2017 anos, de

Bom dia!!!! Ha anos venho acompanhando omeu processo no site trentini de curitiba, sendo que de uns meses pra ca sumiu do site.minha esposa foi ate curitiba no circulo trentini a atendente a informou que o processo retornou em final de 2010, e ate agora nao fui comunicado de nada, se parecer foi favoravel ou nao, que eu acho impossivel ppois parte da familia em Brusque ja tem a cidadania italiana. meu processo e TN 0552 . gostaria de alguma informaçao. Obrigado.
jose germano benvinuti, , 67 anos, de itajai

Ola Ligiane, Primeiramente gostaria de saber se tu conseguiste as informacoes que procurava? Obtiveste alguma resposta sobre a famila Dalpiaz? Eu possuo algum material em casa, basicamente consiste de copias de certidoes de nascimento/casamento/obito de todos os meus antepassados, desde o imigrante. A Familia eh proveniente de Terres, Trento - Italia (imagino que isso tu jah devas saber). Caso queira alguma outra informacao, me escreve. Caso eu possua eu te passo. Se tu tiveres algo sobre a familia, peco que me mande tambem. Abraco Daniel Dalpiaz
Daniel Dalpiaz, Engenheiro, 35 anos, de Gravatai

Cris perdi os telefones seus e não consegui te ligar... achei esse recado seu e to tentando entrar em contato contigo... não esqueci do teu niver ein..... espero que tenha guardado um pedaço de bolo...rsrsrs manda noticias bjusssss
PAULA, , 2017 anos, de uniao da vitoria

Sou filha de Antonio Campagnolo, meu avô era Rodopho Massimiliano Campagnolo casado com Luíza Gallio.
Vanice Ines Campagnolo, Turismologa, 56 anos, de Florianopolis

Gostaria de saber se existe a possibilidade de reconhecimento da cidadania por descendencia TRENTINA? Se terá mais alguma lei referente a isso? Se existe alguma luta para q isso aconteça? Obrigada.
Morgana Noriler, , 2017 anos, de joinville

carissima Simone Sehnem coordenadora do gruppo giovani trentini brasiliani solicito sua gentileza de entrar em contato comigo, grato paulo chiste/ouro fino/mg
paulo henrique chiste da silva, fisioterapeuta, 47 anos, de ouro fino

estou em busca de uma certidão de obito de antonio leandro(ou leano,eleano) ele morrou em itatinga-sp por volta de 1910 até 1950. possivelmente era napolitano,caso algum morador de itatinga veja esse recado por favor entre em contato,pois gostaria de saber sobre a historia dos imigrantes italianos nessa cidade obrigado
wagner ferrenha, , 35 anos, de sao paulo

Ciao Edinalva, hai una e-mail per poterti scrivere? sai anche il nome di qualche tuo avo arrivato in brasile? Tanti saluti e aspetto tue notizie.
Cristina Plotegher, , 37 anos, de

Sr Lucas...Conheço bem a historia da Lega , concerteza bem mais do que o sr...mas enfim, pelas suas consideraçoes penso que seja inutil expor aqui pra ti, pois "pelo que vc leu" ... A Lega è um partido de raiz nortista, e um dos seus Fundadores é Erminio Boso ( Trentino D.O.C de Borgo Valsugana ) ...A Lega é ao contrario do que diz ( e cuidado o que diz se nao puder sustenta-lo) nao é um partido racista/mafioso, Para seu conhecimento a Lega é um dos poucos partidos na Italia em que acolhe nas suas fileiras expoentes de origem Afro . Exemplo ; Sandra Cane ( sindaco di viggiù lombardia ) alguns tantos expoentes italo-brasileiros etc etc ...Lucas, tenho sim grandes amigos na Lega Nord, inclusive sou militante e vice secretàrio (M.g.P )da seçao de trento ...Fico desapontado com a administraçao do site que nao filtra determinados tipos de comentarios. As vezes parece que querem colocar lenha na fogueira ...Minha intençao nao é polemizar com pessoas "que leram" , mas sim com gente que conhece a realidade local.O que nao é siguramente o caso do DR Engenheiro Lucas ... Exijo um pedido de desculpas/retrataçao ou o cancelamento do comentario do colega ali em cima em relaçao as acusaçoes de racismo, de apoio a mafia ...nao creio que esse tipo de comentario contribua para a evoluçao de um debate democratico ... sobre as comunidades de vale, que o senhor "viu nuns sites" te convido a estudar a real funçao delas, que seria a mesma das secretarias de desenvolvimentos regionais de SC ...GOSTARIA QUE VC VIESSE DAR UMA PALESTRA AQUI NA PROVINCIA DE TRENTO E CONVENCER OS MICRO EMPRESARIOS TRENTINOS DE QUE A CRISE AQUI NAO SE SENTE COMO OS OUTROS LUGARES DA ITALIA , com certeza a tua explicaçao iria ser muito apreciada ... Registro mais uma vez minha indignaçao com a ignorancia de algumas pessoas que "leem" mas infelizmente nao sabem ler, e leem errado ...espero a pronta retificaçao ou retrataçao do comentario do colega dr lucas, Sendo seguro de ser atendido, um grande e fraterno abraçO. Fontana Taufer Marcus
Marco Fontana, , 2017 anos, de

Ola, Meu processo teve entrada no circulo de curitiba em outrubro/2010 e pelo que vi no site ainda nao foi para o consulado, existe uma previsao de quando irá para o consulado e deste para a Comissão em Roma? TN 1477 Abraço
Roberto, , 39 anos, de

Boa noite ! sou descendente de italiano sobrenome Tison , gostaria de manter contato com pessoas da famila sei que tem parentes em blumenau os mesmos pediram a cidadania italiana como está o andamento? abraço Zilda.
zilda goulart da silva, , 2017 anos, de jlle

Oi, não sei se lembra da gente... mais sou filha da Fátima...(sua sobrinha) estamos com saudade e tentamos manter contato com a senhora mais ñ conseguimos... espero que lembre de nós! beijão. tia muita. saudade....
Luana Sano, estudante, 19 anos, de colombo

Não li o texto em questão, mas creio que o Sr. Marcus Fontana não conheça a história da Lega Nord. Estranho que ele more no Trentino e desconheça isso. Não é um partido trentino (como bem disse o Sr. Elton é lombardo) e colaborou, nos últimos anos, com as falcatroas de Berlusconi no Norte Italiano. Com o discurso populista de separatismo, criou uma verdadeira "máfia" no Norte italiano e tem grandes racistas entre seus líderes. Pelo que li das comunidades de vale (eu pesquisei isso nuns sites), elas não são tão ruins como o Sr. Marcus Fonatana as apresenta. A crise financeira italiana influenciou a província trentina (autônoma), mas não se pode comparar essas realidades. Talvez o Sr. Marcus tenha amigos na Lega Nord trentina que poderão informá-lo da origem desse partido racista (porque Bossi é um grande racista). Um abraço. Lucas
Lucas, Engenheiro, 2017 anos, de Nova Trento

Estou muito contente em poder estar resgatando as minhas raízes. Faço parte da Família LOSS, e moro na cidade de Fernandes Pinheiro, próximo à Irati, oportunidades assim, são únicas. Gostaria de manter contato com familiares, pois é possível, uma viagem para estudos em Trento, então, quanto mais contato agora, melhor será. Obrigada pela oportunidade!
Maria Cristina Pavelski, Jornalista, 29 anos, de Fernandes Pinheiro

Gostaria de Citar sobre o texto a respeito do Referendum para abolir as "comunidades de Vale" . Primeiro sobre a Referencia a "LEGA NORD " como partido NAO Trentino , Gostaria que se fosse feita a Correçao , pq a LEGA NORD TRENTINO é feita de TRENTINOS, em teoria e pratica é um partido também trentino...A meu ver quem redigiu o testo nao conhece talvez a realidade politica local, nao quero acreditar que tenha agido com maldade, mas porém que seja corrigido o mais rapido possivel, pois a frase acabou sendo redigida de uma maneira que aparenta Tendenciosa ... As comunidades de vale geram um custo de 7,5 milhoes de Euro ao ano a Provincia, enfraquecem o poder do "comune" em um momento em que a ITALIA sofre com a grave crise financeira. Nao funcionam, n tiveram sequer um unico projeto aprovado que trouxesse algum benefissio a populaçao local ...
Marco Fontana, , 2017 anos, de

Boa tarde, Sr. Francisco! Consegui a pouco umja pequena informação de minha bisavô Fortunata Cattarina Dellai filha de Giuseppe Dellai e Eugenia Ochner oriunda de S. Agnese Civezzano. Assim peço que se possivel entre em contato comigo para trocarmos informações... No aguardo anciosa.
Elaine Cristina Bochete, Secretária, 44 anos, de Taboão da Serra

Boa tarde pessoal. Li um dos e-mails nesta página de recados e também verifiquei como obter informações sobre os processos que já estão na Itália, e para consultar é necessário o n° de um protocolo (talvez o de chegada). Gostaría de saber onde obter esta informação, se fica disponível no site. Se puderem me ajudar eu agradeço; meu processo é o TN1186. I più cordiali saluti. Att; Alessandro
Alessandro, , 2017 anos, de

Olá Edileusa, o processo da minha família (também descendentes de Giobbe Piccoli), processo TN0885 foi deferido e julho recebemos uma carta do Consulado comunicando o reconhecimento da cidadania italiana. O Consulado de Curitiba é fantástico e acredito que possam lhe informar o andamento. Boa sorte!
Claudio Piccoli, Advogado, 45 anos, de Jaraguá do Sul

Carissima Edilnava, sono molto contenta di trovare qualcuno con cui scambiare notizie sul cognome Plotegher. In tanti anni di ricerche ho costruito un grandissimo albero genealogico che parte dal 1460 circa. Se vuoi, scivimi pure alla mia e-mail, aspetto tue notizie. Plotegher Cristina
Cristina Plotegher, , 37 anos, de

No histórico do meu processo está da seguinte forma: "Movimentações: Processo retornou de Roma com o parecer favorável, em 01/01/2011". Isso significa que minha cidadania esta pronta, ou existe mais algum processo pra correr?
Guilherme Andriolli, , 28 anos, de joinville

Oi, tudo bem! Fazendo uma pesquisa, encontrei tua mensagem.. caso não tenha encontrado ainda, acho que posso te ajudar. Estou procurando uma cópia que meu irmão estraviou... assim que achar a certidão de Vestremondo Boni, mando pra voce. Abraço Norberto
norberto boni, autonomo, 55 anos, de porto alegre

Boa tarde, o processo TN0798 foi enviado a Roma no início de 2009, porém para se consultar a tramitação do processo no Ministério Dell Interno é necessário o nº do Protocolo, vocês podem informá-lo? Att.
Guilherme dos Santos Murara, , 29 anos, de FLORIANÓPOLIS

Caríssimo Circolo Italiano, somos descendentes de Giobbe Piccoli e nosso processo é de 2005 e tem o número TN0044. Soube cá em seu site que o processo TN0444 também de reconhecimento dos descendentes de Giobbe Piccoli foi diferido. Gostaria de saber se isso pode significar que nosso processo está em vias de ser diferido, se podemos fazer algo para verificar o andamento, enfim, gostaria de obter uma luz. Será que isto já aconteceu a outras famílias? Agradeço imenso sua atenção e aguardo umas palavrinhas. Grosso abraccio.
Edileusa Piccoli, economista, 2017 anos, de Jaraguá do Sul

gostaria de contactar descendentes de Francesco massimo tommasini
adelson jose ribeiro dos santos, técnico em eletronica, 2017 anos, de

Sou neto de Lourenço Perussi, gostaria de saber sobre a data da imigração e local ou cidade de procedencia, parece-me que Vieram da Toscana, também sobre muitos parentes principalmente na cidade de São Paulo.
valentim Vicente Perussi, , -40 anos, de

OLá Sandro , meu nome é luiz e minha familia é Bonani de Passa Quatro ( sul de Minas ) , estou na lista de espera para conseguir a cidadania italiana , vc tem que me dar mais dados sobre vc , no mais aguardco resposta abçs , luiz
luiz paiva, professor, 53 anos, de divinopolis

olá, procuro decendentes de João Tomasi e Esibina Sumam, gostaria muito q entracem em contato desde ja agradeço,
maritania tomasi, esteticista, 38 anos, de xaxim

procuro meus familiares de sobrenome rossato, sou neta de domiccio natale rossato e adelina sperandio rossato já falecidos, gostaria de saber se ambos deixaram outros parentes na italia, adoraria e muito me alegraria em ter contato com os rossatos pois meus avos e meu pai reinaldo jose rossato já são falecidos, por favor me ajudem. muito agradecida. até.
Francine Rossato, analista de sistema, 39 anos, de Bragança Paulista

Ola paulo, meu Nome e gedaias eu sou de Santa catarina e estava querendo fazer MINHA dupla cidadania meu bisavo veio da Italian e se chamava jeronimo trevisani mais eu estou ten do problem as para encontrar os documents necessarios voce poderia me far alguma dica de que me ajudaria nesse processo? Obrigado. Meu email e gedaias-per-@Hotmail.com
gedaias fermiano, construtor, 25 anos, de sombrio

Boa tarde. O Circolo funciona dentro do Consulado? Quanto tempo, aproximadamente, leva para o Consulado analisar os processos que chegaram da Itália com o parecer favorável. Obrigada!
Ana, advogada, 33 anos, de Florianópolis

Olá Gustavo,td bem/? na verdade as dificuldades que enfrentamos com as documentações daqui pra la e vive-versa hoje existem bem mais pelo desemprego europeu,poucos funcionarios e pouca vontade.Tambem a imigração é muito marcada e as dificuldades são impostas. Sou Agustinho Casagrande d Pato branco pr
Agustinho Casagrande, , 70 anos, de Pato branco

Boa tarde, recebemos o parecer favorável de Roma sobre o nosso pedido de dupla cidadania, agora precisamos preencher a ficha de cadastro porém estou com a seguinte duvida: ano passado oficializei em cartorio a união estável de acordo com o codigo civil brasileiro, minha dúvida é : coloco no estado civil CASADA ? e incluo o nome do meu esposo no quadro " familiares que residem com o declarante no mesmo endereço"
Cinthya, contadora, 2017 anos, de Jaraguá do Sul

Conheço um mario cecato aqui no brasil, email mcecato@hotmail.com espero que localize.
carla ramos, contadora, 41 anos, de LONDRINA

Sou Ademir Ap Rover meu bisavo Primo Rover veio Para Piracicba com outros imigrantes gostaria de saber mais sobre as origens da familia Rover na Região so temos decendentes direto de meu bisavo.
Ademir AP Rover, planejador de materiais, 51 anos, de piracicaba

Essa mensagem é p cristina plotegher.gostaria muito de saber a origem de nossa familia,sua historia,quem foram os primeiros.Ficarei muito agradecida se souber de alguma coisa e puder me informar.Um abraço a vc sua familia.
Edinalva Plotegher da Silva, estudando protese dentaria, 42 anos, de são mateus

estou em busca de informaçoes sobre a familia baptista, sou bisneto de Madalena perussi ou Madalena baptista, e angelo fioravante baptista, encontrei algumas informaçoes no cemitério agua verde, como tumulo e datas, se alguem tiver alguma informação, tbm tenho descendencia com a familia Bettega, tataraneto de Aleixo Bettega e Maria Simeao Bettega qualquer informação é bem vinda. willians.
willians batista de lima , ax de farmacia, 34 anos, de colombo

Bom dia Elton! Observo que a minha família, GIACOMOZZI, tem dois números de TN. Um de número 0734, que consta a data de envio para Roma dos documentos como sendo de 20/10/2010 e outro de número 0223 com a data de envio como sendo de 12/11/2008. Estou confusa! O que isto, realmente, significa? Abraço, Sandra Giacomozzi
Sandra Giacomozzi, estudante, 2017 anos, de Florianópolis

Obrigado por tudo Elton. Agradeço a atenção que vocês do Circolo Trentino de Curitiba tem nos dado, desde quando eu dei entrada no processo, vocês nos dão informações e instruções. Agradeço á todos. I più cordiali saluti
Alessandro, , 2017 anos, de

Bom dia... minha irmãs recebram a carta do CONSULADO do RJ... falando que a cidadania foi reconhecida e nela consta o numero da pasta ! O que devemos fazer agora ... agendar pelo site ?! Como devemos proceder ja que é muito dificil falar com o consulado e obter informações !
Paulo Henrique Trevisani, Vendedor, 35 anos, de Nova Venécia

Elton bom dia! Muito obrigado pela resposta. Gostaria de deixar claro que minhas críticas em nenhum momento se destinam ao belo trabalho dos Circolos Trentinos mas sim ao governo italiano. Já deixei isto bem claro em outros contatos. Aliás, o trabalho dos voluntários, diretamente ligados aos circolos, é invejável e digno de nossas homenagens. O trabalho que fizeram por nós e nossas famílias é impagável. No entanto, mesmo após suas considerações devo lhe confessar que 6 (seis) anos é completamente inaceitável para um processo, considerando que a matéria se restringe à mera conferência de dados. Não se julga qualquer mérito, apenas se conferem números e nomes constantes de certidões. Mesmo estagiários bem recrutados fariam tranquilamente este serviço. No Brasil, os que trabalham com o Direito bem o sabem, estagiários fazem coisas muito mais complexas. Nunca fui um crítico do governo neste particular. Na verdade, ao ser perguntado por outros parentes muitas vezes me peguei advogando em favor de Roma. Entretanto, hoje me parece uma atitude completamente orquestrada por esferas superiores retardar tanto os procedimentos. Realmente se a análise fosse muito complexa, decidindo questões eminentemente jurídicas ou envolvendo a produção de provas complexas, etc... seria de se esperar uma demora razoável. Ainda assim seis anos, com os recursos que dispomos, é inaceitável. Já li várias vezes que o número de pessoas envolvidas com a análise é reduzido. Isto também corrobora meus argumentos de que o governo busca retardar os processos. Será que acham que vamos invadir a Itália?Creio que esta não é nossa intenção. O governo italiano está faltando seriamente conosco e minha experiência como advogado pode dizer que é totalmente consciente e intencional. Trata-se de uma conduta altamente censurável do ponto de vista do direito internacional retardar a tal ponto o mero reconhecimento da nacionalidade de seus cidadãos. Quanto mais em se tratando de membros de uma corporação como a nossa, diretamente ligada à conservação de tradições históricas, muitas delas praticamente não mais encontradas em seu país de origem. Creio que este meu pensamento seja comungado por vários outros oriundi que não se conformam por ter um direito tão elementar tratado com tanto descaso pelo gabinete italiano. Abraços

Gustavo Del Agnolo, Advogado, 2017 anos, de Bragança Paulista

Ola Elton, poderia me ajudar com o processo TN1269? Gostaria de saber onde ele esta e qual a previsao de ser enviado para Roma e julgado. Obrigada
Raquel Tezone, Nutricionista, 30 anos, de Sao Lourenco do Oeste

Boa noite. Caro Elton, assim que for possivel dar retorno sobe a informação abaixo, eu agradeço. Un caro saluto. Depois que ele (o processo) for para o Consulado, nós podemos pedir informações diretamente com ele, ou os circolos nos mantem informado? Fico no aguardo de informações. Obrigado. I più cordiali saluti RESPOSTA EM: 28/02/2012 - ALESSANDRO, , 2012 anos, de , PR
Alessandro, , 2017 anos, de

Ola, Meu pro cesso voltou de Roma com parcer favoravel, segundo consta no site...e agora? Obrigado
Grazielle Genovez Scoz, empresaria, 36 anos, de florianopolis

OLÁ ATODOS, FAÇO PESQUISAS GENEALÓGICAS E PROCURO DESCENDENTES DE MINATI NASCIDOS EM GRIGNO(TN), QUE VIERAM PARA O BRASIL EM 1875, SE POSSÍVEL COM ANCESTRAL PRINCIPAL DOMENICO MINATI, QUE VEIO PARA SC, FIXANDO-SE EM NOVA TRENTO , VALE DO ITAJAÍ, E PROXIMIDADES. - DOMENICO MINATI (DOMINGOS MINATTI - BRASIL) 27/05/1817
felipe minatti de assis, ARQUITETO, 2017 anos, de JOINVILLE

Olá, meu trisavô era Francesco Lorenzo Tomio, ele era filho de Francesco e Margherita Ciola; eles eram de Borgo Valsugana, Trento. Tem muito Ciola lá. Aí este meu trisavô gerou meu bisavô lá mesmo, que é o Paolo Francesco Tomio.
Alessandro, , 2017 anos, de

Boa noite, meu nome é Anderson do Amaral, sou descendente de Luis Floriani e Margarida Floriani, chegaram ao Brasil em 1976, tenho data e certidão de óbito do Sr. luis, etou a procura de possíveis parentes para me dar mais informações deles. Se alguém souber de algo favor entrar em contato: anders1405@hotmail.com. Muito obrigado.
Anderson do Amaral, Faturamento, 32 anos, de Criciúma

Bom dia a todos! Gostaria de saber se existem "perspectivas" acerca de uma aceleração, digamos assim, dos processos de cidadania italiana para nosso caso específico (trentinos). É inaceitável que um processo demore tanto tempo! Abracci a tutti
Gustavo Del Agnolo, Advogado, 2017 anos, de Bragança Paulista

caro dr.Elton gostaria de saber como andam os processos TN 0171 e TN0352 tonezzer alfonso .obrigada abraços odila
odila t. ballardin, professora aposentada, 74 anos, de curitiba

Bom Dia pessoal! Meu nome é Anderson Amaral e sou de Joinville, mas parte de minha história vem de Rodeio/SC. Gostaria de pedir com toda humildade a gentileza de quem estiver lendo esse recado se puder me ajudar a construir minha árvore genealógica por parte da família da minha mãe. Sei que esse site é super bem visto e tem pessoas maravilhosas que creio que poderão me ajudar e muito em minha busca. Amo história e é justamente por isso que estou atras simplesmente da minha. Amigos gostaria de pedir toda e qualquer informação a respeito dos Sobrenomes: Moser, Gadotti, Stolf, Frainer, Zeni, Bertoldi, Ocner, Luchi, Zanei, Angeli, Valler, Girardi, Pasquali, Pacher, Ciola e Jobstraibizer. Se você conhece ou é de sobrenome de alguns desses citados acima agradeceria de coração qualquer informação minima que seja para eu poder acrescentar na minha árvore genealógica, sei que falta muita coisa ainda, mas creio que tudo o que vier vai me ajudar muito. Meu email é a23a02@hotmail.com, qualquer coisa é só entrar em contato que ficarei ansioso pra novos amigos e quem sabe novos parentes. Muitissimo Obrigado desde já.
Anderson Amaral, Administrador, 35 anos, de JOINVILLE

Oi Senhor Renato, to fazendo a árvore genealógica da minha família e descobri que tb tenho Frainer na família, Querino Frainer é meu bisavô e sua esposa Lucia (Angeli) Frainer minha bisavó, queria te pedir se vc tem informações a respeito da família deles e de seus antepassados. Qualquer informação será super bem vinda, to fazendo esse levantamento e amo história. Agradeço desde já. Abraço.
Anderson Amaral, Administrador, 35 anos, de JOINVILLE

Ola Danielle e Shana, duas filhas de meu bisavo Giacomo Anesi,que imigrou em 1875 para o Brasil e fixou residencia em Rodeio, casaram com 2 irmãos de sobrenome frainer. A orsola casou com Alexio em 24-12-1877 e foram morar em Veramopolis-RS e a Maria casou com Francisco e 30-03-1879 e foram morar em Rodeio.Tenho o levantamento de quase todos os descendentes de Giacomo com exceção dos descendentes dos Frainer e Pisetta, apesar de ter pesquisado durante muitos anos e ainda estou a procura . Tenho a arvore desde o ano de 1500 e somente falta essas 3 familias para complementar os dados e escrever o livro da vida de nosso Giacomo Anesi
Danil Joao Anesi, , 73 anos, de Blumenau

Depois que ele for para o Consulado, nós podemos pedir informações diretamente com ele, ou os circolos nos mantem informado? Fico no aguardo de informações. Obrigado. I più cordiali saluti
Alessandro, , 2017 anos, de

Boa tarde á todos. De acordo com as instruções passadas na página de recados, consultei o botao de menu esquerdo, fui em verificar processos. Meu processo é o TN1186. Desde agosto do ano passado consta a informação que o processo aguarda tramites para ser enviado ao consulado. Depois disto, não houve mais nenhuma alteração. Gostaría de saber se não houveram mais alterações, como está o andamento? Se faltar mais algum documento, favor me informar. Fico no aguardo das vossas informações. Desde já certo de sua atenção. Att; Alessandro - I più cordiali Saluti.
Alessandro, , 2017 anos, de

Bom dia Elton, Segui a orientação que vc deu como resposta no mural e acessei "verificar processo" e infelizmente a resposta que obtive, ao procurar meu antepassado Domenico stefano Girardi, foi "resultado não encontrado". Como posso saber o andamento desse processo? Muito grata. Roseli Maria de Carvalho
roseli maria de carvalho, empresária, 2017 anos, de São Paulo

Procuro quem possa me ajudar a encontrar meus ancestrais: Meus avós: Francisco Tomasoni e Christina Parisotto, são naturais da Italia, meus bisavós (pais do Francisco, acima) Francisco e Lucia Tomasoni) tb italianos. Na certidão de nascimento de meu pai (brasileiro) Victorio José Tomasoni nascido em em 23 de março de 1906 no domicilio Lote noventa da Oitava Secção Oeste (Cartório de Nova Prata) Se puderem me ajudar, fico grato. Att. Arlindo G. Tomazoni
Arlindo Gesmin Tomazoni, , 66 anos, de Araruna

ALÓ PESSOAL DO CIRCULO TRENTINO DE PIRACICABA, GOSTARIA DE RECEBER NOTÍCIAS DE MEU PEDIDO DE CIDADANIA iTALIANA, FEITA EM MARÇO DE 2005. AGRADEÇO
ADHEMAR DE GASPERI, ADVOGADO, 78 anos, de VALINHOS

Aline, estou sem retorno teu a um bom tempo. Quero saber do meu processo de cidadania italiana. Eu ja paguei um bom vr. Seus telefones não atendem
Roberto Zanon, , 2017 anos, de Guarapari

Oi Shana, solicitamos a cidadania pela família Frainer, mas estamos no aguardo... mas outros membros da família já conseguiram... se quiser, entre em contato.. abraço.
Daniele, Assistente Social, 33 anos, de Timbó

Oi Shana, solicitamos a cidadania pela família Frainer, mas estamos no aguardo... mas outros membros da família já conseguiram... se quiser, entre em contato.. abraço.
Daniele, Assistente Social, 33 anos, de Timbó

Josemar eu cursei história na UFF com um colega que tinha o seu nome gostaria de saber se por acaso não era você.
André Nepomuceno, , 2017 anos, de

OLA GOSTARIA DE SABER MAIS SOBRE A POSSIBILIDADE DE CONSEGUIR A CIDADANIA, ASSIM COMO VOCÊ, CONSIDERANDO SEREM OS MESMOS NOSSOS AVÓS, GRATA, AGUARDO RESPOSTA.
sidineia barbosa gurtler, , 49 anos, de

leomar o prazo esta para reabrir... conforme o site do deputado Fabio Porta representante dos descendentes de italianos da America Meridional
aline andrade inacio, Despachante de documentos, 2017 anos, de Serra

Gelmires, preciso contactar com vc. Me disponibilize um e-mail para que eu possa mandar uma mensagem a respeito do assunto.
Alex André, F. Pública, 43 anos, de Belém

Li o seu recado no mural do circulo trentino e como me ocupo do assunto desde o ano de 2000 creio que posso te ajudar a encontrar os doctos que faltam. Infelizmente a documentaçao dos imigrantes de nova trento podem estar em varias cidades e orgaos, como a mitra diocesana em Floripa ou no museo do imigrante em Blumenau...me informe o que estaria faltando e quais doctos vc ja encontrou ok? Um abraço, Renato
Renato Machado, Aposentado, 51 anos, de Rio do Sul

Bom dia. Gostaria de saber como esta e onde o processo de cidadania de Cirilo Vettori. Obrigada Carina Murer
Carina Murer, Consultora de vendas, 36 anos, de Balneario Camboriú

Caro Flavio, mi dispiace di non avere avuto la felicittà di trovarlo qui in Florianópolis. Tu sei stato na figura forte nel Soggiorno 2008 in Candreai/Trento. Ma sicuramente sarà stato um bello Soggiorno in Presidente Getúlio insieme al"amico Nilo Poffo. Mi città natale è vicina e simila - Rodeio, di gente taliana. Abbraccione. Arestides Depiné
Arestides Depiné, , 2017 anos, de

Acredito que temos algum parentesco. Me mande e-mail que te passo informações que tenho.Até breve.
Mirian Zeni, , 2017 anos, de Cueritiba

Elias, Como a maioria dos italianos se instalou no RS, entre em contato com o Cartório de Roca Sales wwwcartorioroca@brturbo.com.br . Consegui muita coisa lá e em Bento Gonçalves. Boa Sorte.
Mirian Zeni, , 2017 anos, de Cueritiba

Natália. Sou filho de Severina Rigotti, neto de Giuseppe Rigotti e Antonia Dambros. Bisneto de Andrea Rigotti e Domenica Dal Monego. Entrada no Brasil em 1878 pelo navio Clementina, no porto de Vitoria ES. Tenho muitos dados e documentos oficiais. Se tiveres interesse entre em contato comigo. segama@uol.com.br, ou pelo face.
Sebastião G do Amaral, Zootecnista, 69 anos, de Vila Velha

Sou descendente de Giacmo Anesi, que emigrou p/Brasil 1875,Sua filha mais velha Orsola anesi,nascida em Trento, casou em Blumenau com Alessio frainer e foram morar em Veranopolis-RS.tenho a origem da familia Anesi desde ano 1500 ate atual.Somente faltam os descendentes da Orsola e Alessio Frainer,que ate hoje não tive sucesso,apesar de muitos contatos ja feitos c/possiveis descendentes em diversos municipios dp RS.Agradeço qualquer informação, meu fone: 47=9918-3333, Eu, minhas filhas e netos ja temos a cidadania italiana.abraços. Danil
Danil Joao Anesi, , 73 anos, de Blumenau

Fiz minha dupla cidadania e qdo verifico andamento do prrocesso no site, não encontro nada. Qual o andamento do mesmo ? Grata
Maristela Pedrelli, representante comercial, 2017 anos, de Blumenau

Carissimo Professore Fulvio, un grandissimo saluto a te e un forte abbraccio anche. A presto, Wallace.
Wallace Armani, Músico e professor, 39 anos, de belo horizonte

Grazie Fulvio, anche a te e a tutti gli amici del Trentino. Un grande abbraccio.
RICARDO DEVIGILI, Contador, 40 anos, de PRESIDENTE GETULIO

UN CARISSIMO SALUTO A TUTTI I TRENTINI DEL BRASILE, IN PARTICOLARE AI PARTECIPANTI AL SOGGIORNO E AGLI AMICI DI PRESIDENTE GETULIO
Fulvio Gardumi, giornalista, 67 anos, de TRENTO

SOU DESCENDENTE DOS DEGASPERI, DE SARDAGNA, TRENTO. SOLICITEI A CIDADADNIA ITALIANA EM MARÇO DE 2005, ATÉ O MOMENTO NÃO OBTIVE RESPOSTA. COMO DEVO AGIR.
ADHEMAR DE GASPERI, , 78 anos, de

Olá meu caro. Me diga: fiz o processo da cidadania em 2005. Está em roma. Sou rio cedrense. Alguém de Rio dos Cedros já recebeu ? Grato
cleudir tomaselli, serv púb, 52 anos, de timbó

Sou filho de Hélio Apparecido Zeni, que era brasileiro, neto de Alexandre Zeni e Rosa Cologni, vindos da Itália, +/- em 1.900, gostaria de receber informaçãoes de algum parente deles.
José Raimundo Zeni, topografo, 56 anos, de Bragança Paulista

Descententes de Mosquen e tambem Bertoldi.... informaçoes se alguem tiver. Meu Avo Maximino ,seu pai era Carlo pietro mosquen casado com olivia bertoldi...se alguem for descendentes por favor entre en cantato nairbasei@strcapinzal.com.br...fico agradecida
Nair Mosquen Basei, agricultora, 2017 anos, de Capinzal

Boa noite Claudio... Obrigado pela atenção ! Mas eu ja mandei emails pra Roma, RJ e nunca me responderam... mandei email pra secretaria no RJ e e eles falam apenas que tem que esperar... esperar e esperar ! Pode me ajudar de alguma forma ?! Abraços e muito obrigado.... Feliz Natal e Saudaçoes Trentinas !
Paulo Henrique Trevisani, Vendedor, 35 anos, de Nova Venécia

Olá eu estou realizando uma pesquisa juntamente com meu nôno, o Sr. Gomercindo Bortolotto e o avô dele se chamava Arcangelo Bortolotto. Se você conseguiu alguma informação sobre ele e pudesse compartilhar ficaremos agradecidos.
Rafael Moterle, bancário, 33 anos, de Brasília

Paulo, posso lhe dar algumas informações baseadas na minha experiência. Abraço
Claudio Piccoli, Advogado, 45 anos, de Jaraguá do Sul

Paulo, Vc precisa saber qual é o endereço registrado no seu processo. O consulado da região costuma enviar uma carta informando que o seu pedido de cidadania foi deferido. Se vc está registrado no Rio de Janeiro e o endereço está correto envie uma mensagem para o setor A.I.R.E do RJ. Qualquer dúvida me envie uma mensagem. Abraço
Claudio Piccoli, Advogado, 45 anos, de Jaraguá do Sul

Minha irmã, através do seu Advogado, recebeu um DOCUMENTO do MINISTERIO DO INTERNO de ROMA dizendo que : o N.O. ( Nulla Osta ) foi enviado de ROMA para O CONSULADO DO RIO DE JANEIRO no dia 21/08/2009 com a PROTOCOLLO K.A.U. 1077... Nesse mesmo documento tem um outro NUMERO ou CODIGO que é : T. 0222/0118 !!! Gostaria de saber se baseados nesses dados e fatos eu posso entrar em contato com o CONSULADO do RJ pra obter minha cidadania ?! Minha irmã depois de muita luta e sacrificio conseguiu através do seu Advogado adiantar o processo de cidadania dela... levando em conta que demos entrada no Rio de Janeiro no dia 10/09/2004 a mais de 7 anos !!! Se alguem souber e puder me ajudar, eu agradeço muito ! 20/10/2011 - PAULO HENRIQUE TREVISANI, , 29 anos, de Nova Venécia
Paulo Henrique Trevisani, Vendedor, 35 anos, de Nova Venécia

Parte da minha Familia (Fratta) Vieram de Pordenone, seu eu puder ajudar alguem, entrem em contato!
Monique Fratta Burguetti, Administradora, 32 anos, de Itanhaém

Estou com dificuldades em encontrar documentos, isso porque o sobrenome de minha familia foi varias vezes alterado, Borghetti, Burghetti, Borgete! Ate onde eu sei eles são de Trento Domenico Burghetti - Pietro (Pedro) Burguetti. Me ajudem!!!!
Monique Fratta Burguetti, Administradora, 32 anos, de Itanhaém

sou neto de josé pacifico trentin é tão dificil encomtrar alguempara contar ver aonde estão conhecer algum parente que eu tenho 60 anos gostaria de conhecer alguem ao menos um tio minha mãe já morreu era claudina trentin casada com alfonso herold talvez conhecam liga para min ou entra no msn
deoclecio herold, aposentado, 2017 anos, de arvorezinha

BOM DIA, COM O FIM DA LEI PARA O PEDIDO DE DUPLA CIDADANIA,O QUE ACONTECE COM OS PROCESSOS QUE JÁ ESTÃO EM ROMA??
LUIS C MATTEI, , -51 anos, de CORBELIA

OLA. GOSTARIA DE SABER SE ALGUEM JA RECEBEU DUPLA CIDADANIA PELA FAMILIA (FRAINER). COMO DEVO PROCEDER PARA SOLICITAR? OBRIGADA
SHANA FRAINER, , 37 anos, de PORTO ALEGRE

A cidadania trentina ainda é possível de ser requerida?
Leomar Viegas Junior, , 29 anos, de Cariacica

Serve eu priminha.. não sou italiana... mas sou machado.. hehehe bju
Fernanda Lúcia Duarte Machado, , 35 anos, de Betim

oi, marcos! sou bisneta do lino, que penso ser irmão do seu bisavô luigi. você conseguiu alguma informação? se puder, entre em contato comigo. obrigada
Daniela, , 2017 anos, de

Ferruccio Bolognani ciao, como stai? La mia origine è Vigo Cavedine, che si trova nello stato di Trento. E qual è la sua origine? grazie per il contatto. Grazie mille. Att. Fábio
Fábio Bolognani, Empresário, 34 anos, de Ouro Fino

e mail do fabio bolognani é: fabio_bolognani@hotmail.com abraços, paulo chisté
paulo henrique chiste da silva, fisioterapeuta, 47 anos, de ouro fino

Caro Ferruccio Bolognani,sou Paulo Chisté, atual presidente do C.T.di Ouro Fino,nosso amigo Fabio Bolognani tem sua origem em Vigo Cavedine e seu e mail é: ourofino@trentininelmondo.it
paulo henrique chiste da silva, fisioterapeuta, 47 anos, de ouro fino

Bom dia Gostaria de saber, como esta minha cidadania? A data foi 25/11/2005, TN0539 meu bisavo, Pietro Bastiani. Att Ubirajara.´.
ubirajara bastiani galliani, representante, 58 anos, de blumenau

gradirei conoscere da FABIO BOLOGNANI la sua origine. Ho viaggiato in Brasile e scritto un reportage DALLE FORESTE INCANTATE. A San Paolo ho cercato dei Bolognani. ciao. grazie per la risposta
ferruccio bolognani, professore in pensione, 82 anos, de arco (trento)

Boa noite,tenho toda documentacao pronta para dar entrada no processo. Gostaria de saber se posso, haja visto que anteriormente havia sido bloqueado para descendentes austro-hungaros. Aguardo retorno.
Rafael Madeira Santos, bancario, 31 anos, de Curitiba

Ciao Maksuel, mi chiamo Cristina Plotegher e vivo in Italia precisamente in Trentino Alto Adige forse ti posso aiutare con informazioni sui Plotergher in Italia. Se vuoi scrivimi pure per E- mail
Cristina Plotegher, , 37 anos, de

Boa tarde !!! Dei entrada na minha cidadania em 2006 . Gostaria de saber se sem ter recebido a cidadania ainda , eu posso passear na Itália ? O que tenho que fazer ? Obrigada .
Ivana Maria Merlo Brahim , , 62 anos, de

Olá, gostaria de saber sobre a minha dupla cidadania já assinei faz tempo o número do processo é TN 0334 e a data do envio do protocolo para Roma é 14/08/2006, é normal demorar tanto? Como posso conseguir mais informações sobre o processo? Obrigada.
maximila carlota Bona, empresária, 37 anos, de Blumenau

MUITO AGRADECIDO, ESTA SENDO DE GRANDE IMPORTÂNCIA SUA INFORMAÇOES .. GRATO
ODIRLEI BORATTI, representante comercial, 38 anos, de NOVA TRENTO

Minha irmã, através do seu Advogado, recebeu um DOCUMENTO do MINISTERIO DO INTERNO de ROMA dizendo que : o N.O. ( Nulla Osta ) foi enviado de ROMA para O CONSULADO DO RIO DE JANEIRO no dia 21/08/2009 com a PROTOCOLLO K.A.U. 1077... Nesse mesmo documento tem um outro NUMERO ou CODIGO que é : T. 0222/0118 !!! Gostaria de saber se baseados nesses dados e fatos eu posso entrar em contato com o CONSULADO do RJ pra obter minha cidadania ?! Minha irmã depois de muita luta e sacrificio conseguiu através do seu Advogado adiantar o processo de cidadania dela... levando em conta que demos entrada no Rio de Janeiro no dia 10/09/2004 a mais de 7 anos !!! Se alguem souber e puder me ajudar, eu agradeço muito !
Paulo Henrique Trevisani, Vendedor, 35 anos, de Nova Venécia

OLA VAINE ESTOU CONVIDANDO PARTICIPAR DO DECIMO ENCONTRO FAMILIA FOLETTO EM IJUI/RS DIA 23/10/2011 SOU UMA DAS COORDENADORAS DESCENDENTE DE PEDRO PAULO FOLETTO....AGIARDO RETORNO..FESTA MARAVILHOSA...........
rejane da rosa, CONTABILISTA, 57 anos, de IJUI

Tem certeza que é Boratti? Nas minhas pesquisas encontro BONATTI vale a pena conferir no link http://www.imigrantesitalianos.com.br/ ali tem os nomes de sobrnomes de imigrants italianos e quando chegaram.
maria elizabeth, , 2017 anos, de cabo frio

prezado amigo voce tem certeza que o sobrenome é boratti porque em minhas pesquisas enquanto descendente de imigrantes italianos sempre encontrei o sobrenome "Bonatti" e no enderço abaixo encontram-se dois Franciscos (Franchesco) http://www.imigrantesitalianos.com.br/Bonatti.html, vale a pena voce investigar. Tambem tem um portal com muita informação interessantee: http://www.imigrantesitalianos.com.br/
maria elizabeth, , 2017 anos, de cabo frio

Olá Marco Segue o link do arquivo do Rio de Janeiro, onde consta este navio. http://www.imigrantesitalianos.com.br/arquivonacional.html
Andrea Dana, , 2017 anos, de

Agostinho, estou finalizando a coleta de nomes da "Familia Mathedi" para compilar a respectiva árvore genealogica. Entre os Mathedi há a Marcelina Mathedi, nascida em 1890 que casou com Paolo Voltolini, originário de Grigno. O casal teve onze filhos e residiu em Nereu Ramos/Ribeirão Cavalo. Muitos dos seus descendentes ainda moram na região. Se esta familia for do ramo do teu ramo e tiveres interesse nas minhas informações, favor me deixe saber. Abraço. Mauro Lenzi
Mauro Lenzi, Aposentado, 70 anos, de São Paulo

Saber Mais sobre a Familia inclusive encontros etc.
Liane Voltolini, Psicologa, 53 anos, de Rio do Sul

Ola, estou procurando informações sobre meu avô, seu nome era Paulo Marchetti, ele veio da Itália ainda criança, gostaria de saber mais sobre sua história, se alguém tiver informações sobre a história da família Marchetti, por favor, entre em contato. Obg.
Andresa Marchetti Morais de Oliveira, Analista de Recursos Humanos, 33 anos, de Campinas

OLÁ, ESTOU EM BUSCA DE PARENTES CUJO SOBRE NOME `BORATTI` ESTOU PROCURANDO DADOS DOS MEUS ANTEPASSADOS VINDOS DA ITALIA, QUE SEI POR HORA QUE MEU TATARAVO SE CHAMAVA FRANCISCO BORATTI..
ODIRLEI BORATTI, representante comercial, 38 anos, de NOVA TRENTO

Gostaria de saber onde a Banda I SANTO CALIFORNIA, irá fazer shows aqui no Brasil. Será que eles podem vir até aqui em Brasília/DF??? Obrigado, VALDIR BRAZ
VALDIR BRAZ DE AZEVEDO, Assistente Social - Militar - Am, 2017 anos, de Brasília

Prezado amigo, Gostaria de trazer a banda I Santo California, aqui em Brasília/DF. Tenho um clube, onde sou Diretor Social, podendo ter patrocínio da Embaixada Italiana aqui no DF. Posso chamar todas as Escolas de Língua Italiana, também. Mas o público maior, será os últimos românticos que ainda existem por aqui. Att. Valdir Braz
VALDIR BRAZ DE AZEVEDO, Assistente Social - Militar - Am, 2017 anos, de Brasília

caro amigo, tente entrar no site www.imigrantesitalianos.com la tem varios navios em que desembarcaram nossos antepassados vale a pena verificar. abraços e boa sorte
guido tafner, empresario, 2017 anos, de belo horizonte

Olá César.. Meu nome é Yuri, tenho 21 anos. Não tenho Nardeli no meu nome, mas o meu avô tinha. Recentemente comecei a fazer uma pesquisa sobre meus antepassados pois gostaria de solicitar a dupla cidadania italiana... e meus tataravôs se chamam Fortunato Nardeli e Corina Elida Nardeli. Achei muita coincidência, exceto pelo fato de que na minha família o Nardeli tem apenas um L. Como vc chegou a essas informações de 1870? Aguardo resposta atenciosamente.. grade abraço!
Yuri Novato dos Santos, Aux. ADM., 27 anos, de Niterói

Bom dia. Estamos trazendo a Banda I Santo California da Italia para apresentações em Santa Catarina, quem desejar ter este show em sua cidade entre em contato comigo. Roberto Brolese (48) 9628 7726
Roberto Eder Brolese, Engenheiro Civil, 56 anos, de Criciuma

Boa Noite! vc conseguiu as informações dos fortunatos? tenho uma amiga q mora na suiça e é bisneta do ferdinando e n encontra o obito para fazer o processo de cidadania, por favor se tiver alguma informação me avise, tenho algumas copias de documentos deles...
rodrigo negrato, aux escritorio, 40 anos, de Bauru

Ola pessoal, so da região da missoes do RS, e estou em busca dos antepassados de minha familia, então quem souber algo sobre a familia DALPIAZ e puder passar p o meu e-mail, estou a disposição de todos, meu e-mail é LIGIDALPIAZ2YAHOO.COM.BR.
Ligiane Dalpiaz, atendente, 25 anos, de santo ângelo

Boa tarde, procuro o livro de desembarque no rio de janeiro em 1 de outubro 1875, vapor belgrano. Se alguém puder uma dica, obrigado
Marco Aurelio Franzoi, engenheiro civil, 38 anos, de Balneário Camboriu

Olá Júnior ,eu sou a simone mãe do bebeto .Estou tentando entrar em contato com seus pais mas nos desencontra-mos sempre .Entre em contato pelo meu email najablond@gmail.com Saudades de vocês.
simone schoemberger, Administradora, 43 anos, de Curitiba

Bom dia Roberto na minha cidade tem família Lunelli , muito forte, entre em contato com a Lunelli Textil ( Antidio , Viviane , Denis) , eles tem o livro da família deles , pesquizado pelo Antídio , para ver se vocês tem ligação , Boa sorte!
Mauro José Dias, Empresário, 60 anos, de Jaraguá do Sul

família Bridarolli, originaria de Cavedine
Tiago, , 18 anos, de Curitiba

gostaria de saber como conseguir um livro da familia lunelli ja que o meu antepassado saiu de civezzano . ciao
roberto lunelli, comerciante, 2017 anos, de bento gonçalves

Vou disponibilizar meu email para que pessoas ligadas a familia Voltolini entrem em contato: potranca@uol.com.br Agostinho Cesar Voltolini Jaragua do SilSC
agostinho cesar voltolini, Optometrista, 58 anos, de

Se eu puder ajudar no seu livro.... Me mande um e-mail do que vc precisa sobre minha família.
Giovana Maike Voltolini, , 2017 anos, de Jaraguá do Sul

Resposta para Ana Fausta Borghetti. Infelizmente a notícia que temos, não é das melhores. O prazo para novos pedidos de cidadania para descendentes trentinos, terminou em 20/12/10. Com isso, ninguém consegue mais requerer por esta linhagem. CT di Curitiba www.trentini.com.br 41 3222-9033 CONTATO ENVIADO EM 07/09/2011 18:33:46 -------------------------------------------------------------------------------- Nome: Ana Fausta Borghetti Email: Telefone: -----------MENSAGEM--------------- Boa tarde! Gostaria de ter informações caso queira incluir a mim e a minha família no processo de Paolo Borghetti, já que é avô do meu pai. Aguardo. Obrigada. Ana Fausta Borghetti
CT di Curitiba, , 2017 anos, de

Olá, minha mãe é Melchioretto, somos de Luis Alves, ela tambem tem interesse em documentos sobre a dupla cidadania. Abraço
Caroline Martini, Estudante, 27 anos, de Luis Alves

Oi,minha família tem o sobrenome Tolomeotti se vc quiser alguma informação pode me conectar...também tem facebook.
simoni tolomeotti, , 42 anos, de florianópolis

leonardo, vi sua escrita no mural. voce nao diz se deu entrada pelo consulado, qual, ou se deu entrada em pessoa em roma. tendo dado entrada em 2004 voce deveria pelo menos ter o numero KAU, para voce poder acompanhar o seu processo. se deu entrada em sao paulo, ixi, enrolou... corre atras, cara. sorte!
sergio, analista de sistemas, 34 anos, de trento

Olá. e em que ano que deu entrada na cidadania, só por curiosidade...
Divo José Molinari, economista, 55 anos, de Curitiba

O nosso sobrenome Eccher é de origem alemã,tendo a sua escrita original como "Ecker". As variantes do nosso nome são: Eckermann, Ecker, Echer, Eccher, de Eccher e Acker. Acredita-se que a familia tenha surgido por volta do século XII, na Baviera,no Sul da Alemanha. No passar dos anos, alguns Eccher se mudaram para o Tirol,no Sul da Áustria. Na época do Império Austro-Hungaro, alguns Eccher sairam da Áustria e foram para a região de Trento,no norte da Italia.Depois imigraram para o Brasil por volta dos anos 1876. Muitos Eccher, são provenientes de Isera, Trento;e se estabeleceram em Nova Trento,Santa Catarina.Outros provenientes de Caldonazzo, se estabeleceram aqui no Rio Grande do Sul. Há muitos Eccher, nos outros estados brasileiros e também em países da América do Sul.Aqui em Gramado a nossa Família Ecker é numerosíssima.Meu bisavô foi Guilherme Ecker,Meu tataravô foi Sisto Ecker,Meu avô foi José Ecker,todos estabelecidos e oriundos de Santa Lucia do Piaí, em Caxias do Sul.
Régis Alexandre Ecker, Corretor de Imóveis, 41 anos, de Gramado

Olá Agostinho, gostei muito da sua iniciativa. O nome da minha mãe é Elsa Voltolini. Eu entrei com o processo de cidadania em 2009 no Circolo Trentino de Curitiba. Ficarei contente em ajudá-lo no seu trabalho compartilhando as informações que possuo sobre os Voltolini. Eu certamente vou querer adquirir seu livro no futuro. Por favor, informe seu e-mail ou me envie um no edsonlorencetti@gmail.com um abraço!
Edson Lorencetti, , 32 anos, de Jaragua do Sul

Entre em contato com a Vinicola Peterlongo que provalvelmente poderemos ajudar.
José Emanueli Jr., , 2017 anos, de

Olá, Elton gostaria de saber alguma coisa sobre a família Capelleto se possível . obrigado.
vaine Regina Pillon Foletto, professora, -43 anos, de Santa Maria

Ola, Gostaria de saber das pessoas que tiveram a cidadania italiana reconhecida, se durante a espera do processo foi feito algum contato com a Italia. Demos entrada no nosso processo em 2004 (envio a Roma) e até agora não obtivemos resposta. Inclusive enviei uma cara para Italia porém sem sucesso. Alguem fez algum outro tipo de contato ou apenas esperou? Obrigado Leonardo
Leonardo Pape Neto, Administrador, 35 anos, de Curitiba

Estou escrevendo livro sobre a familia Voltolini e junto fazendo Árvore Genealógica. Necessito informações de pessoas com este sobrenome afim de que possa sair um trabalho mais completo possível. Entrem em contato. Abraços Agostinho Cesar Voltolini Jaragua do SulSC
agostinho cesar voltolini, Optometrista, 58 anos, de

oii wagner, o pai do nosso avô era José Pacifico Trentin e ele veio da italia da cidade de Trento,mas não sei mts coisas pois estava pesquisando mas não encontrei quase nada só umas comunidades no orkut que falam alguma coisa sobre imigrantes
luisa trentini, , 19 anos, de tres coroas

desejo encontrar descendentes de João(Giovanni Girolano) Locatelli e Thereza Zenatti. Estes casaram-se em Garibaldi em 1897 e nada mais sei desta família. A Tereza é irmã mais velha do meu bisavô materno Jacinto Zenatti. Imagino que poucos anos após o casamento o família mudou-se para outro local ainda desconhecido para mim. O objetivo é pesquisar e para isso preciso saber para onde mudaram-se, nome dos filhos, onde ocorreu os óbitos ao menos do casal. Quem for ou conhecer descendentes favor informar. Muito obrigado. Milton
Milton Roman Ross, serviço público, 61 anos, de Dourados

Caro Crepaz, entrei com o processo no CT de Jaraguá do Sul e aguardei esse tempo todo. Abr
Claudio Piccoli, Advogado, 45 anos, de Jaraguá do Sul

Meus parabens Claudiomiro pela cidadania conquistada... Você fez algo para receber(entrou co processo) ou só aguardou todo esse tempo?
Vanderlei crepaz, , 44 anos, de Rodeio

Correção: a minha cidadania italiana foi reconhecida em julho de 2011.
Claudiomiro Piccoli , Advogado, 45 anos, de Jaraguá do Sul

Caro Elton e toda a equipe do portal, quero agradecer a todos pelo trabalho e compartilhar a felicidade de ter obtido o reconhecimento da cidadania italiana no mês de julho de 2010. Processo que iniciou em dezembro de 2005. Abraço a todos.
Claudio Piccoli, Advogado, 45 anos, de Jaraguá do Sul

Prezados Recebi no mês de julho minha cidadania italiana!!! O processo se iniciou em 2000 pelo circolo trentino de Piracicaba. Em 2004 assinamos documentos no consulado em São Paulo e agora em 2011 da chegou a notícia da cidadania. Aos que sofrem de pela demora, vale a pena ser paciente. Boa sorte a todos!!!
Gleison R Vitti, Engenheiro Mecânico, 39 anos, de Jandira

gostaria de saber se alguem com o sobrenome pigoretti consiguiu a cidadania italiana ?meu tataravo se chamava PIETRO PEGORETTI ,meu trisavo se chamava ANTONIO PEGORETTI,meu bisavo se chamava RICARDO PEGORETTI.. ATT
claudinei da silva picoreti, , 39 anos, de cariacica

Ola Lourdes, tudo bom? Acho que nem tanto não é? Infelizmente é isso que vc viu, deram um prazo para os trentinos 20/12/2010 e o que é pior é que somos tratados de forma bem diferenciada dos demais desc. italianos, se p/ os processos jus sanguinis ha muita burocracia, nos processos trentinos nem se fala, uma demora sem tamanho. Aguardamos alguma mudança no sentido de se melhorar este tempo de espera nos processos e que o processo de trentinos possa ter os mesmos direitos dados aos descendentes do reino da Italia. Te desejo sorte!
kadu, , 2017 anos, de gov. valadares

Boa tarde. Ontem li bastante sobre o antigo Império Austro Hungaro, na internet , principalmente sobre os trentinos.Li também vários recados do mural. Dessa forma encontrei resposta para minha pergunta. Espero que a sociedade Trentina consiga reverter essa situação. Obrigada pela atenção. Lourdes
lourdes N A, , 2017 anos, de

Bom dia. Gostaria de saber se ainda tenho chance de conseguir a cidadania italiana. Não sabiamos que havia restrições para os descendentes dos trentinos . Eu estou com a certidão de nascimento de meu avô desde 2002 e desde essa data fiquei tentando achar a certidão de casamento dele e também certidão de nascimento da minha avó pois supúnhamos que o casamento seria na cidade onde ela nasceu. Em junho conseguimos esses documentos ,só que não sabíamos da lei. Fiquei sabendo quando fui no vice consulado dia 27 de julho. Há alguma possibilidade ainda? Obrigada Lourdes
lourdes N A, , 2017 anos, de

Oi Erondina td. bem? tb. estou saber sobre a familia Gadotti, meu bisa era Candido Rafaelle Gadotti, nasceu em gazzadina...
Margarete G. Fioravanti, Administração de Empresa, 55 anos, de Piracicaba

Oi Gabriel , também procuro a minha Família :Tomazoli, aqui no Brasil,gostaria de saber de qual região nós somos da Itália .Se vc tiver alguma noticia me avise .Muito obrigada , um grande abraço !!
Elisabeth Tomazoli, Aposentada, 59 anos, de Bragaca Paulista

Caro Sr. Elton, sera possivel obter exito no processo de cidadania italiana de origem trentina, não tendo o registro do casamento? Porem, foi meu bisavô (italiano) quem registrou o filho(meu avô), este fato pode ajudar no caso de não ter o reg. de casamento? Ele (meu bisavô) no regist. disse ser italiano, casado, o nome da fazenda onde casou, nome da esposa, dos pais dos sogros e nos docs futuros como batizado de meu avô, obito dele, consta ser casado. Com todas estas informçoes a respeito dele(meu bisavô) não seria mantido o direito? O
kadu, , 2017 anos, de gov. valadares

Bom dia Elton, Minha avó era filha de italianos, nascida aqui no Brasil, familia CASUCCI, de Cremona, meu pai nasceu em 1930. Sera que da pra tentar cidadania por ela? Obrigado.
sebastiao cantarino, , 2017 anos, de gov. valadares

eu tambem estou a proucura de parentes . meu avo se chama Theodoro Moschem,qualquer coisa mande uma resposta bjs Selma
selma moschem, cabelereira, 42 anos, de jacaraipe serra

não conheco nem um parente meu pai é alfonso herold e minha mãe claudina trentin herold sei que meus avos era jose pacifico e a vó era caterine goroni trentin mais não sei queria ao menos conversar com alguem
deoclecio herold, aposentado, 2017 anos, de arvorezinha

Oi Jaqueline, queria saber se você conseguiu alguma informção sobre o teu bisavô, também estou atrás destas informações, se você tiver alguma coisa para me ajudar, te agradeço. Obrigada.
Fabielli de Oliveira Montelli, contadora, 40 anos, de Canoas

Olá Nair, tudo bem? Nossa família já tem um processo em andamento, com o nome Giovanni Batista Moscheni, o qual esta em Roma desde 2008. se você procurar tem o processo em aberto com o número 0809aqui no circolo trentino. caso queira mais alguma informação, entre em contato comigo no meu e-mail, que teremos maiores informações, pois tambem tenho curiosidade em conhecer minha familia. minha ciodadania já esta encaminhada, quem sabe, consigamos lhe auxiliar em algo. um forte abraço Adiel Moschem
Adiel Moschem, Tecnólogo em Manutenção de Aeron, 35 anos, de Curitiba

como vai amigo
neusa s da silva - , cabeleireira, -43 anos, de praia grande

Cristiane ainda não pode pois pela lei italiana o prazo ja se encerrou terá que aguarda uma nova abertura para entrega do processo...
Aline Andrade Inacio, DESPACHANTE DE CIDADANIA, 37 anos, de SERRA

Sonia este numero é o numero da pasta de sua familia, a familia ja tem cidadania
Aline Andrade Inacio, DESPACHANTE DE CIDADANIA, 37 anos, de SERRA

Aguardo contato para que possa te mandar a arvore genealogica dos Postai. Abraço
GENTIL POSTAI, APOSENTADO, -33 anos, de SÃO BENTO DO SUL

oi odila perdi o contato com vc, mas agora estou morando em caxias, sai de canoas ha 4 meses
crislene Uez, tecnica enfermagem, 37 anos, de caxias do sul

Caro Ivan, Para mim é surpresa a existencia de Nardellis aí em Pernambuco. Mas quero te dizer que a nossa origem principal é Matarello, na região de Sopramonte, bem proximo ao Centro de Trento. Lá na Itália em Trento, existe o Gianko Nardelli, que é o Secretário de Cultura, é Cantor, ator, etc..., muito conhecido. E u sou descendente de Antonio, depois veio meu avô Rodolpho e meu pai Eviatore. O Rodolpho tinha dois irmãos, um ficou radicado em SP, que não sei o nome, e outro ficou aqui em SC, se instalando na região de Laurentino, proximo a Rio do Sul. Lá formaram grandes comunidades. Nós ficamos proximo a Blumenau, na região de Rio dos Cedros, formando uma família menor.Mas temos Nardelli, muitos em São Paulo (Sertãozinho, Lorena, etc...) Brasília, e Santa Catarina. Fico a sua disposição, caro parente. Abraço Gilmar
Gilmar José Nardelli, Jornalista, 2017 anos, de Navegantes

Gentil Postai Seria o Postai,secretário do Colé- gio São Luís, dos anos 70 ? Fizemos a Escola Técnica,juntos, lembra ? Me manda notícas,Postai. Um abração
Joaquim B. Pedrotti, Administrador aposentado, 66 anos, de Jaraguá do Sul

Caros, Tento consultar no site os "processos que retornaram de Roma", mas o site não carrega a página inteira.
Cristhian Tambosi, , 32 anos, de Curitiba

Sou descendente de Paolo Vitti - meu bisavo. Minha mae Ignes Vitti, filha de Catarina e Joaquim Vitti - nascidos em Piracicaba - Fiquei curiosa ao ver seu sobrenome Vitti.
maria vendemiatti carvalho, Aposentada, 74 anos, de Sao Caetano do Sul

Gostaria de saber como esta o processo TN 0645 da dupla cidadania Italiana
Dalcizio Emilio Dalçoquio, , 2017 anos, de Itajai

Seu Bisneto de Giovane Zanato, casado com Teresa Valentin Trevisan, veio para o Brasil,com seu irmao Amadeo Zanatto, fixou-se em São Simão SP e teve a sua filha(minha avó) Regina Zanatto
Carlos Roberto Lopes, Vendedor, 51 anos, de Marilia

Por favor gostaria de entrar em contacto com a presidente do Circulo Trentino, Izabel Nardelli Mengarda, muito agradecido
Rubens de Medeiros Barbosa, Comerciante, 61 anos, de João Pessoa

Minha familia ja recebeu do consulado em Sao paulo a confirmacao da cidadania.Minha mae irmaos receberam as correspondencias.A minha carta se extraviou,gostaria de saber como proceder.Vou para Italia em julho e tambem queria tentar conseguir o passaporte.Abraco a todos
tulio jose tomass do couto, medico, 53 anos, de indaiatuba

A familia DELLAI e oriunda de CIVEZZANO-TN - Italia Ja consegui os docs de nascimento de meus ancestrais, graças ao empenho de Dom Guido Aguirre, ao qual agradeço e muito. Estou postando pois nao haviam informaçoes a respeito dos DELLAI, cfe li em e.mail de Luzerna. Sao entao oriundos de Civezzano-TN: Antonio Andreia DELLAI e Giuseppe DELLAI francisco jose dellai -Araras-sp l muito, e assim
francisco dellai, REPR.COML, 2017 anos, de ARARAS

Olá Nair tudo bem? Sobre as buscas de sua família, o que posso te aconselhar é o que todos geralmente recebem de conselho. A não ser que alguém já tenha feito todo esse trabalho de busca de ancestrais, é difícil alguém saber de todas essas informações, por isso devemos buscar mais informações na nossa própria família. Nesse momento o que é preciso fazer é, em primeiro lugar, entrevistar os parentes mais antigos que possam fornecer informações importantes, inclusive sobre datas (eles podem não lembrar da data exata, mas podem lembrar que tal pessoa faleceu antes desse entrevistado casar ou de tal filho nascer). Quando tiver nomes e pelo menos o ano aproximado, as buscas partem para os cartórios, na tentativa de localizar as certidões que são provas concretas da existência dessas pessoas. Essas certidões vão fornecendo dados até se chegar ao ancestral que veio da Italia. Muito interessante que você já saiba até a cidade de onde vieram, então, que outras informações você busca?
Thiago Dambros, Psicólogo, 29 anos, de Capinzal

Gostaria de saber mais sobre a familia DORIGATTI em especial sobre CAETANO DORIGATTI arvore giniologica, lugar de origem da Itália Obrigado
Jair l. Dorigatti , Aposentado, 57 anos, de Guaramirim

Por Favor,e Muito Obrigado SRS
Carlos Tafine, ourives, -50 anos, de SP

Erondina. O meu bisavô se chamava Domenico, meu avô ANgelo, e meu pai Herminio. ´Nós temos a árvore genealógia dos Postai.Preciso mais algumas informações - aguaardo
GENTIL POSTAI, APOSENTADO, -33 anos, de SÃO BENTO DO SUL

Elton, realmente o ideal seria que a hospedagem e os trabalhos fossem realizados no mesmo local, de forma a não se perder tempo em deslocamentos e esperas. Mas isso nem sempre é possível. Como a oportunidade de nos encontrarmos em nível nacional não é muito comum, é obvio que as pessoas acabam usando todo o tempo possível para este conhecimento inter-pessoal e inter-círculos. Não poderia ser diferente. Da parte da ATM, a difusão de documentos escritos pré-seminário, teria facilitado bastante os trabalhos, bem como economizado tempo. Saluti, Pedro CArraro.
Pedro Carraro, Arquiteto, 54 anos, de Porto Alegre

Peço a todos os CIRCOLOS que enviem a programação das festividades com antecedencia para que se possa participar,e não após o evento., pouco importa. abraços - Postai
GENTIL POSTAI, APOSENTADO, -33 anos, de SÃO BENTO DO SUL

olá gostaria de saber oque acontece quando os registros foram destruidos pela guerra,tenho a certidao de casamento dizendo o local de nascimento e um archivio di stato que diz a data de nascimento oque faço para ter a certidao de nascimento???
aline, , 2017 anos, de

Boa tarde Elton, tudo bem? Concordo contigo em alguns pontos. Quanto a estrutura do evento não há o que falar, porém quanto aos horários, não foram cupridos como deveriam. O discurso realmente foi muito longo pra se dizer o que realmente o Convegno se propunha. Possivelmente por estar com algum receio de ferir ou provocar alguma reação mais exaltada. Usou-se de uma ratórica, estratégica, para começar a transparecer no final. Decisões poucas, ou sem efeito. Mas o que realmente valeu foram as trocas de experiências e realidades de cada Circolo. Abraços. Atn. João.
João Andreis, Hoteleiro, 52 anos, de Caxias do Sul

Quero receber informaçoes da Familia Moschen ou Mosquen. Meu bisavo, Carlo Mosquen e oliva bertoldi ,tiveram muitos filhos, maximino (meu avo) joao, otavio,carlos,pedro,victorio, paulina,amelia,ana. maria ,adolfo. Mas eu queria saber mesmo dos pais e dos irmaos de meu bisavo,que vieram da italia de levico terme. tenho muita curiosidade de saber desses mosquen ( Moschen) sei que muitos mosquen mora na argentina ,mas nao sei se somos parentes ou nao. alguem conhece a arvore dafamila mosquen? podem me ajudar? poço adiantar que da familia de meu bisavo carlos mosquen eu conheço alguns e ondem moraram.ex. o Adolfo o Carlos o Pedro moraram e sao miguel do oeste sc,a a paulina ,ana ,amelia e o otavio em sao lourenço do oeste sc, o joao o victorio em caxias do sul /RS. Mas dos irmaos de meu bisavo nao sei quem eram se poderem me ajuda fico grata Nair
Nair Mosquen Basei, agricultora, 2017 anos, de Capinzal

Olá Marcelo, Penso que no site do "Ministero" não é possível verificar nossos processos. Você é descendente do Gioacchino? Faço a genealogia dos Girardi e gostaria de trocar informações com você. No site http://mgirardi.eu5.org/phpged tenho muitas informações relevantes sobre nossa família. Abraços, Mauricio Girardi.
Mauricio Girardi, Professor, 2017 anos, de Araranguá

Gostaria de saber como descubro a Prefettura di presentazione e a Data presentazione (GG-MM-AAAA) para verificar o andamento do processo TN0055v- família Gioachino Girardi no site do Ministero dell interno. Obrigado.
Marcelo, , 41 anos, de Cascavel

Boa tarde. Sou filha de "POSTAI" (pai: Arcângelo) e "GADOTTI" (mãe: Leonilda). Todos de Rodeio, SC, Brasil. Os pais e avós da mãe se casaram entres primos irmãos, ou seja, todos são GADOTTI. A mãe do meu pai se chamava Ida Negherbon e o pai de meu pai se chamava Carlos Postai. Enfim. Até onde sei tem Também Stolf, Uler e Tamanini (creio que é assim que se escreve...???) que faz parte. Estou escrevendo porque tenho curiosidade de saber mais detalhes de meus ascendentes. No mais aguardo noticias. Um ótimo final de semana e fique com Deus. Erondina
ERONDINA, , 2017 anos, de

Sou da família mechioretto e também tentei consegui cidadania italiana mais foi impossível o melhor jeito e fazer na italia lá vc consegue em menos de 1 mês.existe muitos melchioretto em Luiz Alves ,e documentos também.
José Carlos melchioretto, Arquiteo, 2017 anos, de Dois lageado

Olá José, Gostaria de saber se você não poderia enviar o brasão da família para o meu email, se for em imagem digital. Se puderes agradeço.
Sérgio Campestrini, Funcionário Público, 39 anos, de Laurentino

quero receber noticias de meu avô Florindo Hungaro e seus irmão que vieram da italia em meados de 1915.
maria helena hungaro, autonomo, 58 anos, de bandeirantes

Tenho o brasão da famiglia Zanetti.Se houver interesse mande pedir. jorge bertin
jorge souza costa bertin, sociólogo, 81 anos, de Viamão

Olá Maria.... Eu acho que você é prima do meu pai. Meu Pai é bisneto do Gioseppe, Neto de Henrique Vinotti e filho de Valmir Vinotti..... Me escreva pra gente conversar... michelle_publicidade@yahoo.com.br Braços
Michelle Vinotti, , 2017 anos, de Blumenau

Para; Siria Rosato, temos dois processos de cidadania na familia, um em que está minha irmã TN 0666, que j´s está em Roma e outro onde está minha documentação, que ainda encontra-se em Curitiba. Você também ajudaria com relação a isto? Verificar como está o processo em Roma, etc?
Maria José Reis Pontoni, Advogada, 2017 anos, de Curitiba

Também gostaria de saber, meu processo é o mesmo e até hoje não recebi resposta alguma. Grato.
André Henrique de Rezende Almeida, Biólogo, 31 anos, de Barra de São francisco

Estou pesquisando sobre a data exata da entrada de meu bisavô, Emanuelle Peterlongo Filho , casado com Regina. Minha avò é Flor Da Lice ( filha de Emaneulle e Regina ) nascida em Garibaldi. Eu também nasci em Garibaldi. Sou filho de Júlio Peterlongo Rosa e Ruth Santos.Tenho uma irmâ, Jussara. Aguardo ajuda. Obrigado. Newton.
NEWTON SANTOS ROSA, médico, 84 anos, de Porto Alegre

Jane Cristina Gurtler Cova O meu avô paterno se chamava Gustavo Gurtler e da avó Ana Sigler Gurtler
MARIA LIERTE GURTLER, Funcionária pública , 57 anos, de Vitória

Olá,sou bisneta de Natal Dorigatti e Carolina Zeni Dorigatti,da região de Amparo-SP.Natal Dorigatti era filho de Giuseppe Dorigatti,vindo da região de Trento-Italia.
marcia xavier, , 43 anos, de são paulo

Débora,eu também sou descendente do Amadeo,tenho o Registro de Entrada de Imigrante dele.Ele chegou aqui em 1875 com 4 anos,era agricultor.Ele embarcou no Porto de Havre em 17/04/1875 no navio Rivadávia e desembarcou no Porto de Vitória em 02/06/1875 do navio Bahia.Minha avó é neta dele.
Bruna Martinelli, , 2017 anos, de

Boa tarde Valdirene! Encaminhei a papelada da cidadania italiana final do ano passado. Sobrenome Garbari. Com certeza é do mesmo que o meu, pois vieram em três irmãos da Itália para Nova Trento. Aí fui buscando de todas as gerações até chegar no meu tataravô João Garbari. Provavel que o Albino seje irmão do meu bisavô Guilherme Garbari. Podemos conversar, anota meu e-mail aí: jeffersongarbari@terra.com.br Tem que ver porque era de trento, aí só poderia ter encaminhado até fim do ano. Não sei se irão abrir dinovo. Questão de se informar, mas posso te ajudar, até para trazer o documento lá da Itália. Único que não consegui foi o óbito do italiano em Nova Trento, em nenhum dos cartorios ai fiz certidao negativa.
Jefferson Garbari, Contador, 28 anos, de INDAIAL

faço esse serv. e moro na italia. se precisar do meu trabalho, contatar-me.
Siria Rosato, adm, 54 anos, de castelnuovo del garda

Maksuel sou do espirito santo, bom... as familias que ja tem o seu T10 isso informa que é o numero da sua cidadania... caso haja alguma duvida estou a disposição
aline andrade inacio, Despachante de documentos, 2017 anos, de Serra

estou procurando sobre meu bisavo pietro bosquetti seus pais,mateus bosquetti e henriquetta bosquetti , talves boschetti boschetto talves matteus seja matteo gostaria de faser a minha cidadania
jane estela stano bosquette, aux otonto, -43 anos, de içara

Vi a notícia sobre o encontro dos circolos em Camboriú, e gostaria de saber se é permitida a entrada de outras pessoas que não dos circolos, e se existe a chance de se criar um circolo aqui no litoral norte (Itajaí,Baln. Camboriú,etc), tenho forte interesse de participar se possível.
eduardo schiefler, arquiteto, 38 anos, de itajaí

Ola o vo de meu marido se chamava Albino Garbari e morava em Nova Trento, gostariamos de saber por onde comecamos para tentarmos a cidadania italiana. Nao temos nem um documento, dos avos de meu marido, absolutamente nada. Obrigada
valdirene, , 2017 anos, de Malden,Ma - EUA

ola familia queremos .saber novidades de voces
eliane, supervisor de caixa., 2017 anos, de ceilandia norte brasilia df.

gostaria de saber o nome dos seus avos para saber se são parente dos meus avos
jane cristina gurtler cova, estudante, 39 anos, de

Olá, sou da familia Melchioretto, quero juntar os documentos pa fazer dupla cidadania,vc tem algum parente Melchioretto? Se tiver interesse entre em contato.
Allan Felipe Melchioretto, Eletricista, 33 anos, de Guaramirim

Cara Ana Cristina , fico contente por ver o sobrenome Negri na telinha.Um dia , tenho Fé , deixarei o meu depoimento também. Um abraço .
luzia N.Bezerra., Do Lar, -32 anos, de Rio de Janeiro

PRETENDO DAR ENTRADA NO MEU PROCESSO NA ITALIA MEUS TATARAVO E DE RIVANA TRENTO SERA QUE CONSIGO. EMOUTRO COMU SEM SER DE TRENTO
CRISTIANE NUNES, SERVIDORA MUNICIPAL, 29 anos, de ITAGUAÇU

ISABEL! RECEBI HOJE, DIA 21/03/11, MINHA CIDADANIA ITALIANA TRENTINA. TENHA PACIENCIA PORQUE CREIO QUE VOCÊ ESTÁ NA RETA FINAL. FELICIDASDES. BENEDICTO MENEGUINI
BENEDICTO MENEGUINI, ADVOGADO APOSENTADO, 85 anos, de SALTO

Efetuei o cadastro no site do Ministro dell Interno, para a consulta do processo de cidadania. Porém, não sei qual o número do processo que eu devo preencher para acessar o andamento. Aqui no círculo é o TN0052. Também não sei qual a data que eu coloco. Atenciosamente, Yuka
Yuka Nardelli Piloni Barbiero, Agente de viagem, 43 anos, de São Miguel do Iguaçu

Olá, o meu processo já esta na comissão em Roma, então liguei para o numero que tem aqui e eles passam um site onde lá posso verificar meu processo. eu estou pedindo ajuda para conseguir verificar pois não sei aonde coloco o número do meu processo. este é o link https://cittadinanza.interno.it/sicitt/AssociaDomanda lá aparece algo do tipo K10, K10/C que eu não sei o que significa... POR FAVOR ME AJUDE. Já me registrei com o meu nome e meu nascimento. Obrigada
Mel, , 54 anos, de

Olá meu nome é natalia, estou tentando montar minha arvore genealogica tambem e pesquisando vi que os bisavos do meu avô se chamam Benetito Carniel e Benedita e que estes tambem se estalaram na regiao de garibalde. Creio eu que sejam os mesmos. você conseguiu reunir alguma mais informação sobre eles? se sim peço por favor que me mande. abraços toda familia carniel
Natália Carniel da Silva, Estudante, 21 anos, de Esteio

PARTICIPEM DE NOSSA COMUNIDADE NO FACEBOOK http://www.facebook.com/soubrasileiroitaliano
tulio jose tomass do couto, medico, 53 anos, de indaiatuba

Tambem estou aguardando meu processo,de 2004;espero que chegue logo;tenho uma irma morando em Glasgow,casada com italiano,mas aguardando a cidadania por lacos familiares;meu avo é Domenico Gotardo Tomass
tulio jose tomass do couto, medico, 53 anos, de indaiatuba

Isabel! Tambem eu e minha família assinamos o livro no Consulado Italiano de S. Paulo em 02/08/2004. JÁ MANDEI PARA ROMA 2 CARTAS REGISTRADAS ESCRITAS EM ITALIANO E MEU FILHO MANDOU UM E-MAIL E, ATÉ HOJE, NÃO OBTIVEMOS NENHUMA RESPOSATA SOBRE O ANDAMENTO DE NOSSO PROCESSO EM ROMA QUE É No. KAU 868.
BENEDICTO MENEGUINI, ADVOGADO APOSENTADO, 85 anos, de SALTO

O nosso requerimento de cidadania italiana foi feito através deste círculo trentino, estamos no Paraná e o juramento foi feito em 2004, em Piraquara. O número do nosso processo é o TN 0052.
Yuka Nardelli Piloni Barbiero, Agente de viagem, 43 anos, de São Miguel do Iguaçu

Faço a mesma pergunta da Sra. Isabel. O que aconteceu com os processos de cidadania que foram requeridos em 2004? Faz quase sete anos já!
Yuka Nardelli Piloni Barbiero, Agente de viagem, 43 anos, de São Miguel do Iguaçu

Realmente eu acho uma falta de respeito de não responderem ao menos se os processos estão em Roma.
Otávio Piazzi, Webdesigner, 31 anos, de Uberlândia

Olà Leticia!! Me chamo Gianni, sou natural da Italia, vi que vc esta procurando informaçoes sobre o sobrenome Bellincanta que nao è muito difuso mas nas minhas pesquisas achei este sobrenome no comune de Cavaso del Tomba, em provincia de Treviso. Se quiser mais informaçoes pode entrar em contato com gianni.alberton@gmail.com . Aguardo
Gianni, , 2017 anos, de

O que aconteceu com os processos de cidadania que foram para Roma?Não falo só do "meu" ,mas de todos que estão esperando desde 2004 .Todos os dias entro no site dos CIRCOLOS TRENTINOS naada!!!! nem uma noticia de novos Italianos!!!!Estou enganada ou Roma não mandou mais nada mesmo ?
Isabel Franzoi da Silva, Aposentada, 73 anos, de

Amigão, Como vc já é cidadão italiano reconhecido e se casou em 1981 sua esposa pode tirar facilmente a cidadania italiana por ter se casado antes de 1983. Consulte o site: www.conscuritiba.esteri.it, la diz que ela tem automaticamente a cidadania italiana por ter se casado antes de 1983 se apresentar a sua certidao de nascimento traduzida e legalizada, faça o quanto antes. Espero ter ajudado, Abner Tosatti
Abner Tosatti, Engenheiro, 33 anos, de

Cara Debora, Bom Dia Primeiramente quero me apresentar, apesar de distante vc é parente da minha esposa. Já sou cidadão italiano e gosto muito de obter informações dos antepassados que nos deram origem. Eu montei a arvore genealogica inteira da minha esposa, inclusive peguei pessoalmente certidões originais em Novaledo Trento. O Giorgio Martinelli que era casado com a Paola Domenica Gozzer, tiveram alguns filhos dentre eles o Guglielmo Martinellli que e o antepassado da minha esposa, este nasceu na italia, também tiveram o Amadeo que é o seu antepassado, ela nasceu no dia 03/09/1870 em Novaledo na paroquia de S.Agostino. Quanto ao Giorgio Martinelli, ele nasceu em 27/04/1856, seu pai era Giovanni Battista Martinelli e sua mãe Orsola Brisaghella, na Paroquia BERSONE - SS. Fabiano e Sebastiano. Bem não da para escrever tudo aqui, estamos em São Paulo, mande notícias Forte Abraço, Abner Tosatti Msn: abner.tosatti@uol.com.br
Abner Tosatti, Engenheiro, 33 anos, de

Andrei, Bom Dia Vi seu recado no mural e me chamou a atenção o local: Santa Teresa/ES e seu sobrenome GOZZER. Eu sou cidadão italiano, só para efeito de genealogia montei a arvore da minha esposa que é descendente da familia Martinelli de Santa Teresa. O antepassado dela é Martinelli / Guglielmo que é filho de Martinelli / Giorgio e GOZZER / PAOLA. A GOZZER PAOLA é filha de Gozzer, Antonio e Baldessari, Enrica. Sera que tem alguma ligação com a sua família. Mande noticias, Forte Abraço, Abner Tosatti
Abner Tosatti, Engenheiro, 33 anos, de

Parabéns pelo trabalho junto a nós trentinos... com informações sérias e confiáveis. Bom trabalho.
Rosemarie Campestrini, micro empresária, 5 anos, de Joinville

Poderias scanear e mandar por e-mail o brasão da Familia Campestrini. Muito obrigado.
Rosemarie Campestrini, micro empresária, 5 anos, de Joinville

GOSTARIA DE NOTICIAS SOBRE A MINHA FAMILIA -MEU BISAVO É FRANCESCO ZANCANELLA,E TERESA SANDRI.VEIO DE NAVIO PRO BRASIL POR VOLTA 1877 MARLENE OBRIGADA-
MARLENE DE JESUS, costureira, 55 anos, de GASPAR

gostaria de obiter informaçoes se os campestrini ja possuem o passaporte italiano ,
carlos alberto da veiga, construtor, -50 anos, de itajai

Gostaria de saber algumas coisas de minha naturalidade.Sou neta de JOSE JACOB VINOTTI e GIOSEPPECONSTANCIO VINOTTI meu bisavô
MARIA CORINA ALBANAS, , 65 anos, de são jose

Gostaría de agradecer ao Marco Trentini, associado do Circolo Trentino di Curitiba, e também seu filho Luca que, no dia 29 de janeiro, nos acompanharam em uma visita à colônia trentina de Novo Tirol, em Piraquara (Paraná). Foi bastante agradável conhecer o local, a igreja dos imigrantes, o monumento, as casas típicas que restaram, bem como o desenvolvimento que esta chegando ao lugar, através de ações da Trentini nel Mondo, Circolo Trentino di Curitiba, Provincia Autonoma di Trento, que possibilitaram a construção de uma vila de processamento agrícola, dando suporte necessário para que os agricultores locais possam produzir e vender. O local certamente é de grande interesse histórico, por se constituir na única colônia trentina existente no Paraná, integrando assim os demais pontos de chegada dos imigrantes, em Santa Catarina, Rio Grande do Sul, São Paulo e Espírito Santo, que posteriormente espalharam-se por todo o Brasil, constituindo hoje a grande rede de descendentes trentinos brasileiros. Aos amigos de Curitiba, os nossos agradecimentos!
Andrey Taffner, , 2017 anos, de Rio dos Cedros

Bom dia Gostaria de noticias sobre a familia MELCHIORETTO e ZAWODINE , sei de relatos de Melchiorettos que residem na Italia. Grata.
Joceli Zawodine, nutricionista, 31 anos, de toledo

Quero receber informações sobre o processo nº T10-70095 da família Plotegher.
MAKSUEL PLOTEGHER LOUREIRO, atendente comercial, 40 anos, de GOVERNADOR LINDENBERG ES

não consegui encontrar o sobrenome do meu tataravó lorenzo pranstetter na lista sei que ele veio de trento , gostaria de obter nome dos seus pais ,local de nacimentotudo o que puder sobre a sobrenome pranstetter sei que ele chegou no porto de santos em 20 de julho de 1888 mas não tenho mais nenhuma informação se alguem puder me ajudar agradeço.
marcos pranstetter, tecnico ambiental, 50 anos, de salto

Aristides Campestrini: tenho o Brasão dos "CAMPESTRINI" (= original). Nada custa fazermos uma fotocópia.
José Campestrini, Empresário, 71 anos, de

Olá! Gostaria de informações a respeito da família Bellincanta (ou similares), e se há algum membro da família com interesse na cidadania italiana. Tento buscar informações, mas como na época havia erro no registro dos nomes, podem haver variações do sobrenome "Bellincanta". Se alguem puder ajudar com alguma informação de origem e descendência, agradeço!
Leticia Bellincanta de Souza, Estudante, 27 anos, de Curitiba

Meu nome é Michelle Vinotti, sou tataraneta de Gioseppe Constancio Vinotti, que veio de Trento para Santa Catarina. Eu descendo da parte masculina da familia (tataravô-bisavô-avô-pai-eu) e queria saber se ainda tenho direito a solicitar a dupla cidadania. Tive a informação de que este benefício encerrou no ano passado e queria saber se é isto mesmo. Se por acaso tiver que ir na Italia para fazer o processo de lá, ou por qualquer outro motivo, nao tem problema, eu só queria saber se ainda tenho como fazer. Abraços e Obrigada
Michelle Vinotti, , 2017 anos, de Blumenau

Sou neta de Domenico Ernesto Carniel que é filho de José Carniel e Josefina Louis e moravam no RS.
Rosangela Carniel, Aux. Administr., 2017 anos, de Baln. Camboriu

Meu sobrenome é Trentino, e nao acho nada sobre a historia da minha familia em lugar nenhum, apenas sei poucas coisas, que ouvi meu pai contando do meu avo.. Ja encontrei pessoas com o mesmo sobrenome que eu, e nao sei se somos da mesma arvore, tenho muita curiosidade em saber da minha familia.. Podem me ajudar??
Penélope Trentino, Bacharel em direito, 30 anos, de Manaus

Olá.... Entramos com o processo de reconhecimento da cidadania em 2004 e até o momento não obtive nenhum retorno ou informação ! Somos sócios do Circolo Trentino de Porto Alegre e gostaríamos de qualquer informação que remeta esta situação. Muito obrigado e abraços
HENRIQUE VALLANDRO, Administrador, 38 anos, de Porto Alegre

To indo a Italia, meu avo Verani Mori, partiu dai 1895 Navio Rosario, ficou aqui no Rio de Janeiro, suas irmãs em Sao Paulo e outra em Espirito do Santos, aqui no Brasil, historia e correspondencia que com o tempo se perdeu, não morreu e não pode volta a esta Bela Terra "Italia", o que estou fazendo aos 58 anos de idade. O que sei é que se for de origem Mori da Italia, lá no fundo das origens é da familia. Um feliz natal para todos.
Carlos Cesar Ferreira Mori, Contador, -36 anos, de Rio de Janeiro

gostaria de conhecer meus parentes da familia bortolotti meu avó era hugo bortolotti por favor se alquem for da familia bortolotti me mande um email gostaria de conhecer meus antecedentes agradeço....
michelle bortolotti, auxiliar de produçao, 28 anos, de sao paulo

gostaria obter o brasão da família campestrini, e tambémsaber dos encontros da família , e onde acontecem
ARISTIDES CAMPESTRINI, , -40 anos, de

Bom dia! Gostaria de fazer contato com pessoas descentes de Carniel. Obrigada Helena
Helena Carniel, Engenheira, 62 anos, de Porto Alegre

Por favor, gostaria de saber como faço para receber noticias do nosso processo assinado no Consulado do RJ em 03/12/2004 e até a presente data nenhuma informação passada. O nº dele é T 10/67669. Famillia DALCOLMO
sonia regina dalcolmo , advogada, 59 anos, de santa teresa

Olá! Gostaria da ajuda também de vossos leitores è respeito da Familia Zavodine e Corrêia. Também possuo sobrenome de origem polonesa, atualemente "portupolenisado" pelos cartórios de Nova Trento. Se alguém já rastreou e fez a árvore genealógica, souber e poder nos ajudar, desde já agradeço.
Elmar Buttchewits, Estudante, 39 anos, de Joinville

ola fiz o pedido da cidadania no dia 15/12/2005 no consulado do RJ , e agora depois de 5 anos entrei em contato com a comissao em roma e fiquei sabendo que o processo da minha familha ficou pronto ... mas o problema e que eu moro em milao e gostaria de saber se eu consigo resolver tudo por aqui ? ham outra coisa vi tb que teve uma convocacao para a familia COSER que è a minha !!!
andrei jose gozzer, operario, 31 anos, de santa teresa

Participem da Comunidade no Facebook para interagirmos mais e trocarmos experiencias: http://www.facebook.com/pages/Sou-Brasileiro-e-Descendente-de-Italiano/168904143129860
tulio jose tomass do couto, medico, 53 anos, de indaiatuba

Gostaria de parabenizá-los pelo site, está ótimo e muito bem organizado. Cordiali saluti
ANDREIA GIRARDI, Assistente Técnico Pedagógico, 40 anos, de RODEIO

Meu processo é o TN 0052, e fizemos o juramento em 2004, em Piraquara - PR. Gostaria de saber se tem alguma previsão do reconhecimento da cidadania para processos originados nesta data. Atenciosamente, Yuka
Yuka Nardelli Piloni Barbiero, Agente de viagem, 43 anos, de São Miguel do Iguaçu

Bom dia ! Eu e minha familia demos entrada no processo em 10/09/2004 no Consulado do RJ... desde então nuna obtivemos nenhuma informação ! Porém no ano passado minha imrã que reside em Milão... pôs um advogado pra averiguar a situação do processo e este mesmo descobriu junto a Comissão em Roma, que o nosso Processo já tinha retornado ao RJ, com um numero especifico ( KAU ) e nessa mesma carta respondida ao advogado, diz que deram o parecer favorável ao reconhecimento da cidadania da minha irmã !!! Sendo assim, minha irmã veio ao RJ, mas não adiantou nada, segundo os atendentes ela e nós temos que esperar eles entrarem em contato e não o contrário !!! Agora faço a pergunta... se da família Zorthea saiu e foi dado entrada no processo em meados de JANEIRO DE 2004 ... é possivel que a nossa tbm esteja proxima de sair ?! Uma vez q a nossa tbm já completou 6 anos e minha irmã possui essa carta com esses dizeres, enviada ao advogado pela comissão em Roma ?! Abraços e saudações TRENTINAS ... Obs : Demos entrada em nome de Zanetti Ermenegildo Domenico
Paulo Henrique Trevisani, Vendedor, 35 anos, de Nova Venécia

Ola Gostaria de saber mais ou menos o tempo que demora para o processo sair do consulado de Curitiba para Roma, tem alguma previsao? Sendo que o processo do meu primo ja se encontra em Roma desde fevereiro de 2010, onde o meu processo sera anexado. Att, Fabiane
Fabiane, Professora de ingles, 32 anos, de Curitiba

Procuro informações a respeito da Família Prezzi. Verifiquei no site e encontrei alguns descendentes do Floriano Prezzi irmão do meu tataravô Luigi Prezzi. Por favor preciso realizar o pedido do nascimento do meu tataravô em Rovereto porém não sei como posso fazer isso, pois não tenho a data de nascimento somente a filiação.
Savana Prezzi, , 36 anos, de Curitiba

procuro uma familia qe mora em ribeirao píres adelina alvez da cruz ou joao ventura
florentina, aposentada, 2017 anos, de presidente prudente

Procuro informaçoes a respeito da família Venuti. Meu avô chamava-se Gustavo Venuti e nasceu em Napoli. Obrigada
Suely Venuti Novaes Nogueira, Advogada, 59 anos, de São José dos Campos

bom dia pessoal tabém faço parte desta familia e moro no estado do Pará uma abraço a todos.
Diego Trentini, vendedor, 30 anos, de Novo Progresso

Caro Ezzio, tenho congresso de Gastroenterologia em Florianópolis e vôo marcado para o dia 21/11/10 às 09:00 horas e por isso preciso saber se já foi confirmada a reunião com o consul italiano no dia 21 e qual o horário. Obrigado, no aguardo, Marcelo
Marcelo Soares Pires, Médico, 50 anos, de Manhuaçu

Gostaria de saber sobre meus antepassados Familia SLompo e Ritter.
Joelis Aparecida Slompo, AUx. Contabil, 33 anos, de Capivari

Olá quero saber se em alguma região da Itália,a familia de meu avô Atilio Adami viveu?
Larissa Adami da Silva, , 26 anos, de Jales

Assinamos a documentação da dupla cidadania em dezembro de 2005,sabemos q a mesma se encontra em Roma,mas existe pessoas recebendo a dupla cidadania q deram entrada em 2008.Gostaria de saber qual o motivo pela qual essas pessoas estão recebendo muito antes dos demais. Meus filhos se encontram na Itália desde 2006.Gostaria de saber se por estarem lá existe possibilidade de conseguirem,pois estão trabalhando,mas com remuneração muito baixa mal conseguem pagar as despesas. Por favor me responda por e-mail. Abraços
MARIA APARECIDA SUALDINI PEREIRA, PROFESSORA, 66 anos, de NOVA OLÍMPIA

Estou fazendo um resumo da familia tomazoni no Brasil, gostaria de saber se possivel em que ano, navio e onde chegaram os primerios tomasoni no Brasil. Meu Bisavo chamava-se Primus Tomasoni casado c/Margarita Feller Tomasoni. Chegaram entre 1870 a1885. Aguarde informções. Arlete
Arlete Tomazoni, comerciante, 57 anos, de tijucas

Muito dificil pra retirar o documento de cidadania italiana?
Anicia Serafim, Funcionária de fábrica, 2017 anos, de Rio do Sul

Nardelli - Recife - Pernambuco - Brasil Olá Nardellis, Com o objetivo de montar a árvore genealógica, e caso possam me ajudar, passo as seguintes informações: -Meu Bisnono: Uberto Nardelli -Origem do bisnono: nasceu em 1861, Cembra-Trento-Italia -Pais do bisnono: Francesco Nardelli e Maria Caldonazzi (Franscesco nasceu em Sopramonte-Trento) -Chegada de Uberto Nardelli no Brasil: 22/05/1886, Porto do RJ - Hospedaria Ilha das Flores (dizem que veio com parentes, alguns ficaram no sul e sudeste do Brasil) -Uberto Nardelli veio para Recife, se casou com Eugenia Nardelli e tiveram 6 filhos: Isaura, Iolanda, Virgilio, Pedro (meu avô), Rubens e Hortêncio. - meu bisavô viveu em Recife-Pernambuco-Brasil, fez a vida como químico, viveu e faleceu em uma cidade chamanda "Moreno", região metropolitana de Jaboatão-Pernambuco. - meu avô (Pedro Nardelli) viveu e morreu nesta cidade como farmacêutico e criou seus filhos nesta mesma cidade. Ele (Pedro Nardelli) teve filhos: Elaini(minha mãe), Italene, Narcélia, Rivonete, Eriana, Aidene e Pedro. -Hoje, que eu saiba, tenho parentes espalhados em Pernambuco, Aracaju, Rio de Janeiro, Brasilia, São Paulo e Santa Catarina. Estou nessa luta de busca a longas datas para saber se o meu bisavô (Uberto) veio com mais alguém da familia no navio e se alguém tem contato hoje com os Nardellis de Trento. Se puderem me ajudar eu agradeço. Segue meus e-mails para contato: ivan_ivbr@hotmail.com e ivan_ivbr@yahoo.com.br Abraços a todos!
Ivan A.Nardelli Couto, Contador, 2017 anos, de Jaboatão dos Guararapes

Boa tarde, gostaria de saber qual regiao da Italia é a regiao Trentina e tambem sobre a lei para os descendentes desta regiao, é verdade que é so ate o final de 2010 para dar entrada, sera que de repente nao tem algum politico pedindo um pouco mais de tempo? Porque este tratamento diferenciado, nao sao todos italianos? Obrigado e agradeço pela atençao!
sebastiao cantarino, , 2017 anos, de gov. valadares

Gostaria de alertar as pessoas que buscam seus antepassados, cuidado com pessoas que se dizem pesquisadores, sao na verdade grandes picaretas, enganando as pessoas de boa fé ,diga-se passaporte italiano BH, é uma beleza no inicio, tudo certo, depois de receber sua grana, ja era, nem email vc recebe, ai vc ve que foi enganado.Estou pesquisando por conta e hoje vejo que na verdade a gente nao precisa desses picaretas , é so ir atras e quase de graça. Desejo a todos que buscam suas origens muito boa sorte e olho vivo pessoal!
sebastiao cantarino, , 2017 anos, de gov. valadares

Ola, boa tarde! Meu nome eh Katriana e eu entrei com o processo de dupla cidadania ha algum tempo atras (se nao me engano 2004) e gostaria de saber qual o status atual do meu caso. Entrei no link "verificar processo" e o status eh algo como em analise. Existe alguma previsao de finalizacao/ aprovacao do processo. Caso ajude o nome do meu antepassado trentino eh Leopoldo Giacinto Corradi. PS: perdao pela falta de acentuacao (estou com problemas no teclado).
Katriana Corradi Persin, Publicitaria, 35 anos, de Sao Paulo

Ola!!! Sou casada a 7 anos com um descendente que ja obteve o passaporte pelo circulo trentino,mas fiquei sabendo que nao tenho direito ao passaporte??? Sera que alguem sabe me dizer se mesmo que eu me naturalize nao terei mesmo este direito???? Obrigada.
joana rocha, , 2017 anos, de londrina

Sou Gabriel Tomazoli Trineto de Gaetano Tomazoli, da região de Trento. Algum Tomazoli, Tomazzolli, Tomazzoli, Tomazolli, Tomasoli com alguma informação para processos de cidadania ?
Gabriel Tomazoli, , 30 anos, de Poços de Caldas

Olá, sou descendente de TOMASO VENDERMINO PEDROTTI que veio de Trento no período da colonização imperial, imigrante que se estabeleceu na cidade de Bento Gonçalves/RS (serra gaúcha). Pessoalmente pesquisei toda história da família, localizei as certidões, fiz as retificações judiciais, me associei ao Circolo e recentemente protocolei o processo no Consulado. Deixo este recado para a família PEDROTTI, caso queiram reunir informações ou montar o processo de cidadania. contatos pelo e-mail: advogado.marcospedrotti@ibest.com.br. Abraço fraterno a todos.
MARCOS VINICIUS PEDROTTI, advogado, 39 anos, de Montenegro

Olá,me chamo nayara e assim como muitos,eu tb dei entrada na minha cidadania italiana aqui no Brasil,através do consulado do Rio de Janeiro. Já estive na Itália 3 vezes,e sei como é dificil e complicado a obtençao da cidadania italiana.Tenho parentes que deram entrada lá na Itália a 4anos e até agora nao conseguiram também...Eu tenho o número do meu processo que foi enviado a Roma,mas até agora nao obtive nenhuma informação do andamento do processo...Mandei vários emails e até liguei para o ministerio dell interno,mas ninguém me deu uma informação concreta.Ficavam mandando eu ligar pra varios setores diferentes e nada. Resumindo: Tem alguma coisa que eu posso tentar fazer?
Nayara Gaigher, , 30 anos, de Belo Horizonte

Olá !!! Entrei com pedido de Dupla Cidadania(minha e meus dois filhos) através do Circulo Trentino de Rio dos Cedros (SC), em 2005 e até agora não recebi nenhuma comunicação. Um de meus filhos fez uma pesquisa junto ao Consulado Italiano de Curitiba (PR) e informaram que nossos nomes não estão na relação de espera, e que deveriamos encaminhar todos os documentos (conforme site). Acho muito estranho, pois neste site, constam 05 processos em nome de meu ante-passado (ALEANDRO LENZI) sendo que dois ou tres deles já constam como retornados de Roma com parecer favorável. Como não tenho o n. do processo do qual faço parte, gostaria de contar com V. gentileza, se possivel me informar o n. do processo. Complementando, os nomes dos interessados: IRINEU LENZI, CINTYA NADJA LENZI DANKER e IRINEU LENZI JUNIOR, sendo o imigrante trentino ALEANDRO LENZI. Contando com V. presteza, aproveito para reiterar meus protestos de estima. Timbó (SC), em 14 setembro 2010.
IRINEU LENZI, , 68 anos, de

Olá Arlete Tomazoni, possuo dupla cidadania desde 07/2009 sou trineto de Primo Domenico Tomasoni, acesse, verificar processo 9074 , neste site, se precisar já existe a documentação do ascendente, OK um abraço.
Evaristo Tomasoni Filho, Gerente, 54 anos, de Ponta Grossa

Óla , meu nome é Jirlane Pimentel Pandini , gostaria muito de ter noticias sobre pessoas com mo mesmo sobrenome igual ao meu . Meus bisavó era italiano veio pro Brasil na segunda guerra mundial e junto com ele veio seus irmãos pois quando chegaram a que se separam cada um foi pra um estado , o nome dele era Estevan Pandini , se algeum tem a historia tem alguem conhecido ou parentes que tem essa mesma historia entre em contado comingo ! meu e-mail é jirlanepandini01@hotmail.com !
jirlane Pandini, Estudante, 51 anos, de Salvador

Ola, o nome do meu tataravo era Domenico Tomasoni, meu bisavo Primus Tomasoni, eles eram de Trento, gostaria de saber mais sobre Primus Tomasoni, quem veio com ele para o Brasil, mais alguns irmãos? Preciso saber. Arlete
arlete tomazoni, , 57 anos, de tijucas

Olá !! Assinei o livro no Consulado Italiano em São Paulo no dia 07/10/2003, até hoje estou sem notícias. Gostaria de entrar em contato com alguma familia que assinou o livro na mesma data, pela lei 379/2000. E assim poderemos atualizar as informações sobre o andamento dos processos. Será que alguém já recebeu algum comunicado por parte do Consulado ?? Abraços a todos !!!
Andrey Danelut de Oliveira, Vendedor, 44 anos, de São Paulo

O meu e-mail enviado no Mural de Recados está incorreto, este está atualizado corrigido...desculpa pelo lapso do erro. Meu e-mail correto é : bocorel@terra.com.br Boa tarde ! Tem como descobrir em que Navio que meu Bisavó embarcou para o Brasil ? BONA, Vigílio Pietro. assinou documento na igreja ( CURAZIA ) de Besagno em 06 de outubro de 1877, e assinou o documento na ( COMUNE ) cidade Mori em 10 de outubro de 1877, ambos os documentos são os salvos condutos originais autenticados para obtenção do passaporte e direito para poder imigrar embarcar para o Brasil. Tem como descobrir em que Navio Embarcou sua família ? Agluém pode me ajudar ? ou indicar um caminho para fazer buscas. Atenciosamente. BONA, Valmor Ernesto 29/07/2010 - VALMOR ERNESTO BONA (bocorel@terra.com.br) , Empresário, 61 anos, de Jaraguá do Sul - SC
Valmor Ernesto Bona Junior, Imprenditore, 68 anos, de

Nao estou conseguindo achar meu processo....como faço...perdi o numero dele...
JUVENAL HENRIQUE DADAM, FARMACEUTICO, 38 anos, de NITEROI

Boa tarde ! Tem como descobrir em que Navio que meu Bisavó embarcou para o Brasil ? BONA, Vigílio Pietro. assinou documento na igreja ( CURAZIA ) de Besagno em 06 de outubro de 1877, e assinou o documento na ( COMUNE ) cidade Mori em 10 de outubro de 1877, ambos os documentos são os salvos condutos originais autenticados para obtenção do passaporte e direito para poder imigrar embarcar para o Brasil. Tem como descobrir em que Navio Embarcou sua família ? Agluém pode me ajudar ? ou indicar um caminho para fazer buscas. Atenciosamente. BONA, Valmor Ernesto
Valmor Ernesto Bona, Empresário, 68 anos, de Jaraguá do Sul

eu marionete ferrari,realizei meu sonho de cidadania em 2009 ganhei a minha,nao desanimem,agora a fila esta veloz ,e eu feliz ,em minas ,estao trabalhando,incanssavelmente,o consul nao ta moleza nao ..obrigado,voces estao feras....
marionete ferrari, do lar, -25 anos, de governador valadares

Tenho todos os documentos para fazer a cidadania italiana, mas meu descendente é de Trento? Tenho emprego na Itália. Qual a melhor forma para eu proceder? gostaria de encaminhar lá na Itália.
Jefferson Garbari, Contador, 28 anos, de INDAIAL

Estive em Curitiba em 2005 fazendo o juramento para conseguir minha dupla cidadania. Encaminhamos pelo sobrenome do meu avô marterno que é Pandini, vindos de Roveretto. Não consegui nenhuma informação do processo. No site não aparece nada. Meus primos estão me cobrando pois os convenci a tentar na mesma época e através do mesmo processo. Gostaria de obter alguma informação. Obrigada.


Roseli Zonta da Silva, do lar, 50 anos, de Rio do sul

Tenho todos os documentos para fazer a cidadania em mãos, tenho emprego na Itália para mim, qual o próximo passo que devo seguir. Tradução, legalização? Gostaria de encaminhar minha cidadania pela Itália. Grato desde já.


Jefferson Garbari, Contador, 28 anos, de INDAIAL

Estou em processo de obtenção da cidadania italiana por parte de bisavô paterno. Estou casado há mais de 7 anos. Minha esposa terá direito também à cidadania? Abraços
Alexandre Ducatti, Engenheiro, 45 anos, de Piracicaba

Oi, gostaria de saber mais informaçoes sobre a familia AVANCINI, somos da região de gaspar e se alguem sabe nossos antepassados e se há alguns processo p cidadania ja encaminhado ?abraço
Maicon Avancini, , 30 anos, de Blumenau

Marilete, para obter informações do nome TOMAZZO e BORILLE, entre no site: www.familysearch.org localidade Italy, que voce encontrará esses nomes.
NILSON VITOR BATISTA, ADVOGADO, 71 anos, de SÃO PAULO

Oi, estou a procura de informações sobre meus bisavós. Não sei de qual região vieram da Italia. ELE: THOMAZ OU TOMAZZO ELA; REGINA BORILLE SE ENCONTRAREM ALGO ME ENVIEM POR GENTILEZA NOTÍCIAS. OBRIGADA
MARILETE ROSA DANIEL, ECONOMISTA, 56 anos, de CASCAVEL

Como posso obter informações sobre meu bisavô nascido em Borgo Valsugana em 1875. O nome dele é Carlo Gasparetti. Ele se casou em 1901 com Maria De Boni de Verona. Grata
Liana Gasparette, Publicitaria, 55 anos, de São Paulo

Olá...tenho buscado, sem sucesso, informações no site nati in trentino com relação ao meu tataravô. Acho que o problema está no nome. Felix Constante Montibeller é típico nome italiano? Ou será que houve uma mudança, quando ele chegou no Brasil? Ficaria muito grata por uma ajuda! Obrigada
Tatiani de Souza, Jornalista, 6 anos, de Vidal Ramos

peço ajuda para tirar o rg de cidadania italiana. preciso de uma orientação, quais documentos de minha biza avó e avô eu preciso ter para viajar para a italia.
wesley rogerio correia gola, garçom, 2017 anos, de presidente prudente

ola assinei a cidadania en curitiba em 2004 e nao chegou nada ainda gostaria de receber noticias do andamento do processo....grato aguardo resposta
douglas diego brum, , 31 anos, de medianeira

Gostaria de obter informações sobre a Família de Emílio Rafaeli, que morava em Ascurra, e seu filho Anselmo Rafaeli. Fico grata se alguém conseguir!
Cleunice C. Uller, professora, 43 anos, de Massaranduba

Olá,meu bisavô chamava-se Guido adami,veio de Tirol,para o Brasil,tenho algumas informações sobre ele,e quem souber tbm podemos trocar informações,pois estou fzdo pesquisas,buscando parentes
Ana Paula, autõnoma, 2017 anos, de São Lço

Olá,meu bisavô chamava-se Guido adami,veio de Tirol,para o Brasil,tenho algumas informações sobre ele,e quem souber tbm podemos trocar informações,pois estou fzdo pesquisas,buscando parentes
Ana Paula, autõnoma, 2017 anos, de São Lço

Olá, gostaria de saber se é verdade que a comissão de roma se reune apenas 1 vez por ano para aprovar cidadanias. Obrigada
Yasmin, , 26 anos, de

Gostaria de manter contato com pessoas descendentes da familia Gorrasi.
Deronis Gorrasi, Administrador de Empresa, 68 anos, de Vitória

Sou um visitante frequente do site. Gostaria de saber mais detalhes de como estão os processos de Cidadania. Grande abraço
Sidnei Marcelo Zanella, Tecnico Mecânico, 40 anos, de Nova Trento

OLÁ, AO VERIFICAR MEU PROCESSO ON-LINE, VERIFIQUEI QUE FALTA REALIZAR UM DEPOSITO PARA CERTIDÃO DE ÓBITO, TEM COMO VERIFICAR SE É ISSO MESMO! FAVOR ENVIAR UM E-MAIL COM DADOS. DESDE JA AGRADEÇO SABRINA
SABRINA FREITAS MARCOS, Estudante, 43 anos, de balneariu camboriu

Boa noite. Meu processo esta em Roma desde Abril/2004. O Consulado de São Paulo solicitou mais 2 documentos, sendo: Declaração de desembarque e Declaração de Naturalização. Me disseram que a Comissão em Roma solicitou os mesmos desde Outubro/2008, porém só fiquei sabendo poique enviei um e-mail para o Consulado de São Paulo, os documentos foram enviados em Janeiro/2010. E agora, quanto tempo ainda terei que esperar ?? Alguém viu um caso parecido ? Obrigado e boa sorte a todos que estão na mesma situação de espera !!!
Andrey Danelut de Oliveira, Vendedor, 44 anos, de São Paulo

Quero me cadastrar no site natitrentino , mas não consigo.
Ana Ligia Vitti Secco, do lar, 54 anos, de Rio Claro

Gostaria de saber qual o nome do pai e mãe de Giacomo Domênico Voltolini. Abraços
agostinho cesar voltolini, Optometrista, 58 anos, de

Boa tarde Fiz meu cadastro no site dos Nati in Trentino, porém não encontrei nenhuma informação sobre meu tataravo que nasceu em Grigno-TN em 1859 seu nome era Giovanni Alvise. Elton, você pode dme ajudar? Um abraço
Cristiano Alvisi, Gerente de Pós venda, 36 anos, de Rio do Sul

Prezado Elton: Parabens pelo trabalho.Na semana retrasada fiz meu registro no Nati in Trentino, mas até hoje 19/05 não recebi o user name nem a senha. O que poderia estar ocorrendo ? Obrigado.
Celso L. Vettori, Engenheiro, 72 anos, de Campinas

Estou buscando a minha história,o que tenho hj,sao pedaços dispersos,vagas referencias,alguns nomes,td sempre envolto em brumas ...Giuseppe Nicolli é o primeiro nome,segundo as velhas estorias seria ele o desbravador italiano ,vindo da regiao da Toscana(Firenzi)nao sei se sozinho ou acompanhado por 04 filhos,um desses filhos seria o meu bisavo,José da Cruz,nascido em Franca(SP)Conta-se tb que esses 04 irmaos,eram tidos como personna non gratta,onde viviam,e que ao saberem da sua proximidade,as pessoas apagavam a luz para nao serem importunados pelos mesmos.Outro dado que sei,é que meu bisavo saiu de SP para Goias,como tropeiro,se estabelecendo nos municipios de Morrinhos,Piracanjuba,se tornando um grande proprietario de terras.(Zeca da Cruz)Nao sei como resgatar tanta memória,tantos causos que me contaram,tanta estória perdida,mas saber mais sobre pessoas tao fortes e corajosas me fara muito feliz
iranini ramos dos santos, , 63 anos, de

Olá! Gostaria de saber porque não colocam mais no site a visualização dos processos que já tiveram a cidadania reconhecida, pois através deles temos noção de como está o andamento de todos. O meu é o TN 0052 que foi assinado em 2004 e enviado em 2005. Até agora nada.
Yuka Nardelli Piloni Barbiero, Agente de viagem, 43 anos, de São Miguel do Iguaçu

estou terminando meu curso de italiano aqui na Italia e desejo trabalhar ai no Brasil na area da educaçao.... QUEM PODERIA AJUDAR ?
cassya, professora, 49 anos, de sao francisco do sul

participei do jantar do dia 30/03/10 gostaria de receber as fotos do jantar nesse email (vivi_nane_@hotmail.com)
Viviane Aben, caixa, 44 anos, de jaragua do sul

desejo encontrar descendentes de TEREZE ZENATTI e JOÃO(ou Giovanni) LOCATELLI e de LÍBERA ZENATTI e SEVERINO SANDRI. Os 2 primeiros casaram-se em 1897 em Cel.Pilar, RS, e o outro casal casaram-se em 1904 em Encantado, RS. Esta última família anos após talvez transferiu-e para Santa Catarina. Os descendentes ou quem os conhecer os favor contatar pelo e-mail:poffabropn@yahoo.com.br agradeço as contribuições
Milton Roman Ross, serviço público, 61 anos, de Dourados

Sou descendente de família italiana tanto do lado materno quanto paterno.Do lado materno sou Guzzo/Locatelli e do paterno sou Cozzer/Armini. Este Armini veio da região do trento mas não encontro este sobrenome. Um primo meu, filho do irmão do meu pai já conseguiu concluir e receber a dupla cidadania. Os documentos dele servem para mim? Lógico que substituindo os documentos do pai dele pelo do meu. Aguardo resposta.
dulcineti armini de almeida, professora aposentada, -32 anos, de Vila velha

OI, GOSTARIA DE SABER COMO ESTA O PROCEDIMENTO DO PROCESSO NOME DO ITALIANO TOMASI DOMENICO GIOVANI. OBRIGADO.
MARLEI RODRIGUES MOREIRA, , 56 anos, de CASCAVEL

Olhei no site do circolo trentino sobre os processos de cidadania italiana da família Sperandio. Vi que já há processo requerido por descendência Albino Antônio Sperandio (meu tetravô), e que inclusive já retornou de Roma com o parecer favorável. Eu quero entrar com o pedido de cidadania italiana por descendência dessa mesma pessoa (Albino Antônio Sperandio), estou começando a reunir os documetos, mas falei sobre isso com a Valdete, do Circolo Trentino de Brusque e ela me disse que não preciso pegar os documentos de todas as pessoas até o meu antenato, já que o processo já está aberto, ela disse que só preciso descobrir em qual ramificação da árvore, a linhagem do Requerente desse processo em aberto se cruza com a minha linhagem, e reunir os documentos das pessoas que faltam até chegar em mim. Aí o meu requerimento seria encaixado nesse processo que já está aberto. Por isso preciso que você me dê os nomes das pessoas descendentes de Albino Antônio Sperandio que constam no processo em questão para eu saber de onde devo continuar. Por favor, responda-me com urgência. Envie para o e-mail: andersusjb@hotmail.com Obrigado
Anderson T. Fernandes, Dir. de Arte (publicidade), 28 anos, de São João Batista

Gstaria de saber como devo fazer para adquirir a cidadania italiana e por onde começo. Se voces ajudam para dar entrada . gratos
Célia Franceschi, Repr. comercial, 2017 anos, de jaragua do sul

eu gostaria de saber como dei entrada no processo de cidadania trentina diretamnete na italia....como faco pra verifica o estado atual..ou o andamento do processo)) desde jah obrigado
giovani lovera, estudante, 27 anos, de guaira

Gostaria de saber como estão os processos se esão sendo analisados e em que ano. meu filho entrou em 2006 e ate hoje não saiu. Por gentileza me forneça noticias.Obrigada
Maria salete bertothi Scher, , 65 anos, de

OLÁ GOSTARIA DE SABER COMO ESTÁ O PROCEDIMENTO DO PROCESSO DE ARMENIO ZANGHELLINI, TANTO O 1006 COMO O 1139. ABRAÇOS FABIANE
Fabiane, Professora de ingles, 32 anos, de Curitiba

Oi, o nome de meu avó era Antenor Voltolini. Tenho interesse em conhecer a história de minha família, não sei muita coisa... Sei que eram quatro irmãos que vieram da Itália, mas não sei os nomes dos meus bisavós e tataravós, quem puder me ajudar, por favor me envie via e-mail informações sobre a família Voltolini. Obrigada. Ellen
Ellen Susane Bonfim, , 41 anos, de Ribeirão Preto

Gostaria de deixar registrado aqui nossos sentimentos de alegria com a boa notícia nos dada na semana passada: a conquista da cidadania italiana. Toda a família Stolf, descendente de Giovanni Giuseppe está radiante com a notícia!! Sinceramente, não acreditava que poderia dar certo, mas enfim, depois de 5 anos, somos cidadãos italianos! Obrigada a todos que fizeram parte desse processo!
Fabíola Stolf Brzozowski, Farmacêutica, 33 anos, de Florianópolis

Minha familia se radicou em Porto Alegre, meu avô que não conheci, chamava-se Virgilio Lenzi, casado no RGS com minha avó chamada Eleonor Lenzi, deixando os seguintes filhos Virgilio, Neudi, Emilio, meu pai, Victor, Tereza, Ida, Judith. Como estou radicado em São Paulo, não tenho mais ligação com a familia. Gostaria de saber meus antepassados, popis fui trabalhar em uma empresa na cidade de Diadema, e houve uma ocasião que trabalhei com a Maria Elisabeth Lenzi, e Wilson Jose Lenzi, porém nenhum entre aspas, eramos parentes. Gostaria de ter notícias ou algum ponto de ligação
Paulo Mauricio Lenzi, Supervisor, 65 anos, de São Bernardo do Campo

Caro Elton, No e-mail anterior, esqueci de assinalar que quero receber novidades em meu e-mail. Grata. Roseli Maria de Carvalho.
roseli maria de carvalho, empresária, 2017 anos, de São Paulo

Caro Elton, Trocamos alguns e-mails no ano passado, e suas informações me foram muito úteis. Muito grata. Eu e meus familiares estamos muito felizes, pois agora em Abril assinaremos o livro no Consulado Italiano. Gostaria de saber se existe a possibilidade de estender a cidadania para meu marido. Nos casamos em 16/Agosto/1980. Aguardo seu retorno. Bom final de semana e mais uma vez obrigada por sua atenção. Abraços. Roseli Maria de Carvalho - Dante Causa é Domenico Stefano Girardi
roseli maria de carvalho, empresária, 2017 anos, de São Paulo

Estou tentando reunir documentos para a cidadania italiana, sou descendente de Massimino (Maximo, Massimo) Stedile que chegou no Brasil em 30/12/1876 juntamento com o seu pai Tomasso Stedile, não consegui a certidão de nascimento ou batismo de Massimino, tenho certidão de nascimento do Tomasso e todos os outros documentos, falta essa certidão tenho até atestado de chegada no Brasil do Massimino do Arquivo Historico do RGS, preciso saber se tenho alguma possibilidade de conseguir a cidadania, mesmo sem esse documento ou se tem alguma maneira de consegui-lo, deve ser da Região de Rovereto ou Terragnolo nascido provavelmente em 1869. Quem tiver alguma informação ou documento dos Stedile pode me passar por e-mail, tbm estou montando uma arvore genealogica da familia. Grato Veralcy A Stedile e-mail: vastedi@yahoo.com.br
Veralcy Antonio Stedile, Tecnico em Contabilidade, 53 anos, de LAGES

por favor gostaria de conseguir o atestado de óbito do meu bisavo Archimedes mora que morreu em São Paulo
Mariza Tomelin, do lar, 52 anos, de Rodeio

Olá. Gostaria de saber se há alguma forma de consultar a A.I.R.E no consulado para saber em que ponto está o processo de cidadania. Obrigada pela atenção.
JULITA BENINCA, PEDAGOGA, 2017 anos, de CURITIBA

Ola pessoal. Pesquizo os sobrenomes Santo Liquido e di Donati. Quem tiver qualquer informações, pode mandar. Obrigada
Maria Arlete, aposentada, 68 anos, de

Olá, ha "muitos anos" tenho entrado para verificar o processo de minha dupla cidadania e vejo que tudo está parado. Tem como ter uma posição mais correta do processo de nossa familia(GIRARDI, GIOACHINO BORTOLAMEO - processo ano 2003)?? Vejo que muitas famílias com o processos da mesma época ja conseguiram resultado. Preciso muito de uma posição. Obrigado e um abraço!!!
Suelen M. Girardi, fisioterapeuta, 31 anos, de Cascavel

Boa Tarde! Estou atrás de minha cidadania italiana, faltam apenas poucos documentos, sei que meu tataravô italiano veio para o Brasil por volta de 1875,1876, pois se casou em Brusque-SC no ano de 1877. Nasceu na região de Trento, Tyrolo entre 1848 e 1849. Nome dele era Giovanni (João) Garbari. Se puderem me ajudar a procurar na comune de Trento, ficaria muito grato, pois estaria precisando e muito encaminhar minha cidadania italiana. E vi que a região de Trento só pode encaminhar até o fim do ano. Abraço
Jefferson Garbari, Contador, 28 anos, de INDAIAL

Na fila há 5 anos quero saber se a cidadania vai sair antes que eu complete 100 anos. Para isso faltam 40 anos.
Márcio, , 2017 anos, de Curitiba

Ola ,pessoal eu queria saber se alguem sabe me dizer como eu faço para transferir minha certidão de Bagé para Rio grande !!!!!!
roger rodrigues, engeneiro mecanico, 21 anos, de rio grande

Sou descendente de Amadeo Eugenio Martinelli, cujo pai era Giorgio Martinelli. Sei que chegou ao Brasil com oito anos de idade, por volta de 1890 ou no início do sec. XX, provavelmente deve ter desembarcado no Rio de Janeiro e depois vindo para o ES com os pais. Reza a historia familiar, que eram oito irmãos sendo que Giorgio desembarcou no Brasil e os outros seguiram para a Argentina. Amadeo, mais tarde casou-se com Luisa Acosta, que teria nascido no navio no qual seus pais emigraram para o Brasil e fixaram-se em uma região denominada Valssugana em Santa Tereza, no ES. Tudo isso me foi transmitido oralmente, por tradição familiar. Gostaria de obter informações acerca da comune de Amadeo Eugenio Martinelli ou de seu pai Giorgio Martinelli, em provincia de Trento, para eu poder iniciar meu processo de dupla cidadania. Agradeço antecipadamente quem puder me ajudar. Débora.
Débora Lopes Martinelli, Advogada, 32 anos, de Vila Velha - Região Metropplitan

Amigos, procuro informações sobre a família Angeli...Giusepe Angeli e Clemente Angeli Obrigado
Jailson Angeli, Jornalista, 37 anos, de Jaraguá do Sul

gostaria que me informassem algum site que eu possa olhar o processo da minha cidadania, pois dei entrada em maio de 2004 e ate agora nao obtive nenhuma resposta da mesma. aguardo resposta, agradeço desde ja
Vitor Rizzi, comerciante, 28 anos, de Itarana

Boa Noite, sou descendente de Pedro João Armelini (filho de José Armelni) e Angelina Veneri, ambos moravam em Nova Trento. Eles são meus nonos e gostaria de saber se existe algum brasão da família Armelini. Se alguém tiver esse mesmo sobrenome e queira entrar em contato fique a vontade...obrigada
Sirlene Armelini, Professora, 32 anos, de Presidente Getúlio

Elton, boa tarde. Gostaria de saber se o cônjuge (esposa) pode receber a cidadania italiana. Fizemos o processo de dupla cidadania e já estamos com a dupla cidadania deferida e o passaporte em mãos. Descendentes de Giuseppe Carlo Giovanni Dorigatti, trentino. Sou casado desde 1981 e gostaria de saber se a esposa tem direito a também solicitar cidadania ou passaporte italiano. Aguardo Abraços Carlos Roberto Dorigatti
Carlos Roberto Dorigatti, Aposentado, 61 anos, de Blumenau

Oi pessoal.tento encontrar respostas sobre o processo de cidadadnia ,que foi entregue pela minha familia no ano de 2005.Onde poso obter ingformaçoes,Anteriormente consegui encontrar uma lista de processos ja encaminhados á Roma .Como faço para reve-los?Obrigada!
Tania Orellana, do lar, 57 anos, de BALNEARIO CAMBORIU

Olá! Verificando os pedidos de dupla cidadania, encontrei dois pedidos com o mesmo antepassado de minha familia( Mansueto Mengarda),como posso a partir destes encaminhar o meu pedido para dupla cidadania? De que documentos preciso? Tenho que me associar a qual circolo trentino?minha familia está toda em Cascavel , no PR e em SC, estarei aqui no PA por 2 anos. Se puderem me ajudar, obrigada, um abraço.
Arleth Maria Dalcanale Figueiredo, dentista, 2017 anos, de Curitiba

GOSTARIA DE SABER SE POSSO TER DUPLA CIDADANIA , POIS MEU BISAVO POR PARTE DE PAI VEIO DE TRENTO NA ITALIA. TBM SE TENHO ALGUM PARENTE MORANDO EM NOVA TRENTO SC .
maria helena aparecida trainotti rabonato, recreacionista, 55 anos, de hortolandia

GRazie Rino, Luigi e Giovanni e tutti i trentini che hanno collaborato! www.gaspar.sc.gov.br/conteudo/?item=3809&fa=1&cd=59056
Debora Daros, Artista, 43 anos, de gaspar

Prezados colegas, Gostaria de obter o contato do requerente nos processos TN 0392 ou TN 0864 (ascendente Francesco Pruner), para solicitar autorização para minha esposa anexar processo de cidadania. Desde já agradeço.
Mauricio Girardi, Professor, 2017 anos, de Araranguá

Estou procurando mais detalhes sobre o término no final de 2010. Meus avô veio da cidade de pádua (padova) para o Brasil, casaram aqui. Eu e meu filho temos direito por que minha mãe filha de Italiana nos teve após 1948. sou de 1975. gostaria de saber se nos meu esposo também tem direito a cidadania italiana, nos casamos no ano de 1992. abraços...
Edinéia Salvati da silva, Artesã, 41 anos, de Rio de janeiro

olá, gostaria de me comunicar com imigrantes italianos que vieram para o rio grande e santa catarina, ou com pessoas com o sobrenome Bicigo para fazer arvore genealógica.
JUCERLEI BICICGO, telefonista, 38 anos, de Xanxerê

Olá! Estou a procura de informações para construção da árvore genealógica da família Vicenzi ou Piovesan. Se alguém de boa vontade quiser contribuir, será um prazer. Abraço, César
César Ivan Vicenzi, Gerente de Auditoria, 37 anos, de Passo Fundo

lanço o apelo à fim de saber se algum leitor pesquisou ou saiba de alguém tenha pesquisado as famíliaS de imigrantes trentinos de sobrenome ZENATTI/ZENATI que vieram para o estado de São Paulo. Vieram 3 famílias em 1892 mas em épocas diferentes. Desejo saber ao menos o lugar onde estas famílias estabeleceram-se para mais adiante comparecer aos locais para pesquisar. Fiz as buscas que está ao meu alcance mas NADA encontrei além do registro de passagem pela hospedaria que me forneceu os certificados de chegada. Agradeço eventuais contribuições.
Milton Roman Ross, serviço público, 61 anos, de Dourados

Ola dei entrada no circolo trentino em2005 fiz tudo que me pedirao, disserao esta tudo bem ,depois de un tempinho assinei um livro e disseram agora e so esperar , estou esperando ate hoje .Sera?
Carlos Tafine, ourives, 52 anos, de Sao Paulo

Solicito, se for possível q seja enviado o Brasão da Família Cipriani( na Itália somos "Ciprian" Muito Obrigado
Waldir Cipriani, Professor e Dirigente de futebol, 61 anos, de São Paulo

pesquisa dessendente da familia ROVER de Roncegno, informacao genealogica. obrigado
ROVER Jacqueline, , 47 anos, de FRANCE

Alguém com o sobrenome "Avancini" já deu entrada na cidadania Italiana?
Rodrigo Francisco Avancini, Faturista, 36 anos, de Vila Velha

Bom dia a todos!! Gostaria de obter uma resposta quanto ao meu processo de cidadania, dei entrada em 2004 e desde o dia em que assinei os papeis no consulado italiano do RJ não recebi nenhum tipo de resposta, já encaminhei vários emails a Roma sem sucesso (resposta) quando tento verificar o processo pelo site também não consigo, alguém pode me ajudar?? Obrigado!
Rodrigo Francisco Avancini, Faturista, 36 anos, de Vila Velha

Gostaria de saber se alguem poderia me indicar algum advogado que cuida desses processos de cidadania.Obrigado a quem puder me informar.
Talitha Brusin, estudante, 2017 anos, de

GOSTARIA DE INFORMAÇÕES DE COMO DEVO PROCEDER PARA ESTUDAR NA ITÁLIA. FICO NO AGUARDO DE INFORMAÇÕES E APROVEITO A OPORTUNIDADE PARA DESEJAR-LHES UM FELIZ ANO NOVO.
ANA CRISTINA MUNIZ, ADVOGADA, 56 anos, de RIO DE JANEIRO

deejo sabr se alguém pesquisou as famílias de imigrantes trentinos(ou bresciani) ZENATTI/ZENATI para o estado de São Paulo ou eventualmente algum descendente tenha os dados. A famílias à que me refiro foram 3 que vieram em 1892 ou 1893 mas em épocas diferentes. desejo saber onde estabeleceram-se e depois pesquisar nos locais. desde já meu muito obrigado por eventuais contribuições
Milton Roman Ross, serviço público, 61 anos, de Dourados

quero saber o site de roma pra ter noyicias do meu processo
aloncio luiz rizzi, , 58 anos, de itarana

olá quero me conectar com descendentes de italanos que tem orgulho de ter parentesco com essa brava gente italiana
SUZANA SELANO, estudante, 29 anos, de são gonçalo

Olá Tenho a cidadania através dos meus bisavós maternos,mas como nada sei dos meus bisavós paternos gostaria de ter informações se são trentinos.Minha avó,Celestina Ravanelli,filha de Adriano e Cecília Morandi(n,ni)desembarcou em Santos em 27/11/1899(pelo site do Memorial do Imigrante)Nunca soube nada da família,pois ela parecia ter muito medo de tudo,escondia informações.Se puderem me ajudar agradeço imensamente. Abraços Maria Aparecida
Maria Aparecida, , 2017 anos, de Ourinhos

Estou montando minha arvore genealógica, que vai até meus bisavós vindos de Fillina ,Treviso ,Italia: Benedito Carniel e Benedita Lorenzon Nac. 1847/1849, vieram p/Garibaldi RS +- 1880, os pais dela: Mathio Lorenzon e Pedrinha. Grato. Remi.
Remi Jose Carniel, Médico veterinário, 75 anos, de Barra do Garças

Prezados, depois de 6 anos que eu e minha familia fomos até o consulado de São Paulo assinar a tão esperada CIDADANIA ITALIANA através da lei 379/00 com intermédio do Circolo Trentino di Piracicaba, recebemos na semana passada a confirmação que todo o nosso processo estava correto e que já podemos nos apresentar no Consulado para a emissão do Passaporte Italiano. Quero compartilhar essa notícia com todos, pois temos que valorizar cada vez mais os trabalhos que os Circolos Trentinos de todo o Brasil, de Norte ao Sul, estão colabando e lutando para que TODOS os requerentes fiquem satisfeitos com seus trabalhos. Tabém deixar claro que mesmo eu fazendo parte da Diretoria não tive nenhuma prioridade, tive que esperar como os demais. Boa sorte a todos. Rodrigo Negri Vitti
RODRIGO NEGRI VITTI, Vendedor, 33 anos, de Piracicaba

Sou da familia Lenzi, porém meus parentes são radicados no Rio Grande do Sul, meu bisavo quando veio da Italia, aportou no RS, gostaria de saber minha arvore genealógica, pois já encontrei uma senhora chamada Maria Elizabete Lenzi, e Wilson Sergio Lenzi, e nós tres eramos de familias diferentes
Paulo Mauricio Lenzi, Supervisor, 65 anos, de São Bernardo do Campo

Prezado Elton, Ja assinei o juramento em 2003, com o auxilio do Heraldo Stenico, pela lei 379/00. Porque o Consulado It. de SP me pediu esse doc. abaixo... (meu avo chegou ao BR em 1929 isso afeta o proce. pela Lei 379/00) Abrigado pela resposta. Copia da Carta que recebi: Allegato aI verbale di notifica n. 298 deI 03/11/2009 DOCUMENTAZIONE MANCANTE: 1. documentazione idonea a dimostrare l'emigrazione nell'arco temporale compreso tra l'anno 1867 ed il 1920 (passaporto o lasciapassare, documentazione che attesti il trasferimento o il mantenimento all'estero della residenza nel periodo indicato. Secondo le istruzioni Ministeriali, la S.V. , potrá presentare per iscritto le proprie osservazioni e/o la documentazione entro 10 giorni daI ricevimento della presente notifica (prazo stipulato dalla Conunissione deI Ministero dell'Interno) , indirizzando la corrispondenza a: CONSOLATO GENERAL E D'ITALIA UFFICIO LEGGE 379/2000 ará fede Ia data DeI timbro postale.


Flavio Moschini, comerciante, 43 anos, de Piracicaba

Fiz o juramento em 07/10/2003 no Consulado Geral da Italia pelo processo na Lei 379/00 em SP. Esta semana 23/11/2009 recebi uma solicitação da data de chegada do meu avo. Porem a lei 379/00 é para quem imigrou para o BR até 1920, No meu caso meu avo veio em 1929, segundo a Certidao de Desembarque. Alguem pode me informar se corro o risco do meu processo ser arquivado, devido a data acima. Hoje faz 8 anos que estou lutando pela Cidadania Italiana. E na reta final posso perder tudo. Alguem me Socorra.... Flavio Moschini.
Flavio Moschini, comerciante, 43 anos, de Piracicaba

Quero saber noticias sobre a vinda de Pedro Plinio Tomazoni e Margarida Tomazoni para o Brasil de Trento - IT. Foi em meados de 1900.
Arlete Tomazoni Furtado, comerciante, 57 anos, de Tijucas

GOSTARIA DE SABER SE TENHO DIREITO Á CIDADANIA ITALIANA MEUS AVÓS POR PARTE DE MÃE SE CASARAM TIVERAM FILHOS NA ITÁLIA INCLUSIVE MINHA MÃE NASCEU TRÊS MESES DEPOIS DA CHEGADA DELES, ERAM NATURAL DE BÉRGAMO, LOMBARDIA E MEUS BISAVÓS PATERNOS ERAM DE TRENTO, ENTÃO GOSTARIA DE SABER SE TENHO DIREITO E O QUE PRECISO, POR ONDE DEVO COMEÇAR, O MEU MAIOR SONHO É PODER IR ATÉ A ITÁLIA E CONHECER UM POUCO DE MINHA ORIGEM, SEM FICO ETERNAMENTE GRATA PELA OPORTUNIDADE, SÔNIA
sônia Maria de O. Hinz, Professora, 69 anos, de Americana

MEU BISAVO PATERNO CHAMAVA-SE ESTEVÃO DALPRA E BISAVÓ CHAMAVA-SE MARIA GOSTARIA DE3 SABER QUANDO VIERAM PARA O BRASIL? HÁ ALGUÉM CONHCE ESSE SOBRENOME? POR FAVOR ENVIE-ME UM E-MAIL, DESDE ABRAÇOS, SÔNIA
sônia Maria de O. Hinz, Professora, 69 anos, de Americana

que bom ganhei a cidadania italiana mas nao posso viajar enquanto nao sair a do meu filho eu nao posso viajar so,estou com 68 anos,deus vai me ajudar quero ir na basilica missa do galo espero em deus
marionete ferrari, do lar, -25 anos, de governador valadares

Oi Elton e demais, sou Waldemar Manassero, da Rádio Italiana, a primeira feita por ítalo-brasileiros na internet. Gostaria de parabenizá-los pela iniciativa, pelo excelente site e pelo trabalho desenvolvido. Quando tiverem eventos importantes entrem em contato conosco que teremos o prazer de divulgar. abs, Waldemar Manassero Rádio Italiana www.radioitaliana.com.br
Waldemar Manassero, Radialista, 41 anos, de São Paulo

Meu nome é Veronica, atualmente moro e trabalho legalmente em Milao. Há pouco tempo encontrei o atto di nascita do meu trisnonno em Fai della Paganella, Trento. Tenho direito à cidadania Trentina. Sou gaucha, minha familia é toda de Porto Alegre, mas eu morava no Rio antes de vir para Milao. Tenho familiares em Porto Alegre que querem dar entrada no processo, e também meu pai que mora em Sao Paulo. As minhas duvidas sao as seguintes: 1- Gostaria de saber como devemos proceder neste caso? Temos que dar entrada em 3 processos distintos simultaneamente, um no Rio, um em Sao Paulo e outro em Porto Alegre ou existe maneira de integrar os processos? 2- Existe alguma possibilidade de conseguir legalizar os meus documentos a tempo de dar entrada na Italia? 3- Qual exatamente é o documento do meu trisnonno que devo pedir em Fai della Paganella, e para quem? Como é o nome do documento em Italiano? Tem que ter assinatura de quem e reconhecida por quem? 4-Qual é o telefone e email do Circulo Trentino do Rio de Janeiro? O site nao tem telefone e o email que mandei voltou. Agradeço desde ja a atençao
Veronica, Arquiteta, 36 anos, de Rio de Janeiro

Elton e demais trentinos que têm conhecimento da lei de cidadania. A esposa e o esposo tem direito a requisitar a cidadania italiana sem perder a brasileira? É verdade que os casamentos até 1981 dão este direito ao cônjuge?


sergio avila, Professor, 70 anos, de Rio de janeiro

O meu processo de cidadania foi aceito pelo Ministerio do Interior. Agora, o consulado me pediu para demonstrar os documentos novamente, incluindo um documento que nao consigo (a data da entrada de meu avo no porto de Rio Grande, RS). Ele disse que estes documentos serao encaminhados para o Comune. Eu nao estou entendendo este circulo. Se o processo j'a foi aprovado pelo Ministerio, quais sao os passos seguintes. E' importante lembrar que eu entrei com o processo no consulado no exterior porque moro fora do Brasil - nao imaginei que houvesse diferenca. Meu familiares no Brasil ja' obtiveram o passaporte (parte do mesmo processo). Voce poderia esclarecer? Muitissimo obrigada!!!


ana, , 2017 anos, de

Prezado Elton, Minha avó era trentina, nascida em Valfloriana, em 1874. Meu pai nasceu no Brasil em 1901, e eu nasci em 1953. Tenho o direito de pedir a cidadania italiana através do Círculo Trentino? Outro grande problema é que não encontrei nenhum registro de casamento dela, nem no civil nem no religioso. Procurei até mesmo a Cúria da região, mas não encontrei nada, e eu sei que ela se casou no Brasil, pois veio para cá com 10 anos. Será possível fazer o pedido do reconhecimento da cidadania sem esse documento? Afinal a cidadania é transmitida pelo sangue, não é mesmo? E quanto aos erros contidos nos outros documentos, temos que corrigi-los? Na certidão de óbito o sobrenome dela foi substituído pelo sobrenome do marido. Agradeço desde já pela sua atenção e aguardo uma resposta. Maristela
Maristela Schiavoni, Professora, 63 anos, de São Paulo

Bom dia...Nesta ultima semana entrei em contato com o Ministerio do Interno,in Roma,atraves de e-mail,e tive a informaçao de que eles ja enviaram o meu nulla osta pro consulado do RJ,onde dei a entrada nos documentos.Me deram tambem um numero de protocolo.Gostaria de saber o que devo fazer agora? Desde ja agradeço a atençao. LUCIA HELENA TREVISANI BOTELHO-N.VENECIA-ES


Lucia H.Trevisani Botlho, , 38 anos, de nova venecia

Sou neta de Andreolli Antonio,que chegou ao Brasil,RJ/em 1897,no navio Colombo.Seus pais Luigi Andreolli e Gioconda Bertolli e filhos,todos da Comune di Brentonico - Trento-Italia.Depois foram mandados para MG/Cidade de Matias Barbosa. Lá casou-se com Roma Bassoli, de Mantova-Italia e tiveram 9 filhos.Já estive 2 vezes em Brentonico e peguei todos os documentos deles.No Arq.Publ.Mineiro-MG, Br,consta ficha descritiva do meu bisavô Luigi Andreolli e sua familia.Livro SA920.pag:124.Data:24/5/1897,data da entrada na Hopedaria.Microfilme-Rolo04 e Arq.F-gav.1. Tento colocar o sobrenome do meu avô na pag. de sobrenomes trentinos e a resposta é: Não encontrado. Porquê? Gostaria de saber tb se posso ter cidadania Trentina. Minha mãe era Maria andreolli e eu me chamo Norma.


NORMA ANDRIOLE DE SOUZA, Func.Pública-Aposentada, 79 anos, de Niterói - Rio de Janeiro

Gostaríamos que voces divulgassem essa palestra aos alunos de voces....pois temos interesse de indicar a escola de italiano de voces aos alunos que participarão da palestra... PALESTRA MOSTRA POSSIBILIDADES DE ESTUDAR NA ITÁLIA As possibilidades de estudar, pesquisar e vivenciar um período na milenar Itália da Europa meridional, serão apresentadas em evento que a Assessoria de Relações Internacionais da FURB promove no próximo dia 30 de outubro. O conferencista convidado é Marcos Vinicius Cardenas, que apresentará o programa “Fai Da Te”, fornecerá informações sobre estudo e cidadania e mostrará a situação atual da Itália. O evento é aberto a estudantes de graduação e pós-graduação, com seus familiares. As inscrições devem ser feitas pelo e-mail cri@furb.br com cópia para conttatti2003@yahoo.it e serão validadas mediante aquisição do “Picollo Guida” que será utilizado na palestra, das 18h 30 às 21h 30, no Auditório Professor Milton Pompeu da Costa Ribeiro do bloco J, campus I da FURB. Cárdenas reside na Itália desde 1988, quando foi viver naquele país através de uma bolsa de estudos. Vem realizando palestras pelo Brasil difundindo a situação da Itália nos dias atuais e quais são as formas de estudantes brasileiros, de todas as áreas do conhecimento, estudarem e pesquisarem naquele país, ou então obter a dupla cidadania se for o caso. O programa “Fai Da Te” prevê um período de preparação de 5 a 8 meses, compreendendo os seguintes procedimentos: conhecimento básico da língua italiana; como encontrar os cursos na Itália; contatos com as instituições italianas; preparação dos documentos necessários; convênios com as universidades italianas; legalizações junto ao consulado para o pedido de pré-inscrição; vistos de estudos; confirmação para alojamento, alimentação e benefícios; roteiro passo a passo / cidadania para os descendentes de italianos. Mais informações com a Assessoria de Relações Internacionais da FURB fone: 47 3321-0206 ou cri@furb.br
MARCOS VINICIUS C CARDENAS, palestrante, 50 anos, de São Jose

Sou bisneto de FROZZA GIUSEPPE di LUIGI e CERVI REGINA. Meu bisavô nasceu no Brasil (09/08/1889), mas os pais eram de Treviso. Meus trisavôs eram: FROZZA LUIGI di GIOVANNI BATTISTA e REGHIN VALENTINA (nato nel 1861); e CERVI REGINA di GIUSEPPE e DE NARDI GIUSEPPINA (nata nel 1867). Já tentei localizar documentos deles na Itália e descobrir de qual comune de Treviso eram originários, mas nada consegui. Sei que meus ancestrais da família FROZZA eram de Treviso, mas tinham parentes de sobrenome FLAIM em Trento. Não sei precisar o parentesco, mas havia um. Meus trisavôs imigraram para o Brasil em 1888 (Estado da São Paulo), voltaram para a Itália em 1899 (meu bisnonno foi junto) e imigraram novamente para o Brasil em 1900. Meu bisnonno (apesar de nascido no Brasil) foi registrado na Itália, assim entrou como imigrante italiano no Brasil quando da segunda imigração da família, em 1900. Olha, consegui até mais do que procurava sobre a família de minha bisnonna (cognome IMPERATORE) em Padova. Mas quando a pesquisa envolve Treviso, nada consigo. Se alguém puder ajudar, agradeço.
MARCIO LIMA, professor e historiador, 44 anos, de São Paulo

Oi Cibele Colombelli Costa, bisneta de Antonio Simion (1877-1954) e Orzula Simion(1879- 1950) que imigraram para Fão/RS, vindo de Tonadico, Trento. Sou Mauro Simião, descendente de Giovanni Simion que também veio de Tonadico. Meu e-mail é maurosimiao@gmail.com. Abraços.
Mauro Roberto Simião, administrador de empresas, 66 anos, de Curitiba

Gostaria de saber se existem algum site onde possa pesquisar sobre os sobrenomes trentinos.
Tiago Rech Coronetti, técnico em mecânica, 35 anos, de Tapejara

Olá amigos,...a comissão realmente responde os e-mails que mandamos para dlci.dcdcm@interno.it, vejam só o q eles m responderam: La sua pratica KAU/3472 al momento è in fase istruttoria e sarà definita nel rispetto dell`ordine cronologico.Distinti saluti !!! Viviane Maria Cestari !! Botuverá,21/10/2009.
VIVIANE MARIA CESTARI, ECONOMISTA, 39 anos, de BOTUVERÁ

olá meu nome é fabricio marques de oliveira , o meu biza vo JEREMYAS TOMAZIN naceu na italia eu gostaria de saber de ele é trentino gostaria de saber de que lugar da italia ele vei porque quando ele chegol aqui no brasil ele foi mora na cidade de botucatu e se casol la espero resposta muito obrigado...
fabricio marques de oliveira, jogador de futebol, 30 anos, de são paulo

OI,PRECISO MONTAR MINHA ÁRVORE GENEALOGICA,SEI QUE MEU BISAVÔ SE CHAMAVA ANTONIO SLOMPO,IRMÃO DE BORTOLO SLOMPO.
Joelis Aparecida Slompo, AUx. Contabil, 33 anos, de Capivari

Caro Elton! Conforme na mensagem mandada anteriormente quero advertilo que os telefones forncecidos pelos site referentes a comissao em Roma, nao estao corretos, ja tentei contato em diversos horarios e todos os dias. Por favor atualizem os datos ou retirem o link do site. Onde posso haver informacoes? Grata desde ja, fabiana
Fabiana Martinez, , 37 anos, de caxias do sul

Ciao! Entrei com meu processo em Porto ALegre, em out/2005, com a declaracao da entrega de codumentos fornecida pelo consulado, consegui obter meu permesso di sogiorno, estou morando em Roma ja a 6 meses. Gostaria de informa-los do que fui informada que a COmissione INterministeriale que cuida dos processos trentinos nao existe mais, os telefones fornecidos nao sao existentes e o Ministerio do Interno nao atende ao publico. A unica fonte de informacao e um 0800, um callcenter que esta no site do ministerio do interno e na qual dizem que nao sao responsaveis pelos processos de cidadania por parentesco. Onde posso buscar mais informacoes? Obrigada
Fabiana Martinez, , 37 anos, de caxias do sul

Olá amigos do Circulo de Trentino, meu nome é Cristine moro em Ponta Grossa no PR, embora ainda não faça parte do Círculo de Trentino, e por duas vezes fui a Ctba mas não consegui entrar em contato por estar fechado, mas em breve pretendo ir novamente. Gostaria de comunicar que no dia 18 de outubro, domingo próximo, será realizado o III Encontro da Família Collesel - filhos, netos, bisnetos e tataranetos, tetranetos de: Catarina Collesel, vinda de Trento - Itália. Meu avô que veio com sua mãe aos 09 anos de idade se chama Candido Collesel - nascido em Imer - Trento. Gostaria de deixar o meu abraço a todos os Trentinos que vivem no Brasil especialmente no PR, pois estamos tentando manter a familia unida, cada vez mais. Um grande abraço a todos vcs!
Cristine Isabel Simão, , 2017 anos, de

Olá! Sou descendente de Angelo Tison, estou com todos os documentos para dar entrada no processo, porém estive vendo os processos que estão em andamento e percebí que em um dos processos pediram uma certidão de desembarque que não foi entregue. Nos documentos que vou entregar agora preciso desse documento também? Outra dúvida, se eu entrar com o processo diretamente na Itália pode ser mais rápido o processo? E se eu der entrada pelo Brasil eu terei direito a permanecer morando na Itália até sair a cidadania? Muito obrigada!
Raquel Tezone, Nutricionista, 30 anos, de Sao Lourenco do Oeste

procuro certidão de casamento e obito de domingos giorno , na cidade de chapeco-sc, o qual era dono de cartorio da mesma cidade.
decio, gerente de farmacia, 59 anos, de campo mourão

Onde posso conseguir Certidão de desembarque de imigrantes italianos que desembacaram no porto de Rio Grande/RS entre 1890 e 1905 ?
NILSON VITOR BATISTA, ADVOGADO, 71 anos, de SÃO PAULO

Ola, nao sou de origem trentina mas apos ajudar a tantos descendentes de imigantes do Trento a darem entrada no pedido e ja obterem a cidadania venho lamentar o que um certo senhor Pedro So postou ha algum tempo atras. Pelo que escreveu com certesza NUNCA MOROU NA ITALIA, ou talvez nem seje de origem italiana. Ao contrario do que ele diz, Somos Sim, bem vistos e requisitados especialmente porque a grande maioria que esta imigrando para a Italia nao é de desocupados e sim profisssionais formados e com experiencia profissional comprovada e para estes todas as portas estao e estarao sempre abertas. Ed essere italiano è piu che ottenere un passaporto, è sentire l'anima italiana che c'e portiamo nel cuore. Un saluto e buona fortuna a tutti Renato Noveletto Machado
Renato Machado, Aposentado, 51 anos, de Rio do Sul

Sou filho de Waldemar Nicoletti, neto de José NIcoletti e Bisneto de Raimundo Nicoletti, estou a procura de mais informações a respeito de minha arvore genealógica.Se seu sobrenome for Nicoletti entre em contato comigo para juntos tentarmos descobrirmos um pouco mais da nossa familia, até mais fico no aguardo, meu e-mail é : jf.nicoletti@hotmail.com
João Fernando Nicoletti, Gerente de Produção, 38 anos, de Rio Claro

Eu tenho a árvore genealogica da minha família, só não lembro de de ter Liliane Beatriz Uez, vc é filha de quem? eu tenho os dados desde do meu tartaravô. Só que eu encaminhei minha Dupla cidadania pelo lado materno pois ficava mais fácil e mais barato que é Sirtori.
Odila Uez, Funcionária Pública, 61 anos, de Caxias do Sul

Caros Amigos, assinei o Atti di Cittadinanza em dezembro de 2005,a partir dai não tive mais informações sobre o processo,a unica coisa que tenho de resposta é o que esta no site verificar processo, gostaria que o Elton Stolf me orientasse sobre alguma coisa nova. Obrigado e abraços a todos.


guido tafner, empresario, 2017 anos, de belo horizonte

Boa Noite! Gostaria de saber como faço para encaminhar o pedido de dupla cidadania, quais os documentos que preciso, quais são os passos que devo seguir etc... E gostaria de saber se tem como eu conseguir certidões ( de nascimento ou casamento) da Italia, sem ter que ir até lá, e para quem devo pedir... Desde já agradeço Arleth M. Dalcanale


Arleth Maria Dalcanale Figueiredo, dentista, 2017 anos, de Curitiba

Gostaria de manter contato com pessoas da família Marcolla para saber se existe alguma árvore genealógica ou dados da família. Já encaminhei meu pedido de cidadania em 2005 pela família Ropelato (minha mãe), mas do sobrenome Marcolla não consigo quase nada.
Luis Fernando Marcolla, Engenheiro Civil, 52 anos, de Jaraguá do Sul

Depois de 04 anos, quando assinamos a documentação na Festitália 2005, em Blumenau-SC, recebemos a notícia de que o processo de dupla cidadania foi deferido pelo Ministero dell'Interno, em julho de 2009. E na última sexta-feira, dia 25/09/2009, retiramos os passaportes no Consulado Italiano em Curitiba-PR. Quero agradecer a todos do Consulado pelo excelente atendimento prestado, quando do processo de solicitação do passaporte e ao Elton pelas palavras e e-mail quando recebemos a notícia. Muito Obrigado a todos. Família DORIGATTI - Descendentes de Giuseppe Carlos Giovanni Dorigatti.
Carlos Roberto Dorigatti, Aposentado, 61 anos, de Blumenau

Saudações, Amigos estou em busca de informações de meus bisavós. Eles são Fortunato Nardelli e Corina Nardelli. Acredito que eles chegaram no Brasil em meados 1870. Se alguém tiver alguma informação sobre batizado, certidões... Enfim. Desde já um forte abraço a todos. Nossa história é nossa maior herança. Cesar Nardelli
CESAR NARDELLI, comerciante, 48 anos, de Brasilia

Gostaria de saber se alguém já deu entrada no pedido de dupla cidadania"itáliana",e portanto já tem as informações necessárias, da Família "MATTÉ."Obrigado.
Celso Junior Matté, Agricultor, 52 anos, de Corbélia

Alguem tem o modelo - texto de carta para enviar ao Ministero do Interior em Roma, a fim de pedir informações sobre o andamento da Cidadania?
Flavio Moschini, comerciante, 43 anos, de Piracicaba

A comissao esta trabalhando! Amigosl, após enviar alguns emails aos internos da Itália para consultar a situação do processo de cidadania, obtive um retorno esta semana, segue o endereço se quiserem tentar algum contato: dlci.dcdcm@interno.it Abraccio Segue o email que me foi respondido: ----- Original Message ----- From: dlci.dcdcm@interno.it To: diogocampregher@terra.com.br Cc: Sent: Qua 9/09/09 07:54 Subject: Fwd: processo cittadinanza italiana L'istanza da Lei inviata è pervenuta a quest'ufficio ed le è stata assegnato il numero di pratica kau/3925 ed è in fase d'istruttoria
Diogo Campregher, Analista de T.I, 30 anos, de Guaramirim

BOA NOITE... GOSTARIA DE SABER SE É POSSIVEL AGUARDAR O PROCESSO D CIDADANIA NA ITALIA..PRETENDO FAZER LA CURSO D ITALIANO...EM TRENTO...E SE NAO FOR ABUSAR, HAVERIA ALGUMA FAMILIA ITALIANA QUE PODERIA ME HOSPEDAR??ASSIM EU TERIA TERIA CONVIVIO COM UMA FAMILIA..POSSO FAZER TODOS OS DEVERES D UMA CASA..LOGICAMENTE EU PAGARIA.. OBRIGADO.
ALEXANDRE FELLER NASATO, FLORICULTOR, 43 anos, de INDAIAL

Boa tarde a todos....se alguem tiver noticias de alguma pessoa com o sobrenome MARCELINO, favor entre em contato, meus avós eram de Braço do Norte próximo de Brusque, meu avô tinha o sobrenome Venâncio Marcelino e minha avó tinha o sobrenome da Rosa. abraços a todos...
valmir marcelino, Téc em Processos, 42 anos, de Joinville

Procuro informações sobre meus ancestrais italianos da famiglia Frozza (origem na província de Treviso) e que imigraram para São Paulo em 1888 e 1900.
MARCIO LIMA, professor e historiador, 44 anos, de São Paulo

se alguem quiser certidoes (nascimento, casamento ou obito) das familias BOMBARDELLI ou LOVERA.... entrar em contato comigo
giovani lovera, estudante, 27 anos, de guaira

preciso da certidão de nascimento,casamento,óbito, enfim,de onde e quando,de qual região da itália veio alexandre matté,que depois casou-se aqui no brasil,possivelmente,com margarida,que também veio da itália.Por favor me ajudem.obrigado
Celso Junior Matté, Agricultor, 52 anos, de Corbélia

busco informacões sobre meus ancestrais.Sei que veio da itália por volta de 1880(+ ou -) e se chamava alexandre matté, que depois casou com margarida matté também da itália,provavelmente se casaram em caxias do sul ou em algum lugar dessa região.obrigado.
Celso Junior Matté, Agricultor, 52 anos, de Corbélia

OLÁ: Estou tentando localizar os parentes do meu Brasil bonito, para encontrar as minhas raízes. Eu sou de Cordoba, Argentina, e espero sua resposta e me ajudar a encontrar o caminho de meus ancestrais. Obrigado e um abraço de longe. Mario CECAT. mariocecato@gmail.com
mario cecato, , 2017 anos, de cordoba - argentina

Oi, so pra dizer que agora toda minha familia e reconhecida italiana depois de uma espera de 06 anos, demos entrada no processo em 2003 e nosso KAU e 460, nunca e tarde pra ser feliz...estamos muito felizes, vamos nos juntar todos aqui em Londres pra comemorar..beijos
Zelia Tamanini, , 54 anos, de Londres

gostaria de saber como conseguir minha cidadania e da de meus filhos o meu bisavo era italiano seu nome era josepe chiuratto por favor me ajudem agraDEÇO E QUERO SABER COMO CONSEGUIR MINHA CIDADANIA DEPOIS DISTO oBRIGADA
rosana chiuratto de lima do amaral, psicopedagoga, 56 anos, de sao jose dos pinhais

Olá família Trentini, é a primeira vez que acesso o site, gostaria de ter informações históricas de meus antepassados e acredito que aqui terei exito. Sou neto de Pacífico Luís Trentini, vindo de São Francisco de Paula RS. Minha tata veio grávida da Itália e teve meu bisavô em MG, é tudo que sei sobre eles. Abraços a todos.
Wagner Trentini, Projetista, 34 anos, de Campo Bom

Boa tarde, procuro dados sobre meus tataravós Mansuetto e Marieta Margon, bem como de sua filha Clementina Margon, nascida em Piemonte. Estou com dificuldade para encontrar a entrada deles no país. Grata.
Alessandra, Joprnalista, 36 anos, de Pindamonhangaba

Sou bisneto de italiano meus bisavos vieram da italia (Joao Zanato e Thereza Valentin) minha avó Regina Zanato nasceu no Brasil ,gosaria de saber com posso achar documentos relativos aos meus bisavós na italia?e se tenho direito a cidadania?
Carlos Roberto Lopes, Vendedor, 51 anos, de Marilia

Dia 11 de agosto de 2009 não será mais o mesmo, antes eu só comemorava o dia do advogado mas esse ano foi muito especial, recebi a carta do Consulado Italiano de SP com a convocação para a apresentação das certidões da minha família para a concessão da tão sonhada cidadania italiana. Eu, minhas irmãs e minha mãe assinamos o livro no Consulado no ano de 2003 naquela época a expectativa já era grande, parecia que naquele momento já seríamos cidadãs italianas. No ano de 2005 estive na Provincia Autonoma di Trento onde participei do intercambio cultural entre descendentes trentinos de várias partes do mundo, inclusive com o meu amigo de intercâmbio Elton Stolf que mora em Santa Catarina. Quando retornei da Itália, comecei a trabalhar como voluntária do CTSP ajudando na elaboração dos processos de cidadania. Acompanhei cada passo do processo de várias famílias, e a minha expectativa para me tornar uma cidadã italiana só crescia a cada ano. Escrevi e-mails para o Consulado Italiano de SP, para o Ministério Degli Affari Esteri na Itália, indagando sobre o processo da família Negri . Tinha muitas dúvidas se seria concedida a minha cidadania italiana. Parecia tão distante, tão remota a possibilidade, eu estava quase desacreditando em todas as informações que eu recebia. Mas, depois de uma espera de quase 9 anos é indescritível a emoção que eu sinto, definitivamente me tornei “una ragazza italiana”!!! mas a espera valeu a pena agora me sinto ainda mais próxima da cultura trentina e dos meus antepassados. Obrigada a todos que me ajudaram direta ou indiretamente nessa conquista que considero uma das mais importantes da minha vida. Bacione Ana Cristina Panelli
Ana Cristina Panelli, advogada, 43 anos, de são Paulo

estamos procurando as certidoes de giovanni broseghini para dupla cidadania alguem pode nos ajudar?
jacqueline lopes, farmaceutica, 52 anos, de rio

queria saber sobre elvira dal ri ma~e de Euller , Desiree, que mora em jaragua do sul santa catarina entre em contato comigo muitassaudades eu e vania
zelia maria da silva, aposentada, 74 anos, de florianopolis

Ola, gostaria de saber , por exemplo: Um familiar meu ja teve a cidadania reconhecida, pra mim dar entrada no meu processo , levaria o mesmo tempo que ele ? no caso 4 anos !!! ou o processo seria mais rapido ? obrigado pela atencao
camilo, , 29 anos, de apucarana

gostaria de saber se rismundo o resmunde eh considerado sobrenome trentino. estamos dando busca na cidade de rovigo e nao estamos encontrando nada. grata
marcia raymundo, publicitaria, 64 anos, de rio de janeiro

Olá estou a procura de imigrantes italianos cujos sobrenomes são de meus bisavô Afono Maram já falecidos gostaria de saber se alem de meu avô que ainda esta vivo existe algum grau de parantescos que possa nos dar informações sobre a localidade na Italia sobre nossa familia se ainda exsiste algum descentente.abraços
Rosana Alves da Silveira, Secretaria, 41 anos, de são simão

Sono di Guatemala, descendo da trentini, voglio inviare complimenti a Elton Stolf per questa pagina c'é molta informazione importante che ho preso comé esempio per iniciare un circolo nella mia cittá, un saluto a tutta la comunitá trentina dal Brasile
Dyna Melgar Dorigoni, Ingegner chimico, 54 anos, de Guatemala

Sou do Estado de São Paulo, mas vivo nos Estados Unidos da América do Norte. Gostaria de receber alguma informação sobre os meus antepassados que foram para o Brasil no fim do século 19. O sobrenome é Anhezini. Obrigada
Maria N. Police, Professora Aposentada, 82 anos, de

Ola...como faço pra saber quem são as pessoas que requererão a dupla cidadania, dos descendentes de Luigi Dalcanale e Mansueto Mengarda, se eu souber quem foi fica mais facil para eu juntar a documentação necessaria. Grata
Silvani Dalcanale, , 36 anos, de Rio do Sul

Caros colegas, A quem possa interessar, tive resposta do Ministero dell'Interno sobre o processo TN 0055 do ancestral Gioacchino Bortolomeu Girardi: o processo lá tem o KAU 3122 e a prática KAU 1505. Abraços a todos.
Mauricio Girardi, Professor, 2017 anos, de Araranguá

Olá, boa tarde! Meu bisavô nasceu em Hart - Provincia de Voralberg em 1896. Gostaria de ter informações a respeito desse lugar, alguem que tem bisavos, avos dessa região e tenha informações de como obter a certidão de nascimento dessas pessoas. A quem pedir esses documentos..Italia ou Austria e coisas do tipo. Muito obrigado
Bruno Segato, Analista de Sistemas, 29 anos, de São Paulo

Observando no site os processos cuja cidadania já fora reconhecida encontrei alguns com a KAU superior a 4000. Como o número de meu processo - descendentes de Pietro Giovanni Dell'Agnolo - que ainda não voltou, é inferior a este, fiquei na dúvida: essa ordem não é estritamente obrigatória, meu processo parou para alguma análise, etc... Pela experiência possuída pela Federação, conferida pelos anos com que trata do assunto, quais as hipóteses para o que está acontecendo? Abraços.
Gustavo Del Agnolo, Advogado, 2017 anos, de Bragança Paulista

Bom dia Elton, em primeiro lugar gostaria de parabenizá-lo pelo excelente trabalho que você desempenha, e se possível, gostaria de resposta para algumas questões: 1 - A data de nascimento e de casamento de Pietro Gaspe(a)retti e Maria Debortoli; 2 - A data de nascimento de Severino e Maria, filhos dos dois supracitados; 3 - Se há registro do retorno de Antonio Di Pietro Gaspe(a)retti à Borgo Valsugana entre 1889 e 1895, e a data de nascimento de seu filho Ruggero; 4 - A rota e os meios de locomoção entre Trento e o Porto de Gênova no final do século XIX (período da imigração em massa); 5 - Onde consigo fotos de Borgo Valsugana do final do século XIX? 6 - Se há algum processo de cidadania em andamento sob o sobrenome Gasperetti. Grato, e um grande abraço. Ricardo Gasperetti.


Ricardo Gasperetti, Advogado, 47 anos, de São Paulo

Estou reconstruindo a genealogia da familia BELEGANTE OU BELEGANTE. Ja consegui muitos dados mas ainda me falta muitas informoçoes. Conto com sua ajuda. Desde já meus sinceros agradecimentos.
Dorvalino Belegante, PADRE, 56 anos, de CHAPECÓ

ola,gostaria de ter informaçoes de mario locatelli,nascido em milao,1931,ja falecido aqui no Brasil,existe familiar na italia?Gostaria de ajudar sua unica filha(sindrome de down),brasileira.Obrigada.
andrea santos de magalhaes nunes, professora, 46 anos, de Belford roxo

Prezado! Procuro informações de meu bisavô Luigi Rocco Frozza, Filho de Pietro Frozza e Antonia Carniel, nascido em Follina, provincia de Treviso em 14/07/1881. Gostaria de descobrir os nomes de seus irmãos, pais, avós etc... Também me interesso por qualquer outra informação que você possa conseguir sobre este sobrenome. Desde já agradeço, parabenizando pelo exelente e dedicado trabalho. Marcos E. Frozza
Marcos Eugênio Frozza, Professor e Consultor em Mecânic, 36 anos, de Taquara

Queridos amigos deste portal maravilhoso. Hoje (03/07/09) li todos os recados aqui postados, assim como já li imensas listas de nomes em tudo o que é possivel encontrar na net. a procura é muito descordenada e quase que infrutífera mas não desanimo. Consegui, depois de muito procurar, encontrar o local exato onde nasceu meu nono paterno, que conheci como João e quando desconfiei que ele seria "Giovanni" fez-se a luz. Giovanni Briani , nascido em Goito-Mn, filho de Angelo Briani e de Rosa Canditi. Daí nasceu o interesse de saber a respeito do meu outro nono Angelo Trentin, que diziam ser austríaco casado com Giuditta Trentin,pais de minha nona Paolina Trentin.Enfim, encontro muito outros Trentini e fico pensando se foi um caso de erro de ortografia como acontecia muito. Gostaria de informações e contatos dos Briani e Trentin que procuram seus familiares e que queiram montar nossa arvore genealógica. Informações para suelibriani@hotmail.com. Abraços.
sueli, transportadora escolar, 61 anos, de são caetano do sul

Caro amigo, preciso da data de nascimento e morte de Luigi Antonio Voltolini e Margherita Moratelli. Abraços


agostinho cesar voltolini, Optometrista, 58 anos, de

Olá a todos, Gostaria de saber se alguém enviou uma carta ou e-mail para a comissão em roma, pedindo informações referentes ao processo de cidadania italiana, pois gostaria de ter um e-mail para que eu possa apenas modificar meus dados referente a cidadania e enviar a comissão em roma. Se alguém puder fazer a gentileza e enviar uma cópia para meu e-mail fico muito grato. mderetti@gmail.com
Moacir Deretti Jr., Engenheiro Químico, 30 anos, de Jaraguá do Sul

Por favor, nunca vi nenhum processo do estado de São P aulo, não foi aprovada cidadania para nenhum Paulista ou Paulistano?
celia regina degasperi lima, empresaria, 65 anos, de

gostaria de ter noticias sobre meu processo dei entrada no consulado no rio de janeiro em 2004 e ate hj nao tenho nenhuma noticia tenho minhas duvidas se essa cidadania vai dar certo


aloncio luiz rizzi, , 58 anos, de itarana

Oi... Gostaria de saber informaçoes sobre minha genealogia.... Meu Bisavó Joao (Giovanni) Zanirato se casou com Elisa Ceccato e procuro informaçao, porque nao consigo encontrar o certidao de casamento e nascimento deles... Por favor... me ajudem!!!!!! obrigada...Marina


Marina Zanirato, , 37 anos, de

Ola amigo Stolf , eu sou camilo vettori , e meu tataravo se chama cirillo vettori , ja foi dada a entrada na cidadania dele por outra pessoa, e estava faltando uma certidao de embarque dele, gostaria de saber se essa certidao ja foi descoberta!? grato
camilo, , 29 anos, de apucarana

Olá, estou procurando dados sobre minha bisavó, Clementina Margon, que nasceu em Piemonte, Sud-Tirol, filha de Mansuetto e Marieta. Muito grata por qualquer colaboração.


Alessandra, Joprnalista, 36 anos, de Pindamonhangaba

Olá a todos os amantes pela historia de sua familia, que buscam por informações. Gostaria de saber se ja foi encaminhado alguma documentação para obter a dupla cidadania Italiana, dos descendentes de Mansueto Mengarda, quero encaminhar a minha mas preciso dessa informação antes. Obrigado.


Silvani Dalcanale, , 36 anos, de Rio do Sul

ola...me chamo nayara e gostaria de saber se existe alguma forma de saber sobre o andamento do meu processo de cidadania que foi dado a entrada em 2004


nayara Maria Gaigher, empresaria, 30 anos, de Aimorés

Caro amigo Stolf, voces tem ai no ciruclo trentino dois encaminhamntos de cidadania italiana: uma de Agostino Antonio Leonardo Voltolini e outra de Agostino Sebastiani Ilario Voltolini...faça-me o grande favor de verificar se os pais deles eram filhos de Antonio Voltolini e Margherita Marchi... Abraços


Agostinho Cesar Voltolini, optometrista, 58 anos, de jaragua do sul

Stolf, me informe quem eram os pais de Carlo Antonio Voltolini, Abraços
Agostinho Cesar Voltolini, optometrista, 58 anos, de jaragua do sul

Gostaria de saber quem ram os pais de Agostino Sebastiani ilario Voltolini e e Luigi Antonio Voltolini. Abraços
Agostinho Cesar Voltolini, optometrista, 58 anos, de jaragua do sul

Gostaria de saber o nome dos locais de onde partiram os Voltolini quando da imigração.
Agostinho Cesar Voltolini, optometrista, 58 anos, de jaragua do sul

Sou neta de Giuseppe Tomasoni, nascido em 1881 no Tirol. Filho de Domenico Tomasoni e Elisabetha Andreoli. Tomasoni também é um nome Trentino. Se puderem fornecer mais informações, fico grata. Un abbraccio a tutti.


Angela Tomzzoni Jardim, Aposentada, 64 anos, de Porto Alegre

Olá! Gostaria gentilmente de saber como está o processo TN 0392 - PRUNER, pois no site não tenho informações novas há quase 3 anos. Obrigado.


Ricardo Henry de Oliveira Maes, Administrador Escolar, 39 anos, de Blumenau

ciao a tutti i brasiliani e i trentini in brasile, ho 18 anni da compiere il 26 agosto, studio il 4°ano della Scuola Alberghiera, e vorrei conoscere tantei amici trentini e brasiliani sia in Italia che in Brasile. ciao a tutti di cuore Domenico cianoamazonia@alice.it
domenico, , 2017 anos, de

Sou Bisneto de Agostino Antonio Leonardo Voltolini e gostaria de saber se alguem pode me ajudar na seguinte informação: nomes dos irmão do meu bisavo Agostino. sei que residiam em Nova Trento/SC


agostinho cesar voltolini, optometrista, 58 anos, de jaragua do sul

preciso de saber data de nascimento de meu bisavo que veio da italia em 1875 ele e angelo zeni filho de antonio zeni e raquele zeni eles sao de trento obrigado


carlos zeni, representante, 52 anos, de colatina

E com muita tristeza que recebemos a noticia na segunda feira passada com o desaparecimento do Air Bus da Air France , estamos muito triste com a noticia e estamos rezando para as familias que perderam seus entes queridos sendo que na semana retrasada fomos jantar com os tres e foi um dia muito especial de cordialidade desejo de coração força as familias. Dori Edson Vitti Circolo Trentino di Piracicaba
DORI EDSON VITTI, enc de rh, 49 anos, de piracicaba

Pessoas maravilhosas deixam muitas marcas que nunca serão esquecidas, e cabe a nós manter o ideal vivo.
Eduardo Osti, , 2017 anos, de Rio dos Cedros - SC

É triste o coração trentino com o desaparecimento tão brusco de Rino Zandonai. Ainda que remota, enquanto há dúvida, há esperança.
Adilson Sergio Nicoletti, Consultor de Empresas, 47 anos, de Joinville

A comunidade trentina do Estado de Minas Gerais, Goiás e Tocantins expressa seus sentimentos pela perda de nossos amigos trentinos que estavam no vôo 447 da Air France.
Ezzio Savoi Cassimiro Browne Cunha, Presidente Circolo Trentino di B, 2017 anos, de Belo Horizonte

Sabemos que são poucas as chances de sobreviventes com a queda do airbus, mas mesmo assim temos orgulho de ter conhecido uma pessoa como o Rino. Sem dúvida um grande amigo que não usava pazinha para tomar sorvete como dizinha ele. Um grande amigo, uma grande personalidade, um verdadeiro trentino. " Edison- Presidente do circolo trentino de São João Batista - SC - Brasil
EDISON, jornalista, 2017 anos, de são joão batista

Elevemos preces aos nossos conacionacionais e aos nossos amigos trentinos. Deus na sua infinita bondade console familias na fé e eleve suas almas para próximo dele! Sinceras Condolencias!
Evanilto, M,Veterinario, 60 anos, de Trombudo Central -SC

Facciamo alle preghiera per tutti i nostri fratelli, e amici del Brasile e dell' nostro amato Trentino! Evanilto Perini Presidente dell'AFAPAM
Evanilto, M,Veterinario, 60 anos, de Trombudo Central -SC

É com grande tristeza que recebemos as notícias do voo da Air France onde estavam Rino, Luigi e Giovanni. Estive com eles quinta e sexta passada. Sendo Coordenadora do Gruppo Giovani Trentini Brasiliani, os 3 conversaram comigo. Nos próximos dias passarei a mensagem deles aos jovens descendentes trentinos. Abraço forte Simone Sehnem - Coordenadora do Gruppo Giovani Trentini Brasiliani
simone sehnem, contadora, 34 anos, de Taió

Peço aos que entrarem no site uma oração para os passageiros e tripulates do avião da Air France está desaparecido. (Entre eles os trentinos que cumpriam agenda aqui no Brasil.) Que Deus conceda um milagre...
Carla T. Nardelli, estudante, 31 anos, de Florianópolis

Necessito da CERTIDÂO DE DESEMBARQUE de meu bisavô Abbondio Fortunato Giovanni Peterlini que chegou ao Brasil em 1872 ou 1877.
Ademir Peterlini, Analista de sistemas, 67 anos, de São Paulo

Estou a procura de meus ancestrais e gostaria de obter informações sobre meu bisavo Michele Fortunato, nascido na região de Basilicata em torno de 1891. Filho de Ferdinando Fortunato e Gaetana Colucci que viram para o Brasil em 1895. Qualquer informação serei grato.
Gilberto Fortunato, , 2017 anos, de

Ciao. A força e a união deverá ser sempre nosso lema e fervor. Un baccio speciali a mio amico Gabriele Mattedi di Trento i la tutti Mattedi di Trento. Edison presidente do circolo trentino de São João Batista - SC - Brasile
Edison, Publicitario, 944 anos, de São João Batista

ciao amici brasiliani!!! io sono una trentina DOC, sono di Trento!!! volevo fare a tutti voi i complimenti... riuscite a mantenere sempre via la nostra bellissima cultura, anche oltreoceano!!! un saluto speciale a tutti voi e... coplimenti anche per il sito, muito muito lindooooo :)
Martina Mattedi, Estudante, 29 anos, de TRENTO

gostaria de fazer um pedido para com a relação do nome de minha mãe,que tem o nome da familia Salvi,qualquer informação que tiverem sobre este sobrenome por entrem em contacto comigo,pois venho tentando buscar a origem de minha familia e a unica coisa que sei de momento é que meu avo chamava-se Domingos José Salvi e tinha os pais Italianos!
francisco de paula bruno, oper. de caixa, 29 anos, de cascais - portugal

ola. minha esposa assinou o processo de cidadania em 2004 e ainda não vei tem alguma previsão? é possivel fazer a cidadania italaina Trentina la na Italia ? que esta demorando muito assim quando chegar ja estaremos velhinho para poder aproveitar
delirio oriques, comerciario, 45 anos, de tubarao

Elton, sei que está cansado de responder os mesmos e-mails, sobre o reconhecimento da cidadania. Entretanto dei entrada no meu processo em 2005, e pelo que vi, através do acompanhamento do processo ainda não saiu do Brasil, está no consulado p/ ser enviado para Roma. Vc tem notícias para os próximos anos, qual a programação enfim alguma novidade. processo: 0472 Obrigado.
Lucirley Mazera, Assistente Social, 46 anos, de

Muito Obrigado Elton!! Agora, só mais uma pergunta!! Eu consequiria legalizar meus documentos antes do término da lei Trentina, que vai até 12/2010, visto que o agendamento no Consulado do Rio está para 2013? Te agradeço mais uma vez!!


Cintia Degasperi, Contadora, 35 anos, de Vila Velha

Olá pessoal!! Meu caso é o seguinte... Tenho um primo que deu entrada na cidadania dele pelo consulado do Rio de Janeiro, o processo dele já foi legalizado e enviado para Roma. Gostaria de saber como eu faço para entrar no processo dele estando aqui no Brasil. E se eu estiver na Itália o que devo fazer? Desde já agradeço se puderem me ajudar com informações!! Preciso Urgentee!! Abraços!!


Cintia Degasperi, Contadora, 35 anos, de Vila Velha

amigos tenho em meu poder o certificado de desembarque do trentino BENIAMINO ZENATTI que emigrou para o estado do Espírito Santo em 1896. Veio solteiro, sozinho(ninguém da família), com 33 anos. NADA mais sei deste imigrante. Gostaria de saber se casou, onde casou, onde passou à residir, onde foi á óbito para um dia pesquisar nos locais onde residiu. Se alguém souber peço encarecidamente informar. OBS: o pesquisado não é meu antepassado. Muito obrigado.
Milton Roman Ross, serviço público, 61 anos, de Dourados

Ola andei pesquisando por meu antepassados e descobri que meu tataravo veio da italia mas nao sei que regiao nem em que data, ele se chamava Francisco Trentin era casado com Tereza checcele, nao sei quantos filhos teve entre ele luiz trentin que era casado com Maria campo( tenho apenas certidao de obito) tbm nao sei quantos filhos tiveram entre eles Francisco Trentin que era casado com Margarida vitoria moras que tiveram 11 filhos entre eles Abilio trentin que teve meu pai, se alguem tiver mais informacoes.
Carina, , 2017 anos, de

Prezada Camila O processo que fazemos é para o reconhecimento da cidadania italiana. O passaporte é apenas uma decorrência disto. Sds. Circolo Trentino di Porto Alegre
Pedro Carraro, Arquiteto, 54 anos, de Porto Alegre

Gostaria de saber sobre imigrante Italiano Emelio Adami
Edilson Carlos Gomes, Editor Grafico, 49 anos, de Blumanau

como está o processo de cidadania feeita em Curitiba dez de 2005 das familias battisti.
Terezinha agostini scapin, , 2017 anos, de

gostaria de saber em que igreja foi batizada,e quem são meus pais?
teresa aparecida tomasi de lima, , 58 anos, de sorocaba

lorena,concordo com vc;enquanto ficarmos d braços crusados não vai acontecer nada! abraso
renato moschen, , 35 anos, de

Olá , gostaria de saber como se encontra o processo da minha família para obter o passaporte italiano. Faz 5 anos que entramos com o pedido e desde então não tivemos retorno. Vcs tem algum parecer, alguma novidade? Obrigada, Camila Bertoli


Camila Bertoli trauczynski, publicitária, 35 anos, de curitiba

Sou Anderson Lunelli, morador de Ibirama SC Brasil e procurar pessoas p/ manter contatos em algumas cidade (provincia Italiana)... Aguardo respostas se possível...
Anderson Lunelli, Motorista, 35 anos, de Ibirama

Olá, estou montando minha árvore genealógica e estou com com algumas dificuldades, pois meu pai não lembra os nomes de seus avôs, ou seja, de meus bisavôs.Meu pai nasceu em Rio dos Cedros-SC, mas saiu de lá aos 8 anos. Meu avô se chamava Urbano Dalcanale e minha avó Maria Mengarda, ambos nascidos e casados em Rio dos Cedros. Se alguém os conheceu ou é tambe´m seu parente, por favor entre em contato comigo, grazie.
Arleth Maria Dalcanale Figueiredo, dentista, 2017 anos, de Curitiba

Alguem ja solicitou informções na Italia sobre seu processo e obteve respostas? Se eu for pessoalmente na italia eu consigo alguma informação? Onde procurar?
sergio, aposentado, 70 anos, de juiz de fora

Vorrei sapere si i corsi della lingua Italiana in Brasile c'è qualque aiuto del governo Italiano. Io ho letto nella revista Insieme di novembre 2008 su una finanziaria destinate agli Italiani all'estero. Io sono discendente d'Italiano della Provincia di Trento(Trentino),ho un processo di reconoscimento della cittadinanza da 2005,sto facendo il corso della lingua Italiana 2º periodo nel Circulo Trentino di Vitória ES . Vorrei sapere si queste risorse di alcuna maniera arriva fino a noi, non abbiamo nessuna informazione delle istituzione qui in Brasile su le risorse per l'assistenza educativa ad anche il processo della cittadinanza che da quasi 4 anni senza nessuna informazione. sembra che siamo un peso per il governo Italiano.
Adimilton Moschen, Mestre de obra, 51 anos, de cariacica

Moro em Monte Castelo, sou filha DE Erico Dadam (falecido), nasci em São João Batista,gostaria de Conhecer mais pessoas de minha familia, sei que alguns moram em Riodos Sedros a pouco comecei a fazer a documentação para dupla cidadania, assinei documentos esse ano.
Elezita Dadam Grein, Pedagoga, 51 anos, de Monte Castelo

SE alguém esta interessado em documentos Certidão di nascita dos imigrantes:Arquimedes Mora, Pietro Mora me mandem e-mail ou liguuem. Muito Obrigado.
Maurício José Ochner, Funcionário Público, 52 anos, de Rodeio

ola quero reseber informasao sobre a familia de iolanda pecorare obrigado
edson pereira de souza, seguransa, 36 anos, de itaipulandia

Meu processo foi assinado em novembro de 2005 e até agora não obtivemos qualquer resposta de Roma. Minha cidadania é trentina e o prazo que nos deram no consulado era de 3 anos. Alguem que tenha assinado nesta data recebeu alguma informação de seu Circulo ou de Roma?
Felipe Degasperi, Empresario, 33 anos, de Rio Claro

blza pessoal ? tenho todos os documentos para obter a cidadania italiana .eu jogo futsal e tenho um time pra ir so que dependo da cidadania e queria saber eu morando na italia ce e o mesmo tempo das outras localidades para fikar pronta a cidadania que pelo q eu sei morando na italia e 3 meses . so q nao sei c e assim para os trentinos e keria saber c e o mesmo tempo .abraço a todos
lucas leonardo de almeida, atleta, 27 anos, de itajai

Olá....gostaria de saber como obter informações sobre o Navio que trouxe o meu ancestral Italiano. O destino dele foi Nova Trento/SC, entre os anos de 1875 a 1878. Obrigado!!!!!
Juarez Luiz Pezzini, Analista Contábil, 40 anos, de Brusque

Olá! Gostaria de saber se alguém possui informações sobre Donato Segatta, casado com Angelica Cristele. Ele é meu tataravô e, segundo alguns parentes, ele veio de Trento. Meu bisavô (filho de Donato) chamava-se Eugenio Segatta, casado com Anna Romani pais de Constante Segatta, José Segatta, Vicente Segatta e Maria Segatta (todos nascidos em Santa Catarina. Após o falecimento de sua esposa Anna, Eugenio casou-se com Amábile Zen com quem teve mais filhos: Augusta Segatta (casada com Guilherme Kurtz), Rosa Segatta, Olga Segatta (casa com João Henrique da Silva), Paula Segatta, Fernado Segatta, Avelino Segatta e Irene Segatta. Gostaria de obter informações sobre os antepassados de Donato. Gostaria também de parabenizar pelo site.
Saly Segatta Baer, Empresária, 56 anos, de Curitiba

procuro informaçoes sobre a familia de : angelo e angela brandalise bellegante, bem como de paolo belegante.a informaçao é: saber a data de chegada ao brasil, e qual navio.isto estaõ me cobrando p. dar a negativa de naturalizaçao. obrigada.
arlete francisco, esteticista, 58 anos, de blumenau

Ola a Tdos os Irmãos Trentinos. para quem gosta de ouvir uma otima radio italiana, click www.rtl.it e ouça ao vivo otimos programas diretamente de milão. , abraços.
Edison, Publicitario, 944 anos, de São João Batista

Olá,Em Novembro de 2007 assinei os documentos no Consulado em Porto Alegre solicitando a minha Cidadania,desde então não tenho recebido informações e muito menos naquele momento recebí o número do meu Processo para acessar quando nescessário. Fico no aguardo se alguém possa me informar algo.
Régis Alexandre Ecker, Corretor de Imóveis, 41 anos, de Gramado

Mandei toda a minha documentação via sedex aos cuidados de Ezzio Savoi e meu nome ainda não está na lista de convocados para a assinatura. Gostaria de saber se está tudo certo! Abraços e obrigada!


Roberta Zambalde Lara, Professora, 36 anos, de São João del-Rei

Gostaria muito de saber como esta o andamento do meu processo de cidadania italiana e que ja faz muito tempo e aguento mas esperar e muita ançieadade e presiso muito de esse documento nº do processo tn 0524/o6


sandro bertotti ferreira, , 45 anos, de içara

Olá a todos os trentinos, o melhor momento da minha vida foi quando participei do circolo trentino de BH, infelizmente fui transferido e agora não consigo localizar próximo a cidade outro para continuar participando, gostaria do e-mail do coordenador de minha região, se alguém puder me ajudar agradeço de coração. Sds
Rogério Fronza, comerciante, 54 anos, de guarulhos

Venho manisfestar o meu repudio com relação ao Governo Brasileiro de manter a decisão de não extraditar o assassino Cesare Battusti. E tb pelas declarações dadas pelo Senhor Presidente da Republica, ao referir-se ao Governo Italiano que deverá acatar a decisão brasileira. Isso é repugnante mesmo, um governo agir desta forma. um abraço de uma trentina que logo estará associada.
Cristine Isabel Simão, , 2017 anos, de

Sobre o caso Cesare Battisti. Uma verdadeira vergonha o governo brasileiro não extraditar um assasino. Será que os que estão no poder não fizeram as mesmas coisas no passado? Quem comete crimes como o de assassinar pessoas inocentes não devem ficar impunes, nem aqui, nem em lugar algum do mundo. Não defendo e nunca defenderei assasinos!
Rafael Piffer, Administrador de Empresas, 42 anos, de Nova Trento

recebemos uma carta do consulado em 06/03/07 pedindo comprovantes de residencia de todos da familia incluidos no processo KAU 460, mandamos logo tudo e ate hoje nada,alguem por ai ja teve essa experiencia...?A familia agradece....
Zelia Tamanini, , 54 anos, de Londres

Aos defensores da extradição de Cesare Battisti. Não esqueçam de ler a Constituição do Brasil: Art. 5o., caput e inciso XLVII, alínea "b": Não haverá penas: de caráter perpétuo;
Maximo Dutti, Advogado, 58 anos, de Porto Alegre

Ola, eu e minha familia demos entrada na nossa cidadania no ano de 2003, ate agora recebemos somente uma correspondencia ha +/- 2 anos solicitando a copia da identidade e comprovante de residencia de cada requerente. Foi enviada a documentacao pedida e nao obtivemos mais informacao nenhuma. Gostaria de saber o que podemos fazer para obter alguma informacao sobre o andamento do nosso processo. Nosso antepassado que saiu de Mattarello em Trento se chama Domenico Tamanini. Espero que alguem possa me ajudar.
Vanessa Tamanini, Secretaria, 33 anos, de Vitoria

Como descendente de italianos trentinos gostaria de uma posição de todos os Circolos Trentinos qto ao caso Cesare Battisti que pode influenciar negativamente em nossos processos de cidadania que há anos aguardamos.
Flávia, , 2017 anos, de

Gostaria de salientar que o governo brasileiro tem todo direito de dar asilo politico para quem ele entender!!! e o governo italiano deve respeitar a decisão do Brasil. Pois muitos brasileiros condenados foram esilados no exterior ic=nclusive na Italia.
Augusto ECCHER, Lavrador, 104 anos, de Nova Trento

Un grande saluto e un forte abbraccio a tutti gli amici brasiliani-trentini che ho conosciuto a Trento, sia a San Michele al'Adige come a Candriai. Circolo Trentino di Villa Regina - Patagonia Argentina
Walter Ventura, , 47 anos, de

Gostaria de sugerir à Federação que elabore uma carta e encaminhe ao Governo Brasileiro, em repúdio à decisão deste Governo de não extraditar o assassino Cesare Battisti. Nós trentinos, como cidadãos, ou pretensos, cidadão italianos, não podemos nos omitir diante desta decisão. Devemos externar o nosso repúdio à concessão de refúgio político à um assassino condenado em nossa outra pátria. Não podemos e não devemos silenciar diante deste fato.
Liliane Beatriz Uez, Advogada, 40 anos, de Ponta Grossa

COMO DESCENDENTE DE ITALIANO,CIDADAO BRASILEIRO E NA SITUAÇAO DE ESTAR AGUARDANDO A CIDADANIA ITALIANO,PEÇO A TODOS OS MENBROS DA COMUNIDADE ITALIANA QUE APOIEM O GOVERNO ITALIANO E REPUDIEM O ASILO POLITICO DADO A UM TERRORISTA-CASO BATTISTINE-PELO GOVERNO BRASILEIRO
tulio jose tomass do couto, medico, 53 anos, de indaiatuba

Gostaria de receber 0 e-mail de todos os Dell'Agnolo que lerem este, para saber onde estão, o que fazem e trocar mais informações. Sou filho de Alexandre, nascido em Piraju-SP - neto de Giovanni ( João ) e Idolia Micareli. eu e-mail é Jo.sedell@hotmail.com, fico no aguardo de informações.
José Carlos Dell Agnolo, Do comercio, 73 anos, de Maringá

Gostaria de saber a respeito do processo de cidadania italiana da familia de Dell'Agnolo Giovanni, cujo processo é nº 9091 em que pé se encontra.
José Carlos Dell Agnolo, Do comercio, 73 anos, de Maringá

Gostaria de entrar em contato com Massimino Dell'Agnolo. Pode ser por e-mail.Para ver na arvore genealógica a possibilidade de parentesco.
José Carlos Dell Agnolo, Do comercio, 73 anos, de Maringá

GOSTARIA DE OBTER INFORMACOES SOBRE UM AMIGO CHAMADO ANDREA .ELE TEM PLANTACAO DE MACAS EM TRENTO.NAO O VEJO HA 20 ANOS . OBRIGADA , AIDA PUGNALONI.
Aida Pugnaloni, PUBLICITARIA, -36 anos, de PETROPOLIS

ola, eu sou o nicola e traballho na escola italiana gostaria muito de obter informaçoes, sobre as escolas italianas que estao no sul do brasil para que eu possa fazer o trasferimento no ano que veem. obrigado a todos, escrevem-me os lugares que se encontram as escolas, fico esperando noticias de todos de coraçao Nicola
domenico, , 2017 anos, de

Gostaria de encontrar parentes de Antênio Zampedri originário de Viarago, frazione de Pergine, migrou para o brasil por volta 1912 São Paulo e morreu em torno de 1940/1950, nasceu em 1875. Segundo seu irmão Marzio Zampedri residente em Pergine, Antônio Zampedri escreveu a aletra do Hino a Carlos Gomes. Se puderem me ajudar, agradeço muito. Lurdes
Lurdes Visintainer, Aposentada, 62 anos, de

Necessito informações de Pietro Carraro casado com Carlotta Bergamasco. E de Renato GiamPiero Carraro casado com Wanda. Estes moraram em São Paulo de 1947 a 1951. Desde já, agradeço, PC.
Pedro Carraro, Arquiteto, 54 anos, de Porto Alegre

Observei neste mural que existem pessoas com grandes conhecimentos sobre a família Giongo. Meus trisavós chamavam-se Leopoldo Giongo (casado com Santa Schesani) e Fedele Gioacchino Giongo (casado com Regina Piccininni). Estou procurando informações sobre todos eles, principalmente datas de nascimento, casamente e óbito e filiação. Solicito que aqueles que possuam alguma informação sobre as referidas pessoas ou tenham alguma idéia de onde eu possa encotrar tais informações, por favor respondam esta mensagem. Muito Obrigado. Gabriel Marasca
Gabriel Marasca, Advogado, 34 anos, de Lajeado

Muito importante a colaboracao do nosso amigo JAMES. Acho que alguem deveria deixar isto fixo no site porque e a duvida de muitos.
Wilson Maximino Manica Neto, Estudante, 30 anos, de IJUI

Em outras mensagens aqui do portal vi que se fala em KAU. 1) O que é uma KAU? 2) Na Itália eles seguem uma ordem numérica de KAU ou é aleatório?


Lola, , 2017 anos, de

Tenho tentado contato com o Circolo no Rio de Janeiro e não consigo, tive a informação de uma pessoa que me atendeu que a diretora do Circolo mudou-se, Por favor me informem se existe algum outro contato, telefone ou endereço. Grata.
Maria Aparecida de Oliveira Lodrão, Professora, 49 anos, de Rio de Janeiro

Boa tarde,Ficaria agradeçido se alguem me informar qual o numero da KAU que o Ministero dell Interno esta analizando hj? Dei entrada na minha cidadania aqui na Italia em agosto de 2005, o numero da minha KAU e 1699, sou descendente de Domenico Fracalossi nato a Mattarello- TRENTO. Obrigado!!


Fabio Luciano De magalhaes, Estudante, 47 anos, de Vila Velha

Parabéns à Federazione dei Circoli pela belíssima iniciativa de auxílio aos vitimados pela catástrofe em SC. Fico muito contente em saber que a associação de que faço parte, além de cultivar valores familiares e culturais também se preocupa em auxiliar os que estão realmente em uma situação difícil. Deus os abençoe! Abracci
Gustavo Del Agnolo, Advogado, 2017 anos, de Bragança Paulista

Aos nossos irmãos , mais uma vez sofrendo com as enchentes, Rogamos ao nosso Pai muita força e coragem à todos os Catarinenses; porque ja demonstraram isto em outras ocasioes.Fiquem com a Paz e a certeza que Deus olha por todos nos. Abraços a todos
celia regina degasperi lima, , 65 anos, de campinas

Olá Marilda, gostaria de saber quanto tempo demorou desde a sua aplicação ate vc receber a carta e posteriormente o passaporte? Estou há quase cinco anos esperando e penso em ir a Italia no anoa que vem iniciar novamente o processo. Tive amigos que conseguiram assim. obrigada Adriana
Adriana, Veterinária, 2017 anos, de sao paulo

Boa tarde Alguém sabe informar como e onde será disponibilizada a lista dos nascidos no trentino entre 1815-1923? Favor reponder no portal Desde já agradeço
Cristiano Alvisi, Gerente de Pós venda, 36 anos, de Rio do Sul

ola, a todos , gostaria de saber mais sobre minha familia, eu sou edinelson cordeiro , filho de lourdes maria cristofolini cordeiro, já falecida ,meus avos maternos são , moderto cristofolini e tecla cristofolini , tambem já falecidos,,e como fasso para saber se tenho dupla cidadania,, obrigado a todos,
edinelson cordeiro, comerciante, 40 anos, de brusque

Caro Sr. Pedro So. Li seu recado no mural e quero dizer-lhe que não concordo, mas respeito sua opinião. Já sou cidadã italiana. Não deu trabalho e não paguei nada por isto. Tive apenas as despezas normais de documentação junto aos Tabelionatos. O Circulo Trentino de minha cidade não cobrou nada pelo serviço deles e foram muito prestativos. Devo também agradecer aos meus antepassados por terem vindo ao Brasil. Se não fosse assim quem sabe eu não teria nascido e hoje não teria o prazer de ser cidadã italiana. Me orgulho de ter esta descendencia e de poder compartilhar este orgulho e esta alegria com todos. Um grande abraço.
Marilda Joana Vinotti Lopes, Funcionária Pública, 54 anos, de Brusque

Cara Luciana (luciana77@gmail.com). Já conquistei minha cidadania italiana e não foi difícil. Para mim foi prazeiroso. Comecei escrevendo para a Itália e solicitando registro de nascimento de meus antepassados. Tente na internet "ufficio emigrazione" é um escritório em Trento que faz a busca por documentos. Não cobram nada. Consegui o endereço na revista Trentino Emigrazione. O Círculo Trentino de sua cidade pode ajudar muito. Boa Sorte!
Marilda Joana Vinotti Lopes, Funcionária Pública, 54 anos, de Brusque

Boa noite Mailda, tudo joia... Li seu recado no mural da Trentini.com parabens pela cidadania, sei que não é uma tarefa muito facil, mas vale a pena o esforço. Sou descendente de trentinos da familia Moschini. Fiz a minha requisição da cidadania, atravez do Circulo Trentino de Piracicaba, e até ja assinei a requisição junto ao Consulado Geral da Italia em São Paulo, em 07/10/2003. Hoje faz 5 anos que assinei, e ate agora nao tive nenhuma resposta, nada mesmo nem qualquer comunicado que estao analizando os doc, nada... Como foi que vc conseguiu, quanto tempo demorou, oque acha que devo fazer no momento. Só esperar???? Um grande abraço e sucesso, Flavio Moschini
Flavio Moschini, comerciante, 43 anos, de Piracicaba

Deu certo! Já sou cidadã italiana. Acabo de receber correspondência do Consulado Italiano de Curitiba trazendo a deliciosa notícia. Obrigado a todos que de alguma forma contribuiram para tal. Para quem está pensando em fazer a cidadania italiana, não perca tempo e vá em frente. É muito bom conseguir. Melhor ainda: fiz tudo por minha conta e consegui! Abraços!
Marilda Joana Vinotti Lopes, Funcionária Pública, 54 anos, de Brusque

Ciao.... sou Emerson Travagli gostaria de saber sobre Familia Travagli, pois tenho muitas duvidas ainda sobr cidadenia Italiana gostaria de tira algumas duvidas se for possivel alguem ate mesmo da Familia travagli me responder .... Grazie
emerson, bar mam, 31 anos, de apucarana

meu sobrenome e wawrek da Austria,como descobrir se ainda tenho parentes na Austria...meu avo nasceu na austria,Estefano wawrek
deise waurek, motorista, 52 anos, de curitiba

Quero saber se eu tenho direito a dupla cidadania italiana sou a terceira geraçao parte da minha mae os doi bisavos sao italianos pai e mae do meu avô e da minha avó da minha tenho os certidoe de casamntos do dois mas na parte da minha avó esta mais fasso tem o local do nascimento do meu bisavo por favor tira minhas dúvidas
Daliton r Soratto Leal, OP DE AR, 31 anos, de SAO PAULO

Sr. Elton Procuro informações a respeito da família Locatelli. Meu bisavô Giuseppe Locatelli nasceu em Calusco D'adda, província de Bergamo, e eu necessito da segunda via de sua certidão de nascimento para dar entrada no processo de cidadania. Já mandei email e fax para Comune e não obive retorno. Gostaria de algum contato da família que pudesse me ajudar. Grato pela oprtunidade e parabéns pelo site que é de muita ajuda para todos que pretendem estudar,trabalhar e morar na Itália como eu.
Melissa Gomes Baltazar, Designer, 2017 anos, de São Paulo

Olá Inicialmente parabéns pela iniciativa do mural. Procuro pelos descendentes de Paulo Girardi e Tereza Stolf, naturais de Fornace. Estou construindo a árvore genealógica e quem for parente ou tiver algum dado, entre em contato para trocarmos idéias. Paulo era filho de Basílio Girardi e Marguerita Toniolli; vieram para o Brasil em 1875 e se instalaram no Distrito de Porto Franco ( atual Botuverá). Procuro pelos descendentes dos irmãos de Paulo (Gedeone, Lorenzo, Giuseppe). Um abraço à todos sagirardi@yahoo.com.br
Sandra Girardi, psicologa, 2017 anos, de Blumenau

Procuro informações referente ao documento que me falta para entrar com processo para requerer a cidadania, referente à certidão de casamento de meu ascendente Ermínio Meneghelli, pois não sabemos se ele casou-se no Brasil ou Itália. Solicito orientação sobre possíveis fontes de informação a respeito pois tenho a certidão de nascimento e data de sua chegada ao Brasil. Obrigada!
Joelma Meneghelli, assistente social, 37 anos, de Indaial

Quero me associar ao circolo da ilha do Governador/RJ. Quais os documentos necessários. Um descendente em breve dara a entrada na cidadania na itália, se eu fizer isso por consulado no Brasil necessito dos documentos que são comuns a nós, podem ser cópias autenticadas. Aguardo informação
Maria Aparecida de Oliveira Lodrão, Professora, 49 anos, de Rio de Janeiro

Edio Feller... Em Nova Trento-Sc existem muitos da familia Feller, inclusive minha trisavó chamava-se Margherita Feller, casada com Primo Tomasoni ambos nascidos na Italia.
Evaristo Tomasoni Filho, Gerente de Hotel, 54 anos, de Ponta Grossa

Olá, meu bisavô, GIOVANNI (JUAN) ALBERTI 1832 + 1906, desembarcou no ano de 1883 em Buenos Aires junto com sua esposa ANA MARCELINA 1843 + 1913 e seus filhos BAUTISTA 1874, ALESANDRO 1876, PULCERE 1879, LUIS 1881, SILVIO 1882, filhos nascidos em TRENTO, ANGEL 1886 + 1906 e VIRGINIA 1887 + 1927, nasceram em Monte Caseros - Argentina. Procuro por parentes e documentos. Agradeço por informações. CARLOS DOMINGOS ALBERTI - alberticarlos@hotmail.com
Carlos Domingos Alberti, corretor autonomo, 60 anos, de Florianopolis

Ola. Sou descendente da familia de Romano Floriani, descobri atraves deste e outros sites "Andrea" ja deu entrada no processo Nº TN 0097. Gostaria de ver a possibilidade de obter os doctos existentes (certidoes, arvore geneal. etc) para eu montar meu processo a partir dai, pois não possuo praticamente nada. Grata, Rita Parabens por este espaço de comunicação.
RITA FLORIANI, , 47 anos, de Blumenau

Sou da familia DONADI.Meu avô Domingos Donadi,minha avó Verginia Donadi eles sairam da cidade Salgaredo,It .Chegaram no Brasil no dia 21.12.1921.Meu pai nasceu na Italia Ermenegildo Donadi.Por favor ,gostaria de receber informaçãoes de parentes que moram na Italia. Obrigada
maria aparecida donadi, bancaria, 59 anos, de Presidente Prudente

quero ver a arvore genealogia da familia zanetti nascidos no brasil. meus bisavos eram Marcos Zanetti e Emilia Terra Zanetti, e meus avôs Pedro zanetti e Altiva Zanetti, o nome de solteira da minha vó era Altiva kovalesck. por favor ajude-me.. desde já agradeço...
Francinéia Zanetti da Costa, universitaria, 32 anos, de Boa Vista

Olá pessoal. Procuro descendente da Família Feller, Bezenello, Trento, It. Edio Feller
Edio Feller, Administrador de Empresas, 62 anos, de Assis Chataubriand

Gostaria de saber se Fortunato Gorrasi era casado com Teresa Matarazzo e como estou fazendo a arvore genealógica preciso das datas dele e cidade de nascimento e morte
Anna Maria Matarazzo Trunkl, , 74 anos, de

gostaria de saber,quando estará à disposiçao nos sites dos circolos o "Indice dei nati in trentino 1815-1923. Obrigado.
jorge dimas debortoli, professor aposentado, 73 anos, de joinville

Hola Cecelia/ Andrea.. Minha Familia ja deu entradas na dupla Nacionalidade em Curitba ja foi jurado bandeira em Santa Catarina e isso aconteçeu no ano 2005..O Nosso do Mei Bisavo que nos da o direito da Nacionalidade e Vitorio Ravanellie eu gostaria de saber como esta o preocesso e quanto tempo de verdade tarde esse documento à sair..Muito obrigado ..
Cristiba Severiano Deika, Salva Vidas, 31 anos, de Curitiba

Consultando o site verifico que o meu processo de dupla cidadania está em Roma no DIPARTIMENTO PER LE LIBERTÀ CIVILI E L'IMMIGRAZIONE, desde 17/07/2006, número do processo TN 0247. - Pergunto: Qual a previsão de retorno dos documentos, para o consulado de Curitiba-PR? - Pergunto: Meu filho, Daniel Dorigatti, que também participa do processo de dupla cidadania, está na Itália, é viável ele ir ao DIPARTIMENTO, em Roma, para agilizar o trâmite e liberação/devolução dos documentos referentes ao nosso processo? - Gostaria de manter contato com descendentes da Família Dorigatti. Aguardo resposta.
Carlos Roberto Dorigatti, Aposentado, 61 anos, de Blumenau

Ola, nao sou associada mas gostaria de ajuda! Meu tataravo nasceu em Piran na Slovenia, o nome dele era Georgius Sancovich, pelo que andei pesquisando o sobrenome dele e trentino. Tenho a certidao de obito dele e estou tentando achar o certificado de nascimento. Quais os passos devo seguir para ter certeza se tenho direito a cidadania trentina? Preciso de ajuda! Muito obrigada.
Danielle, estudante, 36 anos, de Belo Horizonte

Olá pessoal. Gostaria de parabenizar o site, primeiramente pela iniciativa, pois presta um grande serviço a comunidade italiana, aproximando os descendente. Gostaria de manter contato com a Familia Feller. Meu bisavo veio de Bezenello, Trento-It (antigo Império Austríaco) em 12/1.875 p/Nova Trento-SC (Domenico Giacinto Feller). Estou montando minha árvore G. e gostaria de um programa p/ pc. grátis. Meu e-mail ediofeller@hotmail.com. Abraços.
Edio Feller, Administrador de Empresas, 62 anos, de Assis Chataubriand

ola queria saber qual o proscedimento para conseguir tirar minha cidadania estou com tdos os doc desde a cnn ate o meu antescedente tbm os meus todos traduzidos qual o meu proximo passo obrigada pela atencao,, nelson evandro dalcastagne o italiano austro ungaro veio de torcegno tn
nelson dalcastagne, contrucao civil, 47 anos, de brusque

Olá! Gostaria de me comunicar com alguém que conheça as raízes da Familia Pezzini ou Pizzini de Trento, Itália (Mori). Gostaria de trocar informações.
Juarez Luiz Pezzini, Analista Contábil, 40 anos, de Brusque

ola, não sou assocido, mais queria muito ajuda de voceis, sou decendente de Mathias Groff e Thereza Renon que nasceram em Trento, e queria tambem ser um associado do Circolo, como que eu faço?
Geverson Groff, tecnico informatica, 33 anos, de iturama

venho pedir ajuda como devo proceguir ja faz 1 ano q tenho todos os Doc de minha familia pra dar entrada no processo, não sei se ha diferença de encaminhar pelo brasil ou na italia tem um modo mais rapido para analise, minha familia veio da cidade de trento na italia, o circulo italia aqui em joinville me disse q não adiantava encaminhar o processo ja q somos da cidade de trento, não teria direito de cidadania pq causa da lei, agora não sei cm proceguir pesso alguma informação ..grata!!
FLÁVIA GASPERI, auxiliar administrativo, 30 anos, de joinville

HOLA !!!!!DESEARIA SABER NOVEDADES DE MI DOBLE CIUDADADANIA ENCAMINADA EN DICIEMBRE DEL AÑO 2005,DESDE YA GRACIAS !!!!!
CECILIA GODETI DALRI, DOCENTE, 58 anos, de FLORIANOPOLIS

SOU FILHO DE : BORTOLO A. CASOTTI E LUCINDA TONINI CASOTTI NETO DE VITORIO CASOTTI PAT " " EMILIO TONINI MAT AVO MAT- ANA BALDAN TONINI " PAT- MARIA FIENI CASOTTI MEUS BISAVOS VIERAM TODOS DA REGIAO DE TRENTO E FICARIA FELIZ DE ENCONTRAR ALGUEM. UM ABRAÇO
EDSON ROBERTO CASOTTI, comerciante, 60 anos, de SAO PAULO DE OLIVENÇA

oi estou morando atualmente na italia,sou descende estou a procura das seguintes certidoes giovanni broseghini casamento e obito antonio broseghini casamento e nascimento vcs tem alguma informacao samos trentinos abracos magaly
magaly medeiros broseghini, do lar, 51 anos, de guarapari

Olá, sou bisneto de João de Bona,nem tenho certeza absoluta do nome, praticamente não tenho mais informações, já procurei em listas de passageiros e não encontrei nada. Se tiverem alguma coisa que possa me ajudar, desde já agradeço.
Fabiano de Bona, Advogado, 45 anos, de Imbituba

Boa Tarde, Antes de mais nada tenho toda documentação que preciso da minha familia, Famiglie PILOT, Meu bisnonno Giuseppe Pilot, nasceu em Joannis, já um irmão Giulio Pilot nasceu em Cervignano del Friuli, na provincia de Udine, filhos de Domenico Pilot e Elisabetta Bais, gostaria de saber como faço para conseguir um Documento referente a toda familia... Estou indo a Piracicaba no CT de lá para entregar minha documentação mês que vem...outubro! muito obrigado!
Carlos Marcio de Oliveira, Promotor de Vendas, 37 anos, de Votuporanga

Oi, Gostaria de saber como faço eu aqui do RJ para entrar neste processo de dupla cidadania. E também pedir a quem possa conhecer os familiares do meu avó Euclides Tomasoni "Quido" que veio da cidade de Nova Trento, pra cá e deve fazer pra mais de 20 anos que ele não reve a família dele ai pelo sul, e quero muito saber mais de vcs primos, primas, tias e tios etc .. muitissímo obrigado a todos vcs que me ajudarem nesse reencontro. Fiquem todos com Deus! msn: juliotomazoni@live.com Skype: jc.tomazoni.filho
Júlio Cézar Tomazoni Filho, Lojista, 28 anos, de Rio de Janeiro

Olá. Meu bisavô saiu da Itália (da região de Trento) para o Brasil (Nova Trento) no fim do séc. XIX. Chamava-se Giuseppe Tolomeotti. Parace que foi ums dos primeiros imigrantes da cidade. Mas meu pai não possui nenhum documento sobre ele. Onde posso pesquisar mais sobre meu bisavô? Obrigada!


Luciana Farias, Advogada, 39 anos, de POrto Alegre

Olá Sr. Stolf, agradeço sua resposta porém gostaria de saber exatamente o que significa: processo em andamento para analise de documentos no consulado geral italiano 1. tem o numero do protocolo de envio a Roma porem: não foi pedido o certificado de não naturalizado no processo pelo meu circulo, porem soube que é um dos docs que mais se devolve processos. Outra coisa é que já tentei entrar em contato com o Ministerio del interno em Roma e não consegui nenhuma informação a respeito do andamento do meu processo. Em relaçao a dar entrada novamente sinceramente tive amigos que apesar de já terem dado entrada aqui foram lá e conseguiram em 5 meses sair com o passaporte pronto apesar das recomendações listadas.. Como posso obter informações seguras a respeito do meu processo? Posso ir diretamente ao consulado? Obrigada


Adriana, Veterinária, 2017 anos, de sao paulo

Boa tarde. Primeiramente gostaria de agradecer a resposta envianda à minha mensagem. Nesse momento tenho a seguinte dúvida: quando ingressei com o processo residia em outro endereço. Apesar de ter informado o circolo trentino de brusque, do qual sou afiliado, tenho a preocupação de que como o consulado possua o endereço anterior possa enviar alguma correspondência - como o inserimento na anagrafe - para lá e não para meu endereço atual. A atualização do endereço no Circolo basta? Ele atualiza o endereço junto aos órgãos italianos? Obrigado pela atenção.


Gustavo Del Agnolo, Advogado, 2017 anos, de Bragança Paulista

Gostaria de saber como va o andamento da minha dupla cidadania itliana e que estou muito ancioso quero saber se vai tardar muito. (processo nº  tn 0524/06 BERTOTTI Lorenzo Beniamino Giuseppe protocolo nº 32002/2006. OBRIGADO.


sandro bertotti ferreira, operador de maq..., 45 anos, de içara

Meu processo de cidadania foi aprovado e está aguardando inserimento na anágrafe consular, desde 09/2007. Gostaria de saber se isto demora muito pois estou anciosa. Já me sinto italiana nata. Obrigado.
Marilda Joana Vinotti Lopes, Funcionária Pública, 54 anos, de Brusque

Olá Sr Stolf, Gostaria de saber se apesar de já ter assinado o livro em 2005 no Cons Italiano de SP, eu posso dar entrada novamente na minha cidadania italiana diretamente na Italia. Estive procurando no Mis. del interno em Roma e não há nehuma referencia ao meu processo. Qual a situação real minha e de varios outros que aguardam? Obrigada Mara Adriana Coradello


Adriana, Veterinária, 2017 anos, de sao paulo

JUNTEI TODOS OS DOCUMENTOS NECESSARIOS, MEU AVO NASCEU EM CEMBRA(TRENTO) PARA ONDE DEVO IR QUANDO CHEGAR A ITALIA? JA CONSULTEI MUITAS PESSOAS,E CADA UMA DA UMA INFORMAÇAO. AGRADEÇO. ATENCIOSAMENTE..GEFERSON


GEFERSON LUIS FERRAZZA, GESTOR COMERCIAL, 47 anos, de JOINVILLE

gostaria de conhecer parentes da familia bergamim para eu montar minha arvore gineologica peço que todos que sao da familia bergamim entre em contato comigo atraves de meu e-mail . obrigado 19/09/2008
arlete maria bergamim, aux. adm., 52 anos, de Cachoeiro de Itapemirim

Para Márcio Rampelotti: Olá, Márcio! Tenho toda a genealogia dos Rampelotti aqui do Vale do Itajaí - SC. A família Rampelotti veio de Torcegno, no Trentino. Originariamente se encontra o sobrenome Rampelotto, depois modificado para Rampelotti. Na cidadezinha de Ronchi Valsugana há um distrito (frazione) chamado Rampelotti, distante 250 metros do centro de Ronchi Valsugana. Vc é descendente de qual Rampelotti? Abraço,
Telmo José Tomio, Maestro de Coral, Professor e Ge, 43 anos, de Nereu Ramos, Jaraguá do Sul

Olá, gostaria de contactar com pessoas que conseguiram fazer a busca de certidões na Itália. Procuro a Certidão de meu bisavô Cirillo Silla Crestana que morava em Torrebelvicino região de Schio. Se alguém tiver informações agradeço.


Aidê Crestana, Comerciante, 54 anos, de Cuiabá

saber alguem ja tem cidadania e brasao da familia trentini
Eugenio Trentini, , 65 anos, de

Gostaria de me corresponder com pessoas da família Dalbosco da região de Trento It,esta família veio para o Brasil em 1888 , desembarcaram no porto de Itajai SC.
Jacó Pedro Dalbosco, industrial, 59 anos, de Brusque

Gostaria saber sobre as origens da Família "Rampelotti".
Marcio Rampelotti, , 42 anos, de Rio do Sul

Olá, procuro sobre meus antepassados: Casotti, Battisti e Vaccari. Caso alguém tenha informações sobre essas famílias por favor entrar em contato. Obrigada.
Carolina, socióloga, 34 anos, de Vila Velha

Se alguém precisar de certidões de nascimento da Italia (região específica da SARDAGNA, não é a ilha da Sardegna) podem me contactar que posso TENTAR ajudar. Moro aqui em Trento e tenho contato com o padre da Sardagna (que cuida desses documentos). Abraços.
Lucas Degasperi, Studente, 2017 anos, de Trento - Italia

GOSTARIA DE SABER INFORMAÕES SOBRE MEUS ANTEPASSADOS SLOMPO, SEI QUE MEU AVÔ SE CHAMAVA ONOFRE SLOMPO E MINHA AVÓ ELIZA RITTER SLOMPO, MAS NÃO SEI OS NOMES DE MEUS BISAVÓS, SERÁ QUE ALGUÉM PODE ME AJUDAR A DESCOBRIR MINHA ÁRVORE GENEALÓGICA?


Joelis Aparecida Slompo, AUx. Contabil, 33 anos, de Capivari

Não sei se li direito, mas quem tem descentendes de italianos e não fizeram o pedido de dupla cidadania antes de 2000, perdeu??? Ou ainda pode dar entrada da documentação na italia. grato
Alexandre Righy, Estudante, 34 anos, de Anapolis

gostaria de saber se eu estou incluido no processo de angelo zeni para a cidadania italiana pois já dei entrada a mais de 8 anos +- o processo e o nº 9006 conforme indicações neste site. obrigado


Ewerson Zeni, COMERCIANTE, 50 anos, de piraquara

GOSTARIA DE SABER SE ALGUEM TEM O ESCUDO DA FAMILIA ZENI E FONTANA. OBRIGADO SE POSSIVEL ENVIAR VIA EMAIL ewersonzeni@yahoo.com.br
Ewerson Zeni, COMERCIANTE, 50 anos, de piraquara

EU GOSTARIA DE SABER SE TEM ALGUEM DA FAMILIA ZANATO OU VICENTIN AI ,SE TIVER POR FAVOR ME MANDE UM E-MAIL. GRATO PELA ATENÇÃO
ELTON ANDRE VICENTIN, GESSEIRO, 32 anos, de BRUSQUE

Bom dia. Em minha última postagem fiz uma pergunta mas acredito que não fui compreendido. Compreendo que posso ver o andamento do processo pelo campo da página inicial do site, mas gostaria de saber qual a previsão para o deferimento dos processos de cidadania trentina daqueles que realizaram o juramento em 2005. Gostaria de saber também se o serviço de genealogia estará sendo disponibilizado em breve, pois gostaria muito de encontrar parentes unidos por uma história tão bela como a nossa. Grato pela atenção. Abracci.


Gustavo Del Agnolo, Advogado, 2017 anos, de Bragança Paulista

Ciao! Por favor preciso saber onde estão os documentos dos descendentes que assinaram o livro consular em setembro de 2004. No Minstero del interno na Italia ninguem da informação.
EDITE MARIA ZANGHELLINI RUCKL, Empresaria , 2017 anos, de

Oi Boa Noite, Estou Procurando pela certidão de nascimento do meu Avo Dario Cattonaro Nascido em 1933 na cidade de Trieste Gostaria de informações de como posso conseguir a certidão de nascimento dele Se alguem puder me ajudar, Muito Obrigado Felipe Cesar
Felipe Cesar Cattonaro Alexandre, Estudante, 30 anos, de Sao Paulo

Minha saudação a todos em especial aos descendentes da Família Zeni. Em outra oportunidade com o mesmo intuito relacionei o nome de meu nono e de minha nona e agora tenho o prazer de dispor de maiores informações, sendo que: Sou Filho de Joraci Zeni e Miguelina Kokowiski Zeni Neto de: Guerino Zeni e Maria Veronica Zeni. Meu nono saiu do Cacique doble a uns 60 anos atrás - na época me disseram que Cacique era distrito de Lagoa Vermelha. Meu bisnono/nona era Ricardo Zeni e Barbara Marasca Zeni. Os irmãos de meu nono eram: Primo, Segundo, Elias, Ruge, Otávio, Güido. Na época Primo e Güido vieram também para o PR, os demais ficaram no CAcique Doble RS. Se algum ZENI descendente desses tomar conhecimento deste, favor entrar em contato, visto ser meu anseio registrar essa história de conquista que até então tem acontecido para gerações futuras tenham como referencia seus antecessores. Certo de que poderei contar com vossa atenção desde já agradeço.
Joelcir Zeni, funcionário público, 40 anos, de Nova Alvorada do Sul

Olá, meu nome é José Carlos Ceccato, venho nos últimos tempos pensando em requerer a cidadania italiana, acontece que eu cheguei somente até os meus avos tanto por parte de pai como por parte de mãe. Gostaria na medida do possível algém me ajudasse a encontrar o/s primeiros Ceccato a chegarem no brasil e seus descendentes, para que eu possa formar um traçado de informações que me levem a descobrir onde encontrar os documentos necessários para futura cidadania italiana. obrigado por lerem esta mensagem. em tempo minha família é de Nova Trento SC.


JOSÉ CARLOS CECCATO, , 54 anos, de SÃO JOSÉ

OlA!!! Eu so queria da us parabens pelo saite sou do Paraguay mais meu pai e de la provincia de trento
Patricia Canepele, , 27 anos, de

Bom dia. Gostaria de saber o atual prognóstico para o deferimento em Roma do processo referente a meu antepassado Pietro Giovanni Dell Agnolo, considerando que eu e meus familiares realizamos o juramento em julho/2005. Estou acompanhando há anos o andamento e espero com ansiedade o reconhecimento de um direito conferido a todos nós. Abracci
Gustavo Del Agnolo, Advogado, 2017 anos, de Bragança Paulista

Caro Elton, Primeiramente quero parabenizá-lo pelo importante trabalho junto ao Circolo Trentino. É de suma importância para todos nós descendentes de trentinos. Eu, Telmo José Tomio, estou aguardando a resposta do processo de cidadania TN 0109. Fiz a pesquisa genealógica para obter a cidadania e, acabei gostando desse tipo de estudo (sou professor de História, Filosofia e Sociologia).

Então há 10 anos faço pesquisas e estou preparando tudo para publicar dois livros: um com imigrantes italianos de Botuverá (chamava-se Porto Franco - em Brusque - SC), e outro com italianos do Barracão - Gaspar - SC. São as famílias Tomio, Rampelotti (o), Caresia, Gianesini, Lana, Dalzocchio, do trentino e, Censi, Melato, Colzani, Barni, Maestri, Azzini, Zucchi, da Lombardia e do Vêneto. São famílias grandes aqui no Vale do Itajaí. Tenho parentes em todas essas famílias. Da família Tomio cheguei ao ano de 1560. Dos Gianesini estou nos anos 1700... e assim vai. Creio ser um trabalho importante para todos os descendentes dessas famílias. E as pessoas estão continuamente me procurando por isso.

A informação que eu preciso: para fazer o processo de cidadania de parentes próximos, de irmãos, etc, preciso pedir novamente o Estratto dell'atto di nascita do meu ancestral Daniele Antonio Tomio, ou posso incluir no mesmo processo já existente? Quero dar entrada no processo de cidadania da minha noiva Simone Jaqueline Dalsóquio, descendente de Beniamino Dalzocchio. Vi que há um processo de Beniamino Dalcocchio TN 0645. Tenho que conseguir toda a documentação da Itália novamente? Como devo proceder? Parece-me que os parentes não conseguiram encontrar o Estratto dell'atto di nascita de Beniamino, pois os registros foram destruídos na guerra...

Estou prestes a consultar os microfilmes daquela região... Sei que ele era de Sacco no Trentino. E que nasceu por volta de 1850. Ou devo pedir uma certidão ao Comune dizendo que os registros foram extraviados? Como se chama esse tipo de documento? Outra coisa: estou procurando listas de desembarque para constarem no meu livro. A pergunta é: Você sabe se há listas dos imigrantes chegados no ano de 1876? Isso tudo é por mera questão histórica (data e nome do navio)... Por enquanto é isso... vi você no orkut, mas achei melhor escrever por aqui.

Abraço, Telmo José Tomio - Itajaí - SC.


Telmo José Tomio, Maestro de Coral, Professor e Ge, 43 anos, de Nereu Ramos, Jaraguá do Sul

Para Daniela Colzani: Eu tenho a genealogia completa de todos os Colzani que chegaram ao Brasil e de seus descendentes, pois tenho uma tataravó Colzani. Tudo isso é resultado dos meus 10 anos de pesquisa. E estou preparando tudo para um livro. Tenho a data e o local de óbito do seu antepassado. Entre em contato comigo! Obrigado!
Telmo José Tomio, Maestro de Coral, Professor e Ge, 43 anos, de Nereu Ramos, Jaraguá do Sul

Olá, estou fazendo minha dupla cidadania, NÃO ACHO EM LUGAR NENHUMA A CERTIDÃO DE ÓBITO DO MEU TATARAVO CEZAR COLZANI (chegou em SC e trabalhou na estrada de ferro)... Alguém que é Colzani, Corsani, Colsani fez a cidadania??? Obrigada! Daniela
Daniela Colzani, Estilista, 33 anos, de Bal. Camboriú

Por favor, preciso de uma informaçao, ou como proceder: entramos compedido de cidadania em 2004, nr. processo 24157,24156,24155, e ainda não obtemos resposta, tb nào sei informar se nosso sobrenome: BORTOLUZZI, é trentino ou não...vcs tem como me dar esta informaçào????fico no aguardo
ROMINA GLADIS BORTOLUZZI, servidor publico, 45 anos, de RIO DO SUL

Olá, estou tentando fazer minha dupla cidadania mas está difícil juntar os vestígios de meus antecessores. Favero era o sobrenome de meu bisavô, que desembarcou no RS. Qualquer Informação será bem vinda. Abraços...
Elis Favero, Estudante, 33 anos, de Chapecó

Olá!!! Gostaria de saber se alguém tem alguma informação sobre o andamento dos processos da cidadania trentina, dando entrada pelo consulado de São Paulo. Desde de 2005 minha familia entrou com o pedido e ainda não conseguimos nenhuma informação sobre esse processo. Será que existe algum site que possa consultar pelo numero do meu processo??? Aguardo contato. Obrigada.
Simone Forti, massoterapeuta, 46 anos, de São Paulo

Caros COMPATRIOTAS; NOSSOS ANCESTRAIS FORAM EXPULSOS DA REGIAO TRENTINA PELOS ITALIANOS QUE OS CONSIDERAVAM ESTRANGEIROS. AGORA QUE ESTAMOS BEM AQUI NO BRASIL ,QUEREMOS A CIDADANIA ITALIANA MAS , OS ITALIANOS QUE USURPARAM A TERRA DE NOSSOS ANTEPASSADOS NAO NOS QUEREM LA´,PORISSO A DEMORA NA OUTORGA DA CIDADANIA ..TRENTO E A ITALIA ESTAO ENVELHECENDO E SEM JOVENS PARA SUSTENTA-LOS .O PLANO É FAZER QUE OS DESCENDENTES DEL'ESTERO OS SUSTENTEM, MAS ,Á DISTANCIA E SEM TIRAR-LHES O POUCO TRABALHO E OS BENEFICIOSQUE USUFRUEM..OS CIRCULOS TRENTINOS NO BRASIL VIRAM NESSA ANSIA PELA CIDADANIA UMA OPORTUNIDADE UNICA DE GANHAR DINHEIRO SEM ESFORÇO. QUANTO MAIS DEMORAR ,MELHOR,MAIS GRANA CAINDO. .DO JEITO QUE O BRASIL VAI INDO, OS ITALIANOS É QUE VAO CORRER PRA PEDIR A CIDADANIA BRASILEIRA. .A ITALIA APODRECEU MORALMENTE, .NAO VALE A PENA TER CIDADANIA TRENTINA
pedro so, professor, 55 anos, de piracicaba

Gostaria de informações do processo de dupla cidadania do descendente de Pietro Fuganti : o requerente Paulo Fontana Fuganti da cidade de Joinville SC ,assinado em Blumenau em 2005
lilian licia caetano fuganti, eng. mecanico, 53 anos, de joinville

blza pessoal estou fazendo minha cidadani a italiana e estou precisando de ajuda em algumas coisas queria saber que navio me vo veio da italia e outras imformaçoes quem puder me ajudar me add no meu email .serei mto agradecido .abraço0 a todos
lucas leonardo de almeida, atleta, 27 anos, de itajai

Ehi! Il mio nome è Luiz Nivaldo vorremmo invitarvi ad ascoltare il programma Europa Express Mi presento tramite il sito internet www.studiofmbh.com, il meglio della musica Italiano e francese ogni Sabato e Domenica alle 22:00 ore, in portoghese, nel corso della settimana potrai ascoltare la Love Songs con canzoni che toccano il tuo cuore con amore a parlare di musica. E se si desidera aggiungere Hotmail è la speranza radiostudiofmbh@hotmail.com contare sul suo pubblico. Diffondere questa novità. A 09 anni in aria e 03 anni sul web
Nivaldo Luiz, radialista/locutor, 51 anos, de Belo Horizonte

Gostaria de me comunicar com descendentes da família Bolognani para saber mais sobre as origens da família. email: ronnerbolognani@yahoo.com.br
Ronner F. Bolognani de Barros, Fisioterapeuta, 46 anos, de Belo Horizonte

Gostaria de receber informações sobre a família Moser que se instalou em Rodeio - SC
Francisco Carlos Moser, industriário, 51 anos, de Joinville

Ola! Gostaria de informacoes sobre o processo de pedido de dupla cidadania de minha familia. Descendente chama-se Fortunato Isaco GROTT. Aguardo contato! Obrigada.
Thaize Claumann, , 37 anos, de Nova Trento

Boa Tarde. Existe um processo em andamento para requerimento da dupla cidadania do qual a pasta está em nome de Emílio Merlo. esse processo foi dado entrada em 2005. Gostaria de saber o pq ele não aparece quando pesquiso o "andamento" do processo. Obrigada. Att
Janaina Merlo, publicitária, 37 anos, de Vitória

minha familia deu entrada na cidadania em 2003 sendo protocoloda em Roma em dezembro do mesmo ano, nao temos nenhuma informacao e nao sabemos como obter as mesmas, Alguem pode nos ajudar? be
Zelia Tamanini, , 54 anos, de Londres

OLHA GALERA SE VCS TEM CONDIçOES DE VIM PARA ITALIA TUDO BEM, MAS SENAO POR FAVOR NAO VENHA, POIS AQUI VC NAO PODERA TRABALHAR SEU PROCESSO VAI DEMORAR UMA BASE DE 5 ANOS OU MAIS, NEM EM TRENTO VC PODE TRABALHAR, ANDEI NO CIRCULO TRENTINO NELL MONDO, ELES TAMBEM NAO PODE FAZER NADA, COMO SEMPRE OS DESCENDENTE TRENTINO NAO TEM VEZ AQUI NA ITALIA, UM PERMISSO QUE NAO VALE NADA, E QUANDO VC FAZ QUALQUER REQUISIçAO AQUI FALANDO QUE A SITUAçAO ESTA DIFICIL ELES NAO QUEREN NEM SABER, ALEM DE TUDO FALA PRA VC VOLTAR PRO BRASIL, ENTAO PENSE MUITO ANTES DE VIM PRA DEPOIS NAO PASSAREM NECESSIDADES. NAO CONFIA QUE MUITOS DIZEM AI NO BRASIL PQ MUITOS QUEREM E GANHAR SUA GRANA, E NAO SABE NEM DO QUE FALAM, ESSE PROCESSO NADA E NINGUEM PODE AJUDAR. E UM PROCESSO DE ESPERA, SE ALGUEM QUISER INFORMAçOES PODE ME ADD NESSE MSN. UM ABRAçO E BOA SORTE.
Max Reni Barcelos Plotegher, grafico, 41 anos, de COLATINA

Ola Andrea! Sei que estamos te dando muito trabalho, e voce como funcionaria maravilhasa que é , tem sempre nos atendido c/ muito caronho. Quero deixar aqui o meu muito obrigado, e espero um dia poder conhece-la pessoalmente ; assim como os outros que trabalham com vc , nesse montão de papéis. Voces fazem um trabalho espetacular : Parabéns a todos voces! Beijão, Wilma Sapelli Boni.
Wilma Sapelli de Almeida, autonoma, 66 anos, de brusque

ola, gostaria de saber se alguem tem dados sobre a familia bergamasco, meu bisavo veio em 1888 para o brasil seu nome era Antonio Bergamasco, com ele vieram sua esposa Gioseffa e seus filhos Jose Bergamasco, Lucio Bergamasco,Antonio Bergamasco, Ermano Bergamasco, e Pedro Bergamasco que era sobrinho, o nome de meu avô era Rodolfo bergamasco, da comuni de Turriaco, essas são as unicas informações que eu tenho, por isso gostaria de saber se existe alguma coisa mais , quem tiver informações, eu agradeceria muito.
sonia izabel bergamasco espinosa, aposentada, 63 anos, de juquitiba

Alô membros da familia Dorigatti, gostaria de entrar em contato com familiares para saber sobre nossa familia,
antonio jorge dorigatti, , 55 anos, de passo fundo

Jorge Souza Costa Bertin, 72 anos, Sociólogo procura parentes em todo o Brasil com o sobrenome Bertin.Meus tataravós paternos - Domenico Bertin casado com Maria Mardegan, naturais de Vicenza.Bisavós paternos - Bartomomeo Bertin casado com Natalina Isabella Miotto, casamento realizado na comunidade de VÒ - Província de Pádova em agosto de 1875.Avô paterno italiano - Eugenio Bertin, nascido em Salleto di Montagnana - Província de Pádova na data de 10 de fevereiro de 1884.Bartolomeo Bertin e esposa Natalina Isabella Miotto bem como seu filho Eugenio Bertin vieram da Itália no século passado e foram morar na cidade de Pôrto Alegre - Estado do Rio Grande do Sujl - Brasil.Un abbraccio per tutti. jorge bertin Viamão-RS, 04/05/2008.
jorge souza costa bertin, , 81 anos, de Viamão - RS

Gostaria de encontrar parentes
Arminio Bergamin, , 48 anos, de Ubarana

Gostaria, saber um pouco mas da origen da Familia Angeli .
Rafael Angeli, Acessor Parlamentar, 2017 anos, de Belo Horizonte

Ola Trentinos do Brasil!!! Faço parte do primeiro e único Circolo Trentino Binacional do Brasil e Uruguai. Convido a todos a visitar nosso site e quem quiser alguma informação a mais é só mandar email que responderemos com muito prazer. um abraço a todos e parabéns pela trabalho de todos. http://br.geocities.com/circolorivera
Alfredo Parteli, Professor, 41 anos, de S.do Livramento

Gostaria de receber informações sobre o sobrenome Vinotti.
Patrícia, , 43 anos, de Palhoça

Sou Fábio Anderle, queria saber sobre o brasão da familia Anderle a outras informações... meu email é fabio.anderle@bol.com.br
FÁBIO ANDERLE, Técnico Agrícola, 33 anos, de Tucunduva

Gostaria de saber a origem do meu sobrename.
Paulo Sergio Alvisi, mecanico diesel, 48 anos, de Taio

minha mãe é colletti,quero ver o brasaõ da familia quero saber se já conseguiram a dupla cidadania.
luciana toldo, , 2017 anos, de xanxerÊ

ola..estou fazendo a minha cidadania na italia e gostaria de saber c alguem sabe me dizer em que vapor desembarcou giovani sartori ..estaum pedindo..obrigado
francieli, comerciante, 2017 anos, de jlle

Gosataria de entrar em contato com alguém da familia Gorrasi de descendência italiana, que ficaram no Rio de Janeiro. Deronis
Deronis Gorrasi, Administrador de Empresa, 68 anos, de Vitória

gostaria de saber sobre o brasão da ffamilia campestrini
carlos josé campestrini, iluminador, 28 anos, de sorocaba

Sou da família Pedri a 46 bons anos. Meu bisnono Isidoro Pedri nos deixou essa descendência italiana como herança cultural. Somos muitos no Brasil e tenho encontrado gente nossa por aí, nesse Brasilzão, gente muito boa. Gente como o Sebastião lá de Jaraguá do Sul - SC. (Um abração primo). Os outros primos e primas que quiserem trocar umas idéias é só entrar em contato. Nessas idas e vindas, pelo mundo afora, muitas histórias aconteceram e há muita "estoria" pra contar. Um ABRAÇÃO a todos os Pedris e conterrâneos.
Elder Pedri Valença, Professor, 54 anos, de Matinhos

gostaria de receber contato de TAFNER em todo o Brasil
orli tafner, analista de mkt, 44 anos, de curitiba

m/bisavo David F Agostini veio em 1881 de Matarello p/Garibaldi, quero trocar dados desta clã,sou neto de Virginia Agostini c/c Josué Locatelli Anta Gorda-RS ..
nelson carlos locatelli, advogado, 79 anos, de chapecó

Gostaria de notícias sobre descendentes de Gianordolis, vindo de Trento-Alto Adige, segundo informação familiar existe um parente que mora na Itália que sempre estava em Nova Trentino. Seu nome Luciano Gianordoli Grasselli, acho que sua esposa se chama Enrica.Qualquer informaçãoagradeço pois preciso da mesma para completar genealogia.Aguardando resposta atenciosamente Olga Maria
Olga Maria Negreiros Lyrio Sessa, dona de casa, 67 anos, de Vitória

Primeiramente, quero parabenizar pelo maravilhoso site. Apenas verifiquei que poucas pessoas respondem as dúdidas e questionamentos dos colegas. Quero aqui deixar a sugestão de que, quem souber e tiver tempo, ajude os colegas, pois todos estamos passando pelas parecidas dificuldades. Amigos, gostaria de saber se alguém sabe como posso conseguir informações sobre o andamento de meu Processo de Cidadania via e-mail, site ou telefone. Entrei com o pedido no Vice-Consulado de Vitória-ES, tenho o número da Pasta C10 61.624 - Família NOVELLI. Não sou descendente de Trentinos. Quem souber, por favor me avise. O vice- consulado não passa essa informação. Temos este direito, mas perece que eles querem segurar as informações e não divulgam. Não poderia ser assim..... Agradeço a quem puder me dar uma luz.... deve ser dúvida de muitos.... Muito Obrigada!!!!!!!! Fabiana
FABIANA CARLAS NOVELLI, Assistente Social, 42 anos, de Cariacica

Gostaria de dar entrada na cidadania italiana..meu avo paterno joao rampon..meu bisavo eu sei q e do rgs...francisco rampon casado com elizabetta dalla palma...nada mais...se vc souber de alguma coisa...eu agradeco...
JANE TERESINHA RAMPON, vendedora, 51 anos, de Balneario Camboriu

Sempre venho conferir as novidades, legal o site. www.hotelluisa.com.br www.mardelplata.com.br
Fabio Luiz, Designer, 36 anos, de Florianopolis

gostaria de entrar em contato com a pessoa que entrou com um processo de Gabriele Debortoli para adquirir a cidadania italiana. Quero saber se é o mesmo bisavô meu. jorge@fdebortoli.com. Um abraço. Espero notícias.
jorge dimas debortoli, professor aposentado, 73 anos, de joinville

ola, sou filha de dalvina de souza silva e jose pires da silva minnha avo materna e izaura maria dias e meu avo bernado alves de souza paternos sao erme pires da silva e rosalina pires naci em aimores mg mais mudei para bhozonte estou em busca de pessoa de minha familia parentes se vc tiver parentesco com estes sobre nomes eviem um email meu email e silva_london@hotmail.com obrigada
dilma fatima silva, , 48 anos, de belo horizonte

Olá, Por favor gostaria de saber se algum Coradello já recebeu a dupla cidadania. Estou aguardando a minha que foi assinada em nov/2005 Obrigada
Adriana, Veterinária, 2017 anos, de sao paulo

Queria saber se já existe descentes de Joseph Tonini com dupla cidadania. Ele foi um dos fundadores da cidade de Santa Teresa/ES
Maria Lierte Gurtler, Funcionária Pública Federal, 57 anos, de Vitória

Quero dividir com todos interessados/descendentes de trentinos essa valiosa informação: consegui localizar enfim a certidão de nascimento(atto di nascita)do meu bisavô, mediante pedido por e-mail para segreteria@arcidiocesi.trento.it o levantamento é realizado pelo Servizio Emigrazione e Solidarietà Interanazionale,é enviado gratuitamente. Boa sorte a todos..
Elisabete I Pinto, , 65 anos, de Rio de Janeiro

Quero corrigir um erro de endereço; é BRUSQUE e não Brusqu; como escrevi , desculpas.
Wilma Sapelli de Almeida, autonoma, 66 anos, de brusque

Gostaria de receber informações sobre a familia Dallabrida
Giovani Esequiel Dallabrida, Agente Administrativo, 35 anos, de São Pedro das Missões

Se alguem tiver alguma informação sobre o sobrenome Boni, ficarei muito agradecida se entrerem em cantato comigo Eu tenho todos os documentos do Sr Vestremende ou Vestremondo, visto que nos documentos consta os dois ; Ele nasceu dia 19/03/1964 em Viadana-Mantova; Se alguem tiver essa informação por favor podia me mandar? Desde já meu muito obrigado. Abraços
Wilma Sapelli de Almeida, Autonoma, 66 anos, de brusque

Gostaria que alguem me ajudasse a achar a certidão de nascimento de meu bisavô, tenho todos os outros doc dele mas não consegui a cert. Ele nasceu em Viadana-Mantova em 19/03/1864. O nome é Vestremonde ou Vestremondo Boni, Se puderem me ajudar fico muito grato. abraços
Antoninho Boni, Autonomo, 58 anos, de Brusqu

Gostaria de ter contato com outras pessoas com o meu mesmo sobrenome, para que possamos, quem sabe, reunir a família.
Natália Rigotti, Professora, 32 anos, de Balneário Pinhal

Gostaria de saber mais sobre os resultados das cidadanias já em fase de inserimento. Estou anciosa pra ver a lista de fevereiro . Aguardo com esperanças de ser atendida......... Obrigado
Wilma Sapelli de Almeida, autonoma, 66 anos, de brusque

gostaria de saber por que nao esta mais no site as noticias do mes de fevereiro com a listagem das cidadanias ja prontas e em fase de inserimento obrigado
carlos miguel da silva souza, padeiro, 47 anos, de Brusque

me ajudem a encontrar a familia vigorito.meu bisavo chamava-se giovani vigorito e chegou da italia entre os anos 1888 a 1896.QUALQUER noticia é bem vinda. obrigada. conceição
maria da conceição almeida avila, medica, 66 anos, de itaperuna

Gostaria de obter informações sobre minha descendencia Itáliana. Descendo da Família GADOTTI da cidade de Rodeio - SC. Por gentileza se alguém também descende de algum GADOTTI desta região, deixo meu e-mail: suelengadotti@hotmail.com.br Obrigada. Fico no Aguardo
Suelen Gadotti, Projetista, 27 anos, de Joinville

Sou descendente de Trentino . bisneta de GIUSEPPE CONCI E CLEMENTINA SALVI.Emigraram em 1880. Gostaria de saber se CONCI Gio Battista -possui alguma ligação de parentesco . Desde já agradeço. Ivete
iVETE hERMANN, Pofessora, 60 anos, de Três passos

Queria uma imagem do brasão da nossa familia MAFESSOLLI, e saber da história. E se eu tenho como fazer a cidadania. Obrigado
Amilton Mafessolli Júnior, Construtor, 35 anos, de Itapema

Queria saber um pouco mais da imigração da familia lenzi aqui no brasil. Meu bisavo venho de trento Italia com seus irmãos,chegando ao Brasil eles se separaram nossa familia só conhece a do lado de meu bisavo não conhece o resto dos lenzi. queria saber se a familia lenzi de sã paulo tem um grau de parentesco proximo com a familia lenzi de nova trento. obrigado
eliezer siqueira santos lenzi, atendente de lanchonete, 28 anos, de aparecida

tenos um negocio de vendas eu e meu espozo hamilton e queremos receber mais detales sobre a minha familia gostaria de uma imagem do brasão da nossa familia campestrini
margaret maria campestrini queiroz, , 51 anos, de

Há 9 anos venho pesquisando... e algumas partes do meu trabalho estão bem adiantadas. Eu pesquiso os sobrenomes: Tomio Censi Melato - Melatto Assini - Azzini - Anzini Gianesini Dalzocchio - Dalsochio - Dalsoquio - Dalçoquio Rampelotti Maestri Colzani - Colsani - Corsani Rescarolli - Rescaroli Barni Cestari Angioletti Paulini - Paolini Venzon Lana Souza - região de Itajaí, Gaspar e Brusque Souza e Silva - da mesma região acima. Borba - idem. Nunes Alves - região de Imaruí - SC, Espíndola - região de Imaruí - SC. Pesquisar a genealogia das nossas famílias é reconstruir um pedaço da História.
Telmo José Tomio, Maestro de Coral, Professor e Ge, 43 anos, de Nereu Ramos, Jaraguá do Sul

Oi....Procuro saber em que numero de KAu estão ps processos em Roma, e porque nas divulgaçãoes das cidadanias percebe-se que não estão em ordem... Obrigado
Grazielle Genovez Scoz, estudante, 36 anos, de FLORIANÓPOLIS

GOSTARIA DE SABER COMO PROCEDER PARA INCLUIR MEUS FILHOS GÊMEOS NO PEDIDO DE CIDADANIA, POIS QUANDO DEI ENTRADA EU SÓ TINHA UM FILHO. OBRIGADA.
NÁDIA ROBERTA FONTANA MARCHEZAN, FARMACÊUTICA-BIOQUIMICA, 43 anos, de blumenau

Alguns dias atras quis saber como anda o processo da minha cidadania,entrei no site trentine,mas quando digito o sobrenome rigotti aparece que o processo esta em desenvolvimento.O que isso quer dizer?Que o processo nem foi olhado ainda?Desde já agradeço!
Priscila bergamim, operadora de caixa, 29 anos, de

Ola estou precisando saber do processo de cidadania da família LOSS, assinei o pedido da cidadania em 09 /12/2005
Arleni Travezani, administradora de Empresa de Con, 41 anos, de Linhares

meus avós eram natural de tonadico e eu gostaria imenssamente de me corresponder com algum parente de ssa região Eu sou neto de Italianos originários de tonadico Italia. Gostaria de me correspoder com algum parente, que ainda mora em tonadico. grato: Jacob Irineu de Pauli
JACOB IRINEU DE PAULI, Empresário, 84 anos, de Curitiba

Olá!Gostaria de saber como faço para obter informações sobre o processo de cidadania da familia RIGOTTI.Desde já agradeço!
Priscila bergamim, operadora de caixa, 29 anos, de

Procuro pessoas com o sobrenome Franzoi entrar em contato por e-mail
Viviane Franzoi, Secretária, 52 anos, de Amparo

POR FAVOR, gostaria de informações da origem do sobrenome DEBORTOLI no Trento... meu trisavô se casou em Bento Gonçalves em 1888 veio da Itália e se chamava Mattia(Mateus) DEBORTOLI, se alguém sabe de que comune eles se originaram ficarei grato!!! Como posso aplicar para cidadania em Brasília?
Nathan Debortoli, , 34 anos, de Brasília

Boa Noite, pessoal procuro saber se a alguem com sobrenome BIGÃO ou algo semelhante estou em busca da minha cidadania Italiana, e seria interessante saber se a alguem com a cidadania Italiana, meus parentes vieram de Veneto
Keren Bigão Rodrigues Machado, Estudande de Farmácia, 27 anos, de BELO HORIZONTE

Olá, Maycon, verifique na página principal do site, digitando o sobrenome do italiano, que encontrarás a informação desejada.
CT di Curitiba, , 2017 anos, de

Sei que meu processo familiar foi enviado a Roma depois de eu ter feito o juramento em Rio do Sul, Queria saber em que numero esta a analise do processo o numero do meu é tn 0150-05...e como faço paranexar documentos que comprovem meu interesse pela cultura italiana ao processo já que estudo letras italiano na universidade federal....abraço a todos e obrigado!
Grazielle Genovez Scoz, estudante, 36 anos, de FLORIANÓPOLIS

Buon giorno!!! estou me inscrevendo para o mestrado Agroquality, financiado pelo governo italiano a ser realizado aqui em Brusque e gostaria de saber se já há um numero para meu processo de requerimento de dupla cidadania. Esta informação será muito importante para anexar à inscrição ao mestrado. Meu antepassado ao qual segue o processo é Massimiliano Nicoletti. Agradeço desde já a atenção.
Maycon Eduardo Nicoletti, biólogo, 35 anos, de Brusque

OLA ME CHAMO NAYARA E GOSTRAIA DE SABER COMO FAÇOP ARA SABER SOBRE O ANDAMENTO DO PROCESSO DA FAMILIA GAIGHER... OBRIGADA
Nayara Gaigher, , 30 anos, de Belo Horizonte

procuro descendentes da familia navarra de napolis conhecidos como os belos.meus avos eram josé e christina navarra vieram p o Brasil deixando familiares .grata
milton navarro, aposentado, 87 anos, de rio de janeiro

Antenore Davide nasceu na Italia no dia 30 10 1868, Filho do Atilio Giacinto Giongo, neto do Pangrazio Giongo casado com Vitoria Bertoldi, Antenore deve ter vindo pro Brasil com 10 ou 11 anos de idade.
juliano giongo, estudante, 30 anos, de pranchita

o nome de meu avo,era antenor ou antenore giongo,gostaria de saber maiores detalhes a respeito de como seria possivel conseguir cidadania italiana para mim e meus filhos,nao sei muito a respeito de minha familia visto ter perdido meu pai muito jovem,agradec qualquer informacaoi,lilian
lilian giongo, medica, 2017 anos, de capinzal

Procuro descendentes da Familia Italiana Venzon/Venson para completar informações da árvore genealógica da família. Colabore para reconstruirmos nossas raízes.
Helio Cesar Tomio, Eng. Civil, 2017 anos, de Jaraguá do Sul

Vanessa, Sobre seu pedido no mural trentino, te informo que RIZZOLI é sim sobrenome trentino, inclusive no Consulado Geral da Italia, já tem processo aberto em nome de RIZZOLI LUIGI EUGENVIO, nascido em GIOVO - Trento em 16/06/1872, emigrado para o Brasil em 1875, com entrada no Espirito Santo. A Pasta tem o numero T10/71969
Jose Renato Margon, , 2017 anos, de Vitoria

Olá, sou neta de italianos, com sobrenome Pontalti, gostaria de saber qual a origem deles na Italia. Me correspondo com Lorenzo Pontalti, na cidade de Trento, na Itália estamos querendo saber se somos parentes.
Edna Sueli Pontalti, Bióloga, 40 anos, de Cianorte

Caros Amigos. Estou fazendo minha genealogia, e gostaria de manter contato com os Rizzi ,Cherichelli. Bassini e Stabile Por gentiliza, entrem em contato através do e mail. Abraços Nelson Rizzi
Nelson Rizzi, gerente comercial, 68 anos, de Capital

Olá Muitas pessoas comentam que o sobrenome Rizzoli é de Trento mas não encontrei na relação do site. Alguém pode me informar algo?
Vanessa, estudante de ciências contábeis, 2017 anos, de Londrina

Amigos, procurem saber de fato o que representa o circolo trentino para nós associados, eu conheço e contribuo há muitos anos, é uma associação e não uma repartição pública.
Evaristo Tomasoni Filho, Gerente, 54 anos, de Ponta Grossa

Mirian, seu bisavó se chamava FEDELE GIOACCHINO GIONGO nascido em Lavarone - Italia, em 07-04-1843 Filho de Antonio Giongo e Dorotea Rocchetti casou em Lavarone no dia 30-11-1871 com Regina Piccinini OBS. Tenho a certidao de nascimento e casamento. Pelos registros de meu pai, vieram para o Brasil em 1878, com tres filhos: Primo 1872, Noemi Carolina 1874, Erina Narcisa 1877, No Brasil nasceram mais oito: Elias 1880, Eligio 1882, Pompeo 1884, Justo 1885, Joaquim Pio Mariana Matilde, Eligio, deve ter sido registrado no Cartorio de Garibaldi, só que no dia 27-05-1909 o cartorio pegou fogo. Voce so vai encontrar o Certidao de Batismo na paróquia Sao Pedro de Garibaldi. Com respeito ao documento de casamento, existe grande possibilidade de estar no Cartorio de Garibaldi. Pois ele deve ter casado por volta de 1900 a 1904, talves esses registros tambem tenham queimado no cartorio. Ai voce teria que procurar na Paroquia de Coronel Pilar ou na Curia Diocesana de Caxias do Sul. Teu pai (não sei o nome) e teu avô eram casado com quem? A familia do Gioacchino sempre residiu nas imediacões de Arroio Augusta, Roca Sales, na linha Picada Reck. Se precisar dos endereços de cartorios temos todos. Saudações, JULIANO LUIZ GIONGO
juliano giongo, estudante, 30 anos, de pranchita

Queria gentilmente saber como era o procedimento para o reconhecimento de Cidadania Italiana aos descendentes de cidadaos emigrados do Trentino, antes da Lei 379/2000
Djalma, Autonomo, 62 anos, de Eraclea

Procuro saber local exato de nascimento e casamento de meu avô Eligio Giongo, filho de Joachino Giongo e Regina Piccinini, ambos nascidos em Lavarone - Trento, Itália, casado com Júlia Bonardi. Presume-se que seja em Estrela ou Garibaldi - RS. Não consigo localizar, alguém pode me ajudar?
Mirian Zeni, , 2017 anos, de Cueritiba

SOU TRENTINO E FIZ ATRAVEZ DO CIRCULO TR. DE PIRACICABA, E ASSINEI A CIDADANIA NO CONSULADO GERAL EM SÃO PAULO EM 07/10/2003 E NÃO RECEBI NENHUMA RESPOSTA AINDA 15/01/2008 JA FAZEM 5 ANOS E 6 MESES E AINDA NADA!!!!!!!!!!!!!!!!!!! ALGUEM JA RECEBEU A CID. TRENTINO ????
Flavio Moschini, comerciante, 43 anos, de Piracicaba


Flavio Moschini, comerciante, 43 anos, de Piracicaba

Olá, Fabiana Plotegher, nao sei se há alguma rela;ao entre esse sobrenome PLOTEGHER, mas a esposa de meu tetravö Pietro Giovanni Piva(nascido + ou - em 1830), chamava-se Catarina Plotegher, vou te passar mais algumas informa;oes que obtive pesquisando na paroquia de besenello-TN-IT, os nomes dos pais de meu tetravö são " Pietro Piva e Margherita di Masera Adami e os pais de minha tetravó são " Giovanni Plotegher e Angela Feller, os meus tetravós embarcaram para o Brasil em 11 de novembro de 1875, e troxeram os filhos Luigi, Emilio (meu bisavo, nascido = ou - 1862), Angelo, Virgilio, Martino e Maria, eles e os pais se estabeleram em Nova Trento-SC, se essas informa;ões puderem ajudar, por favor me de notícias. Até....
gilberto piva, Func Publ, 51 anos, de Canelinha

sou filho de André Casagrande e Leocadia Berto.Nasci em Concordia SC,na Barra do Tigre,em 1946.Hoje moro em Pato Branco,Pr. Meu avô paterno chamava-se Luis e avó Virginia,ambos imigrantes trentinos do seculo passado.Quando vieram da italia moraram na regiâo de Guaporé no Rs.Da geraçâo de meu pai eram 11 irmâos e somente 1 ainda está vivo;seu nome é Luis e mora em Capanema no pr. Gostaria de receber,atravez do Email=Agustinhocasagrande@hotmail.com correspondencias de membros da familia casagrande. Abraços
AgustinhoCasagrande, comercio, -30 anos, de

Quero saber notícias de meus parentes de sobrenome: CIPRIANI. Meu bisavô Pietro Cipriani com 36 anosveio da Itália, desembarcando no Porto de Santos/SP no dia 15-04-1895 , no Vapor Attivitá.Vieram da Região :VENETO. Povincía de PÁDOVA. Comune de PÁDUA. Vieram com êle sua esposa : ANGELA CALABELLA com 36 anos. E os seguintes filhos: DOMENICO com 08 anos, ALFONSO com 06 anos, GUIDO com 03 anos e ANGELA com 01 ano e também vieram juntos : GIOVANNI com 42 anos , irmão de PIETRO e também a mãe do dois senhores: Sr. MARIA com 62 anos De tudo que sei, é que o Sr. ALFONSO CIPRIANI casou-se na cidade de PEDREIRA/SP com a Sra. FAUSTINA FRANCISCHITI, deixaram uma criança de nome ANTONIO CIPRIANI sepultada no cemitério de PEDREIRA/SP, nascida em ;27/02/1916, e falecida em 27/11/1916, sepultura n. 7176. Depois mudaram-se para a cidade de MARINGÀ/PR, onde tornaram-se prósperos e tiveram outros filhos. Sua irmã ANGELA ou ANCHILE casou-se com o Sr. JOAQUIM BONFATTI na cidade de PEDREIRA/SP. Tiveram os seguintes filhos: Lídia, Ermelinda, Acacio e Alexandre, que faleceram quando crianças, tiveram também outros filhos que cresceram casaram-se e constituiram familia: PEDRO BONFATTI casado com AMÈLIA BONFATTI, seus filhos :Rene Bonfatti e Ruth Bonfatti Alves; MARGARIDA BONATTI SAPIENZA casada com VITÒRIO SAPIENZA;seus filhos: Vitor Hugo, Sonia Maria, Cèlia Sueli, Silvia Regina. ELZA BONFATTI MARTINS casada com JOSÈ MARTINS; seus filhos: os gemeos: Joaquim e ÉDISON , ELIZABETH AP MARTINS SCHENDRO. RODOLFO BONFATTI CASADO em primeira núpcias com PALMIRA PALERMO, e em segunda núpcias com ANTONIA LEME BONFATTI; seus filhos: Fátima, Célia Adelina, Rodolfo Jorge. NOEMIA BONFATTI AUGUSTO casada com WALMIRE AUGUSTO; seus filhos: Ancile, Umbelina, David, Izilda e Angela Maria. JOAQUIM BONFATTI e sua esposa ANCHILE ou ANGELA CIPRIANI moraram muitos anos na cidade de CAMPINAS/SP. Quem souber da existêcia de algum CIPRIANI ou CIPRIANO descendente desta fámilia por favor entre em contato comigo :RUTH BONFATTI ALVES, pois quero saber oparadeiro dos parentes da minha querida avó (ANCHILE) ou (Angela) e também conhecida por CÉLIA (CIPRIANI ou CIPRIANO) Meu E-mail ruth.bonfatti@yahoo.com.br Fone: (14) 38131626 BOTUCATU/SP
Ruth Bonfatti Alves, funcionária pública/SP, 69 anos, de BOTUCATU/SP

Ola!!! Meu nome è adimilton moschen, sou descendente de Italiano Trentino, dei entrada com pedido de reconhecimento de cidadãnia italiana em outubro de 2005, gostaria de receber mensagem de pessoas que já tiveram o seu proceso concluído e já receberam a indentidade e o passaporte italiano. A fila de espera è muito grande, as noticias que vemos nos sites e revista insieme não são nada boas podendo demorar mais de 15 anos em alcuni estados como São paulo, o Circulo Trentino de Vitória ES, o qual eu sou filiado nos informam que está demorando 4 anos. Mas não temos informações de pessoas que já tiveram seus processos concluídos, somente o Sr. Inácio Lorencini que aparece em todos os informativos do Circulo Trentino, preciso saber informação de outras pesssoas que já tiveram seus processos concluídos. GRATO!!!
Adimilton moschen, mestre de obra e operador de maq, 51 anos, de cariacica

Oi, estou procurando Arlindo CASAGRANDE se alguém souber de algum CASAGRANDE com este nome por favor me avise...
Luís Casagrande, Designer Gráfico, 35 anos, de curitiba

Gostaria de saber se alguem sabe informar em que estado ou porto chegaram os trentinos vindos de Vigolo com saída da Italia em 25/08/1875. Caso alguém saiba onde posso encontrar esse tipo de registro, por favor me avisem!! Estou à procura do registro de chegada de Carlo Dallarosa. Obrigada!!
Caren Dallarosa, Turismóloga, 37 anos, de Salvador

Meus caros amigos. Estou montando minha arvore genealogica. onsegui até agora. muitas informações e dados Gostaria de entrar em contato com os Rizzi e Bassini. e tentar encontrar um ponto de encontro entre os avós . e assim sucessivamente. Conto com os amigos e em especioal osparentes. Abraços Nelson Rizzi
Nelson Rizzi, diretor comercial, 78 anos, de Capital

Meus caros amigos. Estou montando minha arvore genealogica. onsegui até agora. muitas informações e dados Gostaria de entrar em contato com os Rizzi e Bassini. e tentar encontrar um ponto de encontro entre os avós . e assim sucessivamente. Conto com os amigos e em especioal osparentes. Abraços Nelson Rizzi
Nelson Rizzi, diretor comercial, 78 anos, de Capital

se alguem souber sobre alguma coisa de bortulo franzoi e seu filho saverio franzoi que vieran da italia em 1875 entre em contato comigo andihornet@yahoo.com.br
anderson franzoi, vendedor, 37 anos, de joinville

Oie...estou a procura de informações sobre meu tataravô Antonio Pertel, desembarcou em Vitoria, no Vapor La Sofia em 1875, com seus dois filhos Felicita e Pio, eram da provenientes da Provincia de Trento e sua ultima residencia foi em Ronco a'll Adige, não sei se ele veio com sua esposa. Quem quizer compartilhar informações por favoe entrem em contato, estarei aguardando. Abraço
Maria Luiza Pertel, ADMINISTRADORA, 36 anos, de CASTELO

Sou descendente de trentino meu sobrenome è Concer, consegui encontrar toda documentaçao da minha familia mas nao consigo encontrar o desembarque do meu trisavo com meu bisavo. Meus descendentes Tuenno (TN) Val di Non o meu trisavo fui pro Brasil em 1879 ou 1880 levando com ele toda a familia inclusive o meu bisavo que tinha apenas 11 anos de idade. Os nomes deles sao Giuseppe Concer casado com Maria Menapace e o meu bisavo Celestino Concer. jefferson_concer@hotmail.it
Jefferson Luiz Concer, Meccanico industrial, 49 anos, de Tubarao

Bom dia, quero ter minha cidadania italiana, mas preciso achar documentos que provam que tenho sangue italiano. Sei que meus bisavos são italianos, mas não tenho o nome deles, tenho o nome do meu Avo: ARLINDO TRENTINI. Este me parece ter vindo do Rio Grande do Sul para o Paraná. Ele faleceu em Jotaesse-PR, só que não tenho a certidão de óbto para ver o nome dos bisas. Se alguem tiver alguma informação do cartório de registro de lá, ou informação que posso chegar a algum familiar, me ajudem!!!! Tambem estou querendo resgatar a arvore genealogica da família!!!
Jhesse Andres Trentini, , 34 anos, de Nova Brasilândia D'Oeste

Para ajudar nas pesquisas dos antepassados visitem o site.. http://www.imigrantesitalianos.com.br/SobrenomesItalianos02.html
Elisabete, aposentada, 65 anos, de Rio de Janeiro

ola pessoal eu sou helcio j sperandio de itarana ES e gostaria de saber sobre os processos entregues em 2003 como as pessoas estao sabendo sobre a cidadania se ja saiu ou vai sair ou nao se falta algum documento como posso saber se esta tudo certo desde ja agradeco obrigado espero resposta o mais rapido possivel abracoss...
helcio jose sperandio, , 44 anos, de itarana

Olá , convido-os a acessar site: www.briatore.net de meu amigo Geucimar. Contém lista navio Ville de Santos , famílias : Anderle ,Fachini , Fontana , Frainer, Pacher , Stiz , Tiso , Valcanaia e outras ... Grazie!Saluto a tutti !
Gelmires Dana, , 44 anos, de São José dos Pinhais

Ciao a tutti!!! Me transferi a pouco tempo para Trento/Italia por motivo de trabalho. Gostaria de saber se alguem que mora pela região poderia me ajudar na adaptação socio-cultural da cidade. Por isto entrei neste site para buscar mais informações e ajuda. Grato, Douglas.
Douglas, engenheiro, 35 anos, de São Paulo

ola pessoal eu sou o juliano moro no sul de minas gerais estou procurando informaçoes sobre familiares de minha avo paterna q vieram da italia nos navios,o nome dela era maria babeta sei muito pouco sobre a historia pois faleceu a muito tempo nem meu pai se lembra dela. por favor se alguem tem alguma informaçao me comunique serei muito grato a todos q me ajudarem desde de muito obrigado
juliano amadeu de souza, micro empresario, 38 anos, de inconfidentes

Gostaria de compartilhar informações a respeito de: ARCANGELO BORTOLOTTO, natural de San fior - Treviso, nascido em 1878; chegou no Brasil com 13 anos de idade; casou-se com Maria Cenedese; o casamento ocorreu entre as cidade de Guaporé e Lageado. Se alguém souber de algo...
Alex Junior Bortolotto, Professor, 36 anos, de Jaraguá do Sul

Estamos com processo da Familia Tomasi (tomazi), de Trento. Meus bisavos chegaram na regiao de Canela-Rs. Alguem tem alguma info da familia?
joao carlos wilbert, empresario, 68 anos, de belo horizonte

Minha saudação a todos. No aguardo de que desta vez minha mensagem seja colocada a disposição neste renomado site mais uma vez honrosamente registro a minha mensagem. Sou Joelcir Zeni filho de Joraci Zeni e neto de Guerino Zeni e Maria Veronica Zeni, o nono e a nona a aproximadamente uns 48 anos sairam de Cacique Doble-RS e se deslocaram para o Paraná nas proximidades de Pato Branco - Coronel Vivida. Gostaria que descendentes da família ZENI da região do Cacique Doble e outros gentilmente deixassem informações para que aos poucos o histórico de meus nonos seja traçado e assim possa servir de informação/legado para meu filho Vinícius, enfim para as gerações vindouras e isso é gratificante visto o orgulho de ser um membro da FAMILIA ZENI. Grato e até mais.
Joelcir Zeni, funcionário público, 40 anos, de Nova Alvorada do Sul

CIAO! ESTOU EM BUSCA DE AJUDA!! QUERO MUITO SER CIDADÃO ITALIANO. PRIMEIRAMENTE QUERO TER CERTEZA QUE UDINE PERTENCE AO CIRCULO TRENTINO,ALGUNS FALAM QUE É OUTROS FALAM QUE NÃO. MEU BISAVÔ JOÃO DODORICO NASCEU EM UDINE EM 27/10/1889, FILHO DE THEREZA AUGUSTA E ANGELO DODORICO. ESTAS SÃO AS INFORMAÇÕES QUE TENHO, POR FAVOR SE ALGUÉM PUDER ME AJUDAR ESTOU EM BUSCA DA CERTIDÃO DE NASCIMENTO DO JOÃO DODORICO PARA MONTAR O PROCESSO PARA CONSEGUIR A CIDADANIA ITALIANA. DESDE JÁ AGRADEÇO. QUALQUER INFORMAÇÃO ENTRAR EM CONTATO NO deringluiz@hotmail.com, ou tati_rubas@hotmail.com
DERING LUIZ RUBAS AGUIAR, MECANICO, 32 anos, de SAO JOSE DO RIO PRETO

Olá, minha bisavó chamava-se Clementina Margon, casou-se com Francisco Pereira, provavelmente no estado do Espírito Santo. Os pais dela eram Mansuetto e Marieta Margon. Estou procurando dados. Grata!!!
Alessandra, Joprnalista, 36 anos, de Pindamonhangaba

ola, o sobrenome da minha familia eh ceccato, o bisavo da minha mae veio da italia emanoele ceccato e sua esposa catarina giacomelli, meu bisavo luis ceccato nasceu em nova trento e casou-se la com elizabeth lorenzetti, descobri que se casaram na igreja sagrado coracao (a primeira) em 1913, estou atras dos documentos, pois foi construida outra...
tyara, , 128 anos, de recife

Ola! Busco informações sobre Carlo Antonio Voltolini, nao encontrei seu nome nas listas de passageiro. Quem souber favor mandar E mail Veio em 1875, desembarcou no Rio de Janeiro e depois segui para Itajaí Santa Cat.
Luiz Adalberto Voltolini, Autonomo, 58 anos, de Canelinha

estou a procura das familias franzoi e bagatoli tenho alguns documentos e algumas informacoes e fotos pois estou tirando minha dupla cidadania quem for dessas familias por favor entre em contato comigo obrigado
anderson franzoi, vendedor, 37 anos, de joinville

Quro receber informações das famílias Bonetti,meu bisavô era natural da Itália: João Bonetti e ele tinha mais irmãos, Luiz Bonetti,Kinho Bonetti, Vitório Bonetti,intalaram-se em Trento, Veranópolis, Guaporé no RS.Gostaria muito de conseguir a árvore genealógica e ter direito a cidadania Italiana reconhecida. Obrigada!
Luci Maria Bonetti Tedesco, , 62 anos, de

Parabens pela iniciativa! A seguir quero deixar algumas informações do sobrenome: Voltolini e meus antepassados: O sobrenome Voltolini se originou no Vale Telina (Valteglina / Valtellina), Vale do rio Ada na província de Sondrio, na região da Lombardia. Podemos dizer que Voltolini é = Vale Castelo, porque em tempos remotos havia uma fortificaçao (Castelo / Casteglio) no centro desse vale que deu origem a Cidadela de Teglio (Casteglio-cas=Teglio), sendo assim dá a entender que com o passar dos tempos e as mudanças de linguagem (dialetos) houve uma evolução +- assim: Vale do teglio/ Valteglino/ Valteglina/ valtellina e Voltolini que hoje significa Valtelinese. O sobrenome Voltolini e bem difundido na Valsugana, Tn, It, Onde moraram meus trisavôs que chamavan-se Antonio Voltolini e Margherita marchi, Meu bisavô chamava-se Carlo Antonio Voltolini e minha bisavó Maria Celeste Cadore ambos nascidos em Borgo Valsugana, Tn, It. ele em 30/07/1848 ela em 27/06/1850. Casaran-se em 08/08/1874, partiram para o Brasil em 26/12/1875 com o filho mais velho Agostino que nasceu em 02/07/1875 e dois irmãos do bisavô conhecidos por Giovanni e Patrizio. Meus bisavós se fixaram no Baixo Salto em Nova Trento, SC. em lá tiveram outros filhos, entre eles o meu avô Joaquim Voltolini. Agenor Luiz Voltolini Campo Mourão, Pr.
Agenor Luiz Voltolini, Assist. Produção, 52 anos, de Campo Mourão

quero receber noticas sobre a pagina A imigracao Trentina, quando vai sair no site. Estou retificando a mensagem anterior. escrevi imigracao italiana, quando na verdade era trentina. estou ansioso por esta pagina. Obrigado pela atencao. um abraco.
jorge dimas debortoli, professor aposentado, 73 anos, de joinville

gostaria de saber quando vai entrar no site a pagina sobre a pagina da IMIGRACAO ITALIANA, um abraco a todos.
jorge dimas debortoli, professor aposentado, 73 anos, de joinville

Primeiramente quero dizer-lhes da alegria que senti quando tomei conhecimento da existência desta Federação. Sou Joelcir Zeni filho de Joraci Zeni e neto de Güerino Zeni e Maria Veronica Guerro Zeni. Segundo me consta o nono e a nona a aproximadamente 46 anos atrás antes de se deslocarem para o estado do Paraná - região de Pato Branco - residiam na cidade de Cacique Doble-RS. Almejo que pessoas da família ZENI que ainda morram no Caique ou proximidades ou que desta sairam mas acham que com base em nossos antecessores podemos ser parentes, favor enviarem informações pois pretendo escrever sobre minha família para que no futuro nossos descendentes orgulhem-se cada vez mais de serem um ZENI. Grato pela atenção.
Joelcir Zeni, funcionário público, 40 anos, de Nova Alvorada do Sul

Olá pessoal meu nome é Paulo Moser e gostaria de saber se alguém sabe algo sobre a familia Moser que se instalou em Santa Catarina, provientes de Trento.Sei que os nomes de meus bisavós eram Silverio Moser e Santa Salvatore Moser e eram de Indaial.Por favor se alguém souber de alguma coisa me avisem, pois gostaria de dar entrada com os pedidos no Circulo Trentino e também fazer a árvore genealógica da minha familia.
Paulo Cesar Moser, Responsavel financeiro, 44 anos, de Curitiba

Olá,sou da familia Campregher e Pfischer,gostaria muito de saber como faço ´para buscar as certidões de nascimento meus avós que nasceram em Vattaro e Bozano. Estou em busca da minha cidadania e gostaria de saber mais informações ....
Catia Regina Campregher, recepcionista, 43 anos, de São Bernardo do Campo

Quero receber informação do meu irmão: raimundo lino do nascimento, foi embora há mais de 30 anos para são paulo e nunca deu notícia, será que ele tem e-mail?
raimundo ifigenio do nascimento, funcionario publico, 69 anos, de antonio martins

- I ° TERRA NOSTRA – A cidade de Poços de Caldas, possuidora de uma grande diversidade cultural, soube acolher, de forma muito amistosa os imigrantes que aqui chegaram, pessoas vindas de diversas regiões do mundo encontraram no município um lugar para construírem seu futuro e suas famílias, aqui introduziram suas culturas e uma infinidade de benfeitorias, que os atuais poçoscaldenses têm muito a que agradecer. É com base neste passado e com a intenção de estreitar o laço entre estas comunidades de imigrantes e os poçoscaldenses, que está sendo organizada o I TERRA NOSTRA, a ser realizada na Comunidade Rural do Córrego D’Antas nos dias 8 e 9 de setembro de 2007. Serão dois dias festivos para homenagear a grande colônia de italianos, representada por diversas comunidades como os Zanetti, Barzagli, Benelli, Consolini, Scacioti, Bertozzi, Negrini, dentre outros, queremos aproveitar esses laços tão estreitos para criar fontes de renda para essas famílias rurais, que estão organizadas em associações de pequenos produtores e buscando melhorar suas condições de vida através de produções sustentáveis. Será realizado um evento típico, com danças, músicas italianas , comidas oferecidas por entidades beneficentes e roupas típicas da Itália. Nosso objetivo é que o evento entre para o calendário do município, iremos divulgar em diversas localidades de Minas, São Paulo e outros estados. Contando com sua sempre cordial atenção, nos dispomos para esclarecer quaisquer duvidas nos telefones 3697-2060 ou 3697-2821.
Prefeitura Municipal de Poços de Caldas, funcionária pública, 46 anos, de Poços de Caldas

quero saber sobre familia de JOAO RIGOLIM, BERTA FANINI,CEZAR ROSSI , MARIA FERRARRI residiram na regiao de Prudente italianos e decendentes
nelson silva campos, funcionario publico, 57 anos, de arapongas

Olá amigos. Resido em Dourados, MS, e portanto bem longo do estado do Espírito Santo!! Será encontro alguém de boa vontade e que pudesse me informar o nº do lote, nome da linha e nome da colônia do ES em que o imigrante trentino BENIAMINO ZENATTI foi assentado? O arquivo público do ES enviou o certificado de chegada deste imigrante. Chegou em 1896. Além dos preciosos dados que constam no certificado de chegada onde embora consta que veio para trabalhar na estrada de ferro sei que em 1898 recebeu um lote!! Se alguém me indicar o que peço, mais adiante vou ao ES pesquisar este imigrante na paróquia, cartório, arquivo municipal..... mas para isso preciso saber exatamente onde foi assentado. Desja já agradeço a ajuda. Milton José José Zenatti Roman Ross - e-mail:poffabropn@yahoo.com.br
Milton Roman Ross, serviço público, 61 anos, de Dourados

Estou pensando em passar um tempo na Italia para isso - gostaria de fazer a dupla cidadania - p/ isso preciso antes montar a arvore geneológica. Se puderem me ajudar - fico agradecida.
Leocilde Maria Moschen, Economista, 59 anos, de Cascavel

Parabens Silvana Maines, nós trentinos temos que ser conscientes que a dupla cidadania é para o bem comum e não algo a ser conquistado para uso próprio.
Evaristo Tomasoni Filho, Gerente, 54 anos, de Ponta Grossa

Olá.Sou Catia Campregher,gostaria muito de saber sobre minha familia em trento Italia,estou querendo minha dula cidadania mas presciso muito da cwertidão de nascimento de meus avós.Rino Campregher e Ernestina Campregher,meu avô nasc. em Vatarro -trento -Italia a 13-02-1919 e minha avó: Bolzano - Italia a 28-04-1924 Filha de João Pfitscher e Ana pfitscher,se alguem por gentileza puder me ajudar e dar mais informações agradeço muito obg..
catia regina campregher da silva cerqueira, estudante farmácia, 43 anos, de sbc

ola .. gostaria de saber se posso requerer a cidadania italiana com certidao eclesiastica... tenho do casamento do meu bisavo italiano e de obito ... gostaria de saber se essas certidoes possuem validade .. aguardo resposta obrigado .
Cesar Augusto Voltolini, , 30 anos, de Jaragua do Sul

Gostaria de saber sobre a cidadania da familia Partele TD.10 protocolo 66548 com entrada no Rio de Janeiro em 10 de maio de 2005. desde ja agadeço e aguardo resposta
Adigelço Partele, acricultor, 53 anos, de Nova Venecia

olá pessoal!! Meu nome é Taise Casagrande estou muito interesada em saber a origem de minha familia, no Br e na Italia, qualquer informaçao sera bem vinda!
Taise Casagrande, balconista, 28 anos, de ouro

Parabéns aos organizadores. Certamente esse será um canal de grandes descobertas, pois a imigração trentina é muito maior do que possamos imaginar. E a sede descobrirmos nossos antepassados, nossa história, genealogia já é visivel e extremamente volumosa em qualquer site de busca por familiares descendentes de italiano. Fico feliz por ter a possibilidade de ampliar minhas buscas sobre a familia de Rosso, Manfrini e Cassol, da qual sou descendente. Parabéns de verdade.
Ana Rosso, enfermeira, 57 anos, de natal

Olá Pessoal!!! Meu nome é Fabiana Plotegher, e estou a procura sobre a história da minha família,pois estou querendo montar a árvore genealógica e organizar um encontro nacional de minha família, aqi em Vitória - ES,por favor quem tiver qualquer infomação entrar em contato. fabianaplotegher@hotmail.com. desde já agradeço! Fabiana Plotegher
FABIANA PLOTEGHER, Estudante de Pedagogia, 35 anos, de Vila Velha

Olá Familiares ZENI, sou filho de Laudelino Zeni (in Memorian) neto de Vitório Emanuelle Antonio Zeni, bisneto de João André Zeni (este vindo de Trento) já encaminhamos a documentação para dupla cidadania, se alguém já tiver a bandeira da Família Zeni, por favor me enviem ficarei muito agradecido....
Edenilson Domingos Zeni, Servidor Público Municipal, 37 anos, de Presidente Castello Branco

ola,gostaria de receber informações sobre a familia ZENI,qualquer informação será bem vinda.desde já agradeço a colaboração.
osvaldo lucas zeni de matos, estudante/seminarista, 27 anos, de caxias do sul/barracão

Olá Estou em busca de informações do meu tataravô que desembarcou no Brasil não sei ano nem região de onde veio somente que seu nome é Clemente Angeli e esposa Riqueta Angeli com filho Leopoldo Angeli. Gostaria de saber se a família Angeli em Caxias do Sul - RS pois parece que foi para lé que foram encaminhados. Agradeço por informações. Abraços
Daiane Angeli, Secretária, 36 anos, de Florianópolis

olaa, gostaria de receber informacoes de integrantes da familia campestrini que ja possuam processo de requerimento da cidadania italiana.
clayton campestrini, autonomo, 41 anos, de itajai

Meu nome é Sueli Méo, sou brasileira, nascida na cidade Curitiba estado do Paraná, procurando sites sobre a Itália, entrei no site: www.trentiniinbrasile, então resolvi entrar em contato para pedir ajuda. Quero cidadania italiana, mas aqui no Brasil só consegui a certidão de casamento dos meus bisavós: Sebastão de Méo e Philomena Picone. Ela filha de: Mariano Picone e Generosa Bevilaqua, Ele filho de: Nicolao de Méo e Serafina Petresba, diz que ambos são natural da Itália mas não fala de que cidade. Sabemos também que muitos nomes eram escritos de forma diferente como Petresba também encontramos Pitrela. Mas o que eu preciso para conseguir a cidadania italiana é saber de que cidade eles sairam da Itália para saber em que porto desembarcaram no Brasil. Aguardo resposta, Obrigada, Sueli Méo
Sueli Méo, do lar, 58 anos, de Curitiba

ola, sou decendente da familia CASAGRANDE e estou fazendo minha cidadania italiana mas estou com dificuldade para encontrar a certidao de nascimento na italia, se alguem for casagrande e tiver alguma informacao por favor me esvreva.
afonso, , 2017 anos, de

Quero nesta oportunidade enviar a todos os meus parentes,espalhados por Santa Catarina,um grande abraço.Aguardo notícias de vocês.Joinville,18/05/07
jorge dimas debortoli, professor aposentado, 73 anos, de joinville

Boa Tarde, sou descendente de SANTO SPONTON nascido na Comuni di Ruda (Udine), filho de Giacomo Sponton e gostaria da confirmação se Ruda faz realmente parte do Circulo Trentino, e ainda, como fasso para me associar ao orgão responsável aqui em Curitiba-PR. Grato
Robson Sponton Prado, Motociclista Autônomo, 56 anos, de Curitiba

Bom dia, Fazia tempo que não passava por aqui. Importante constatar que permanece mais vivo do que nunca o interesse pela busca das raízes. Dá gosto de ver gente cada vez mais nova se interessando pelo assunto. Decerto que vão ter êxito, embora demore a obtenção das informações e também a conclusão dos processo, em si. De todo modo, achei muito oportuna a indagação feita por alguém de São João Batista, acerca da situação dos processos que já se encontram em Roma. Pois que, a falta de uma informação mais conclusiva é muito angustiante, especialmente para aquelas pessoas já estão lidando com isso há muitos anos. Boa Sorte a todos.
Euclides M Dalmarco, Aposentado, 67 anos, de BLUMENAU

Família MORI. Gostaria de ter informações sobre o paradeiro dos irmãos do meu bisavô. Meu bisavô era Verani Mori (na Itália ele foi registrado com Geovani) minha bisa era Merina Mori e meus tataravós Primitivo Peroni e Anabeli Mori. Desembarcaram no Rio de Janeiro por volta de 1900.
Roberta Mori, , 2017 anos, de Nova Iguaçú

Ciao... Participo de um grupo folclórico de dança e canto Trentino em minha cidade. O nome do nosso grupo é "Gruppo Folk Nea Tridentum". Possuimos um site e gostaria que este site, difusor da cultura Trentina, difulga-se o endereço do nosso site: www.folkneatridentum.blogspot.com Desde já agradeço a atenção. Arrivederci !!!
Giovani Dell Antonia, Estudante, 32 anos, de Nova Trento

Olá... Meu nome é Giovani Dell' Antonia e gostaria de receber informações sobre a origem da Família. Arrivederci
Giovani Dell Antonia, Estudante, 32 anos, de Nova Trento

Familia FRANZOI, estou a procura de informações de imigrantes por volta de 1875 principalmente de Bortolo Franzoi casado com Rosa Moratelli Franzoi.
Meri Regina Franzoi, , 720 anos, de Joinville

Gostaria de informações sobre a Familia Franzoi e seus decendentes. Meu avó paterno veio da região de Rodeio e seu nome é Emanuel Franzoi casado com Carlota Franzoi.
Meri Regina Franzoi, , 47 anos, de Joinville

Gostaria de saber o que tenho que fazer para me filiar ao circolo trentino..
Tiago Pratti, Universitário, 27 anos, de Vila Velha

Ola! Sou descendente de Giovanni Pacher, Paolo Pacher, Domenico Jacinto Pacher, Policarpo Pacher meu avô e minha mae Lionir Pacher, gostaria que se alguem tiver alguma informação ou for descendente de algum destes Pacher favor entrar em contato. O Giovanni e o Paolo vieram da Italia de trento, Roncengno, mais ou menos em 1875.
silvana maria melo da costa, empresária, 50 anos, de

Gostei do site; meu bisavô Carlo Voltolini chegou de Borgo Valsugana, It. em 1876, desejo obter mais informações e repassar as que tenho a quem interessar.
Agenor Luiz Voltolini, Assist. Produção, 52 anos, de Campo Mourão

FAMILIA " P I VA" - de Besenello-Trento-Itália- Procuro saber informações para montar minha árvore genealógica. Meu tetravo, Pietro Piva casado com Catarina Plotegher, vieram com seus filhos para Nova Trento em 1875. Também não sei em qual Navio eles viajaram e em qual porto desembarcaram. Se alguém tiver alguma informação, por favor. Um abraço Gilberto (gppiva@hotmail.com) , func Públ, 41 anos, de Canelinha
Gilberto, Func Pl, 51 anos, de Canelinha

Boa tarde, é muito legal ver que foi reconhecida a cidania do Sr. Inácio, tomara que o "negócio engrene"daqui para frente. Continuo procurando informações sobre a Familia Alvisi. Um grande abraço a todos!!
Cristiano Alvisi, Gerente de Pós venda, 36 anos, de Rio do Sul

Minha familia BONANI e BOVA gostaria muito que se alguem caso tenha qualquer noticia sobre esses 2 sobrenomes favor entrar em contato pelo e-mail.
Bonani sandro, Personal trainer, 44 anos, de Sao Paulo

bom dia. tenho o sobrenome lenzi, e tambem moschem. e tenho todos os documemtos e certidoes. estou ja a algum tempo tentando obter minha cidadania italiana eu queria saber c eu tenho direito, e seu for ate a italia c demora mais q o normal. obrigado
sergio junior lenzi, studante, 33 anos, de cacoal

Gostaria de saber se meu sobrenome é italiano Flauzino se alguém puder me ajudar agradeço!!! Fique com Deus!!!
Richard Louiz Flauzino, , 38 anos, de Loanda

Olá, tenho um trabalho da escola para fazer... Gostaria de receber informações sobre minha família.Família Altmayer da Alemanha.Também gostaria de fazer minha duplacidadania.Se alguém puder me ajudar... Desde já agradeço Abraços
shayane altmayer, Atendente, 25 anos, de MARAU

PRECISO MUITO DE AJUDA. MINHA FAMILIA EH BERTOTI OU BERTOT OU BERTOTTI. CONSTA TODOS ESTE NAS CERTIDOES QUE POSSUO. MEU TATARAVO VEIO PARA O BR MAS NAO SEI EM QUE ANO NEM EM QUE NAVIO. O NOME DELE EH DOMINGOS(DOMENICO BERTOTTI) CASADO COM fORTUNATA BERTOTTI MORAVA EM POCO VERDE - MELEIRO -SC. LAH ESTA ENTERRADO. MINHA FAMILIA ESTA LOCALIZADA HJ EM ROCA DA ESTANCIA MAMPITUBA -RS E EM MELEIRO. SEI QUE O FILHO DELE EUGENIO BERTOTI NASCEU EM 1888 NA CERTIDAO DIZ Q FOI NO BRASIL. ENTAO ELE DEVE TER CHEGADO ANTES DESTA EPOCA. ESTOU PEDINDO AJUDA A VOCES PQ JAH VASCULHEI TODA A INTERNET E SOH ENCONTREI UM SITE DA FAMILIA BERTOTTI, MAS NAO CONSTA O NOME DOS MEUS ASCENDENTES. mAS LAH VI Q A FAMILIA BERTOTTI EH DE TRENTO. POR FAVOR QUALQUER AJUDA EH BEM VINDA. MINHA ARVORE: JOEL BERTOTI PADILHA [EU] EVA LUCI BERTOTTI PADILHA [MAE] EURIDES BERTOTTI E ENI BERTOTTI [ AVOS MATERNOS] EUGENIO BERTOTTI E LIDI A. BERTOTTI [BISAOS MATERMOS] DOMINGOS BERTOTTI E FORTUNATA BERTOTTI[TATARAVOS][NATURAI DA ITALIA] CHRISTOFOLO BERTOTTI E MARIA BERTOTTI [PAIS DOS TATARAVOS] [NATURAI DA ITALIA] DESDE JA AGRADECO. JOEL
Joel Bertoti Padilha, Atleta, 36 anos, de Poa

BAO NOITE A TODOS DESCOBRI DE POIS DE UMA LONGA PESQUISA QURE MEU BISAVÔ ANGELO FONTANINI ERA TRENTINO POIS NA SUA CERTIDÃO ERA TRANSQUITA COM O HUNGARO E AUSTRIACO SE ALGUEM PODER ME AJUDAR QUANTO ALGUMA INFORMAÇÃO DE MEU BISAVÔ
RONALDO FONTANINI, eng, 34 anos, de limeira

Gostaria de saber como andam os processos de cidadania de nos descendentes de trentinos ja fazem tres anos que dei entrada na minha no consulado no Rio de Janeiro e nunca mais tive informações. E tambem gostaria de saber se sou obrigado a pagar anuidade pra obter minha cidadania e se eu nao pagar ate onde podera me prejudicar em obter a minha cidadania.
aloncio luiz rizzi, , 58 anos, de itarana

De: Vanda Para:AninhaZanetti Aninha em criciúma/sc, vc encontra familias com o seu sobrenome"Zanetti"procure na lista tel.online.
vanda Baldini, , 2017 anos, de criciúma

estou procurando meu bisavo paterno giussepe cipriani casado com dosalina malfer. tenho um documento que fala que e do tisoi na austria.procuro por qualquer noticia.
dilvana cipriani, massoterapeuta, 2017 anos, de garopaba

estou procurando meu bisavo paterno giussepe cipriani casado com dosalina malfer. tenho um documento que fala que e do tisoi na austria.procuro por qualquer noticia.
dilvana cipriani, massoterapeuta, 2017 anos, de garopaba

Olá, meu nome é Aline Mafessolli, tenho 16 anos e moro em São João Batista, Santa Catarina.Gostaria de encontrar alguém com o mesmo sobrenome que o meu.Sou neta de Beijamim Mafessolli e Emília Lucianer Mafessolli (avós paternos).Gostaria também de entrar em contato com a família Dallabrida e Minatti espalhados pelo Brasil. Obrigada.
Aline Mafessolli, , 2017 anos, de

Sou descendente de Francesco Letrari, (tataraneto) da região de Borghetto All Adige, na província de Trentino-Alto-Adige, norte da Itália. Ele chegou no Brasil por volta de 1882, e foi para a região de Garibaldi - RS. Se tiver alguém ai que saiba alguma coisa, ou tiver algum documento em mãos, mande um e-mail para mim. Obrigado e boa sorte para todos.
Derli Leonelo Letrari Júnior, Assistente Administrativo, 41 anos, de Gurupi

Sou da família VERZEGNASSI que chegou ao Brasil em 1888(Giacomo),supostamente vindo de GORIZIA (GÖRZ), gostaria de fazer contato c/ algum membro do mesmo sobrenome p/ checar maiores informações
elza verzegnassi, bancária, 61 anos, de São Paulo

Contatos com familias Campagnolo
Edson A. Campagnolo, , 55 anos, de

estou pedindo ajuda para poder encontrar meus parente que moram em salvador bahia nao os vejo a quase 25 anos onome da mihna avo e altamira feliciana
sheila rosa dos reis, , 33 anos, de mage

Aí pessoal, to só de passagem, pois gostaria de saber o paradeiro de nossa familia, sou descendente trentino, da familia Trentin, Trentini ou mesmo Trentim, como queiram, tds temos o mesmo sangue, apenas foram erros de alfandega quando nossos tataravós chegaram aqui....(isso é só um toque)...mas entaum...sou bisneto de João Trentin, ainda vivo, lenda viva da familia, com seus mais de 90 anos, meu tataravô, pai do Seu João se chamava Angelo Trentin, morreu no ano de 1990, com a idade bem avançada, espero ter noticias, ou mesmo relatos dos antecedentes de Angelo...um abç bem apertado para tds os Trentinos aqui presentes...
Lucas Trentini, Almoxarife, 28 anos, de Porto Feliz

oi gostari de saber mais sobre minha familia na italia .proucuro parentes no brasil e na italia.
rariton batista spinato, comerciante, 42 anos, de sorocaba

bem eu tenho decendencia italiano, meu bizavô, e minha bizavo eram italianos,, eles vieram para o brasil nos primeiros navios, eu queria saber se tem alguem ai que pode me ajudar, o nome deles eram: joão fagione e tereza pavetta, aguardo respostas??
Carlos Faria dos Santos, auxiliar administrativo, 31 anos, de

Gostaria de algumas informações dos meus bisavós, Sebastiano Ladini e Catarina de Lane chegados ao Brasil em 1875, no Vapor La Sofia, desembarcando no porto de Vitória ES. Obrigado
Adão Benedito Ladini, operador de logistica, 2017 anos, de Atibaia

GOSTARIA DE CONHECER MAIS MEUS PARENTES AQUI NO BRASIL.ME LIGUEM OU MANDE UM E-MAIL. ESTOU ENTRANDO COM A DOCUMENTAÇÃO PARA TER A DUPLA CIDADANIA, TALVEZ POSSAMOS TROCAR UMAS IDÉIAS.
FERNANDO PONTON, AUDITOR, 44 anos, de RIBEIRAO PRETO

Caros amigos! Gostaria de saber se existe alguma maneira de conseguir informações sobre parentes que vieram de trento em 1904, pois não consigo achar o documento que comprova a chegada deles no brasil e também não consegui localizá-los em trento. Seu nomes são Giacinto Bortolotto , nascido no ano de 1882 em trento e seus pais Luige Bortolotto e Elena Thomazia . Não sei por onde procurar informações ,se na austria ou na italia , contos com a ajuda dos amigos para alguma dica que possa ajudar!
Juliano Bortolotti, Bancario, 40 anos, de Guarulhos

Há anos tento descobrir de qual comuni nasceu e veio meu bisavô Augusto Menegolo, pois os documentos que tenho dele é apenas a certidão de casamento aqui no Brasil, na qual diz apenas que ele é cidadão italiano. Se alguém tiver alguma informação referente à família com este sobrenome, peço a gentileza de me informar. Pois pretendo adquirir a cidadania italiana, saber a origem do nome e fazer a árvore genealógica.
Marcos Rogério Menegolo, Militar, 55 anos, de Curitiba

Meu avo por parte de mãe é Angelo Casagrande, tenho documentação para a cidadania, meu irmão está na Italia desde agosto e conseguiu a cidadania a + ou- 30 dias.
Andreia Regina Alessio, , 45 anos, de Encantado

OLA. PROCURO PESSOAS QUE SEJAM DA FAMILIA ZANETTI, POIS ESTAMOS TENTANDO ACHAR OS PARENTES PARA FAZERMOS A ARVORE GENEALOGICA DA NOSSA FAMILIA CASO SEJA ENTRE EM CONTATO PELO E-MAIL. E GOSTARIA SE POSSIVEL SABER ONDE SERA O PROXIMO ENCONTRO DA FAMILIA
ANA CRISTINA ZANETTE/I, estudante, 28 anos, de AURORA

Gostaria de saber a origem do nome Araújo, se souberem de alguma coisa me notifiquem por i-mail (fs-araujo1983@bol.com.br
Fabiano Araújo, Administrador, 33 anos, de Guarujá

Oi Sylvio S.V. Barreto, gostaria de ter noticias tua e da tua familia.Sua prima Arlene.
arlene vitti, , 2017 anos, de campos do jordao

Estou fazendo genealogia da familia de minha mãe. E aquelle que estiver interessado; possuo familia; Zanettel,Turra,Kinspengher,Tauffer,Cemin,Guaitarel desde 1598.Entre em conctato.Karlos Email- karlheinz@terra.com.br
Karlos H.Oesterwind, Sup.Técnico Eletronico, 62 anos, de Diadema

Zeni, olá sou filha de Lino Zeni, neta de Raimundo Zeni, gostaria de obter informações e me corresponder com parentes vindos da região de Tonadico - Trento na Itália. 02/01/2007
Margarida Zeni de Araujo, Assistente Cadastro, 45 anos, de Cafelândia

Meu bisavô Sr. José Pacifico Trentin (Ialiano) veio para o Basil mais ou menos em 1880, desembarcou no RS, morou em Caxias do sul/RS, estou procurando informações para conseguir cidadania Italiana.
HEITOR TRENTIN, empresário, 54 anos, de Cuiabá

Ola pessoal Recentemente, enviei um questionamento, porém não foi inserido neste quadro por isso volto a repetir: Gostaria de saber se algum processo de descendente Trentino foi julgado em Roma e qual o parecer daquela comissão – positivo ou negativo Em caso negativo, qual foi à razão para isto. Acho este questionamento muito importante, pois poderíamos comparar o caso indeferido e cientificar futuros pretendentes, em montar o processo requerendo o reconhecimento da cidadania cujo caso fosse semelhante que casos idênticos foram indeferidos. Neste caso o requerente não poderia posteriormente afirmar que não foi devidamente esclarecido pelo Circolo Trentino e que poderia ter economizado a quantia referente a montagem do processo. Abraços Januário Mafessolli São João Batista SC Brasil
Januário Mafessolli, Funcionário Público, 58 anos, de São João Batista

gostaria se saber informações sobre a familia casagrande, pra poder tirar a cidadania italiana
camila, financeiro, 32 anos, de Andradina

Aqueles que se interessarem! Estou fazendo genealogia do lado materno, e estou quase finalizando por volta do ano de 1598. Na cidade Siror-Tomadico-Fiera com as seguintes nomes:Zanettel-Pelzer-Kinspengher-Tauffer-Cemin-Turra-Guaitarel-Zanona-Fontana-Pachagnello. Aqueles que tiverem interese entrar em contacto pelo Email.
Karlos H.Oesterwind, Sup.Técnico Eletronico, 62 anos, de Diadema

Quero apenas desejar um feliz natal e um maravilhoso ano novo a todos os Trentini
Rosa Maria Trentini, empresária, 60 anos, de Curitiba

Por favor gostaria de saber se existe o brasâo da familia zeni,se existe me mandem uma resposta obrigao.
Marcelo Zeni, conferente de cargas, 38 anos, de Lageado

Sou Daniel Tomasi , resido em Campinas- SP , tenho 35 anos ; busco a origem da minha família , bem como o destino do meu bisavô - Francesco Tomasi . Sei que ele veio da Itália e chegou no Brasil no ano de 1884 . Os relatos que temos dele , informam que ele veio solteiro e já com seus trinta e poucos anos . Já no Brasil , casou-se com Ambrosina Fontana e tiveram alguns filhos , sendo o mais novo o meu avô - Atílio Tomasi , nascido em Blumenau . Depois disso a história se complica um pouco , pois o bisavô sumiu e nunca mais retornou ; não sabemos onde morreu e se teve outra família . Os relatos dos meus tios ( netos do Francesco Tomasi ) são de que Franceso Tomasi veio de Trento , Rovereto ou Tirol ; tenho muita curiosidade e talvez de alguma forma vocês possam me ajudar com qualquer informação . O meu fone é (19) 2122-8795 e talvez seja mais fácil e econômico utilizar o email . Não conseguimos identificar nos cartórios de Blumenau a certidão de nascimento de Atílio Tomasi ; a explicação talvez seja a de que o mesmo não tenha sido registrado em cartório e apenas feita o batizado em alguma igreja católica de Blumenau , uma vez que a família era católica e adotava esta prática ao nascimento dos filhos . Se puder me ajudar com alguma informação , serei muito grato a vc
daniel tomasi, engenheiro químico, 45 anos, de campinas

sou descendente da familia de Valentin Scoz, e estou providenciando os docs p/ a cidadania italiana. Quero saber se ainda é possível.
Sandra Scóz Duarte, Pedagoga, 65 anos, de Lages

Como descendente Trentino - It., quero dizer a todos que é muito profundo o sentimento de quem vai a Itália conhecer as belezas que aquele País pode oferecer. Quando imaginamos que a mais de 100 anos nossos antepassados vieram sem saber o que aqui iriam encontrar, foram corajosos demais, mas a emoção que nos dá é muito gratificante, pois hoje as distãncias estão muito próximas, em menos de 15 horas podemos estar naquela abençoada terra, enquanto que naquela época eram meses de angústia e sofrimento para chegar até Paranaguá. Imaginemos a Ilha de Capri, próximo a Nápolis, onde na gruta azul podemos observar coisas maravilhosas que a natureza nos deu. Em Pompéia nos dá arrepio em saber que foi totalmente destruída pelo Vezuvio, mas é muito bom conhecer, assim chegamos a conclusão que temos uma bela vida e certamente daremos mais valor a nossa condição de vida. Roma, seria muito pouco o que realmente eu poderia dizer dela, simplesmente é uma "GRANDE CIDADE" onde está o mais importante País do mundo, que sem ele o "VATICANO" não teriamos o equilíbrio e a paz mundial. Já o norte de onde vieram meus bisavós "Antonio Bernardin e Giacomo de Paoli", uma região muito exotica onde encontram-se belas e ricas paisagens, apesar de ser fria e montanhosa, há nela muita coriosidade por todos nós, todos queremos saber como era a vida e onde nossos antepassados viveram. Parabens a todas as pessoas que de qualquer forma possuem interesse pela cultura das próprias famílias e aos organizadores dos eventos culturais a nossa agratidão. Antonio Eloy Bernardin
Antonio Eloy Bernardin, advogado, 56 anos, de curitiba

CASAGRANDE Procuro informaçoes sobre a familia casagrande... mais epsecificamente Domingos e Maria Casagrande. Abraços Marcia
Marcia, professora, 47 anos, de sassuolo

Kero saber + sobre s Trentini e parabenizar por essa federacao ke leva a nossa historia por todo o Brasil
suzamar trentini, aux. de enfemagem, 36 anos, de cambira

Parabéns pelo trabalho que vocês estão fazendo. abraços odete bertol foz do iguaçu paraná
odete ignes bertol, autonoma, 57 anos, de foz do iguaçu

Olá, sou bisneta de Antonio Simion (1877-1954) e Orzula Simion(1879- 1950) que imigraram para Fão/RS. Eles são de Tonadico, Trentino. Gostaria de manter contato com alguém que conhecesse a familia.
Cibeli Colombelli Costa, , 42 anos, de

Sou bisneta de cristofollo Dalpiaz vindo de Terres/trento imigrando para Ascurra/Santa Catarina, se alguém for do mesmo sobrenome entre em contato, para que possamos trocar informações
LÊDA DALPIAZ, pedagoga, -51 anos, de CURITIBA

Barcelona, 30 de octubro de 2006 Bom dia! Meu nome é Luis Fernando Mantelli. O motivo de minha demanda é para informaçao sobre PREVISAO DE DATA da minha solicitude de cidadania assinado no Brasil, no dia 29 de abril 2004 com numero do protocolo 4237, dante causa Fidele Giongo. Muito obrigado pela atençao ,ja que, para mim, é muito importante este tema para proseguir minha carreira profissional de arquitetura aqui no exterior.
Luis Fernando Mantelli, Arquiteto, 38 anos, de Barcelona

Sou bisneto de Josefa Gaia ,existe esse sobrenome na lista de imigrantes para SC,obrigado
Lamberto borba, médico, 47 anos, de Blumenau

Quero saber algo sobre meu bisavô,Gabriele Debortoli que veio ao Brasil e Telve di Sopra,Trento. Obrigado.
Jorge Dimas Debortoli, , 73 anos, de Joinville

Olá, gostaria de parabenizá-los pela iniciativa em montar este site. Achei bárbara a iniciativa. Bjus , a todos
Helena Maria Kolet Trentin Hamerski, Empresária, 49 anos, de Porto Alegre

Sou bisneta de Pietro Bonat e Maria Maddalena Colodel. Estou pesquisando a história das duas famílias e gostaria de entrar em contato com outras pessoas para obter mais informações.
Yara do Rocio Bonat Trevisan, professora, 60 anos, de Curitiba

Sou bisneta de Pietro Bonat e Maria Maddalena Colodel. Estou pesquisando a história das duas famílias e gostaria de entrar em contato com outras pessoas para obter mais informações.
Yara do Rocio Bonat Trevisan, professora, 60 anos, de Curitiba

Somos também PASSAMANI Olá Tina e Elisabete: Encontri a mensagem de vocês no Mural de Mensagens da Federação dos Circolos Trentinos do Brasil e deixei um recado lá. Pensando que vocês podem não ter visto, estou mandando este, esperando não incomodar. Tenho ascendentes da família Passamani, proveniente de Levico Terme. O meu tretravô, Pietro Passamani, chegou ao Espírito Santo em 1875. Fez aquele percurso Trento - Havre - Brasil. Era filho de Giacmo Passamai e Teresa Lorenzin. Casou-se duas vezes: 1) em 12.03.1853 com Anna Slompo, com quem teve dois filhos: Margherita (nascida em 22.08.1854) e Carlo Pietro (nascido em 17.04.1857); ficou viúvo em 25.08.1857. 2) em 16.02.1858 com Marta Moschen, com quem teve cinco filhos: Antonio Domenico, Rebecca Domenica, Leopoldo Francesco, Romano e Giustino Costante. Somente os cinco últimos vieram com ele. Chamou-se a atenção o nome da tataravó da Elisabete: Margarita. Poderia ser a mesma pessoa? Todas as minha buscas para localizar alguma pista dos dois primeiros filhos, até agora, foram infrutíferas. Agradeço a atenção de vocês. Izanete Bernardi Izanete Endereço(s) de email(s): izanete@hotmail.com
ana cristina, administradora, 56 anos, de vila velha

Meu bisavô é natural de Hart, Província de Voralberg - Itália mas não consigo ter nenhuma informação desta comune. Acredito que na época em que ele nasceu (1904) esta cidade pertencia a Áustria. Se alguém puder me ajudar, ficarei muito agradecida.
Jaqueline Montelli da Silva, aux. adm., 29 anos, de Sao Jose do Rio Preto

quero mandar um abraço a todos os meus parentes espalhados por este estado.vamos aparecer pessoal
jorge dimas debortoli, professor aposentado, 73 anos, de joinville

Muito interessante o site, onde tambem justificaram a demora em dar atendimento aos processos, face número muito grande dos mesmos. Se aceitassem voluntários e estivesse morando em Curitiba, eu estaria pronta em colaborar. Zila
Donzila Trisotto Vicenzi, Aposentada, 63 anos, de Apucarana-Paraná

Procuro comune de nascimento de BENIAMINO PAISAN, que também poderia ser PAIZAN, PAISSAN, PAESANI. Era trentino, inclusive entrou no Brasil como AUSTRIACO. Veio com a mulher AMABILE PRUNER, e os irmãos dessa, ANGELO e ANNIBALE. elypaizan@hotmail.com
Ely Cezar Paizan, , 2017 anos, de Brasília

Aos interessados em tirar a dupla cidadania entrem nos sites dos Consulados Italianos no Brasil, facilmente encontrados nos serviços de busca dos provedores existentes no Brasil e vejam no link "dupla cidadania" todas as documentações necessárias. Para encontrarem documentos de estrangeiros no Brasil, entrem em no site do Arquivo Nacional www.arquivonacional.gov.br ou pelo tel. (21)3806-6135, fax (21) 3852-6783 ou ainda, pessoalmente, no endereço: Praça da República, 173 - Centro - Rio de Janeiro, RJ CEP 20211-350. O Arquivo Nacional fornece cópias de documentos certificados como originais (Certidão de Desembarque, Documentos de Estrangeiros, Cópias de doc, em microfilmes, em CD e etc.), desde que os interessados saibam o nome completo, data de nascimento e cidade italiana de origem dos antecessores. A pesquisa, sendo feita pessoalmente, torna-se mais rápida. Boa Sorte a todos.
Josemar Pecoraro, Militar, 53 anos, de Petrópolis

olá pessoal! gostaria que este site também divulgasse as atividades dos Circolos e colônias trentinas do Estado de SP. Há 2 semanas ocorreu a famosa Festa da Polenta de Piracicaba, que reuniu 10.000 pessoas e não vi nada neste site informando. Felicidades!
Francisca Vigolo, professora, 2017 anos, de Piracicaba

Olá meu nome é João Pedro Bonifácio, e de acordo com meu avô nosso sobrenome foi aportuguesado e é oriundo de Bonifazzi. Ao pesquisar sobre o sobrenome cheguei até este site, eu não sei como procurar minhas raízes e gostaria de algumas dicas, se alguém puder me ajudar e agradeço desde já.
Joao Pedro Bonifacio, Estudante, 33 anos, de Extrema

Para Elisabete Pinto e Tina Angelini: Sou tetraneta de Pietro Passamani, filho de Giacomo Passamani e Teresa Lorenzin, nascido em Levico Terme aos 20.07.1825, que emigrou para o Espírito Sano em 1875, juntamente com a mulher Marta Moschen e os filhos Antonio Domenico, Rebecca Domenica, Lepoldo Francesco, Romano e Giustino Costante. Ocorre que o Pietro era viuvo de Anna Slompo, com quem teve os filhos Margherita e Carlo Pietro. Estes últimos não vieram com eles e jamais consegui obter qualquer notícia deles. Chamou-me a atenção o nome Margarita e o Comune de origem.
Izanete Bernardi, funcionária pública municipal ap, 70 anos, de Vitória

Para Elisabete Pinto: Meus bisas tbém vieram de Levico Terme e minha tataravó se chamava Margarita Passamani.
Tina Angelini, Professora, 57 anos, de Salto

busco informações de meu antepassado de nome Giuseppe Lorenzi,filho de Pietro lorenzi e Valentina Zeni,nascido em 1849 que veio para o Brasil com sua esposa Angela Campagnolo filha de Pietro Campagnolo e Teresa Grigolleto. Ficaram morando em Caxias do Sul desde a chegada em 03-01-1877. Se puderem me dar a informação de que comune vieram ficarei muito grata.
Neusa Regina de Souza Menezes, decoradora, 68 anos, de Porto Alegre

Oi Pessoal, estou fazendo minha arvore genealogica, se alguem puder me ajudar com informaçoes de minha familia, Meu tataravo Gregorio Trentin, casou com Theodra ou Theodora Lorde, tiveram Victorio Trentin, que casou com America Belentane, filha de Alexandre Belent... e ...Lorde, Victorio era irmão de Luis Trentin, que casou com Italia Trentin. Victorio era pai de Gregorio Trentin, q casou com Maria das Dores Trentin, filha de Silvestre Alves de Carvalho e Rita Candida de Jesus, M.das Dores eh minha avo, mae de M. Cirlei Trentino Machado, irmã de Odete Trentino Leite e Santino Trentino
ulisses mendes machado junior, Técnico em Informática, 38 anos, de curitiba

Procuro saber informações para montar minha árvore genealógica. Meu tetravo, Pietro Piva casado com Catarina Plotegher, vieram com seus filho para Nova Trento em 1875. Se alguém tiver alguma informação, por favor. Um abraço
gilberto piva, Func Publ, 51 anos, de Canelinha

Meu bisavô era de Levico Terme (TN), emigrou para o RS, entretanto não localizei o sobrenome dele ,Passamani ,na lista de emigrantes trentinos. Gostaria de me comunicar com alguém do mesmo lugar, parlo italiano. Parabéns pelo site!
Elisabete, aposentada, 65 anos, de Rio de Janeiro

Excelente o Web site, muito bem estruturado.
Joabes Carlos, Administrador Linux, 35 anos, de Curitiba

olá gostaria de receber informacoes de como conseguir minha cidadania italiana sou neto de italiano e tenho os documentos nescessarios para iniciar o processo. como inicio ? raimundo zanqueto.
raimundo zanqueta, comerciante, -36 anos, de bal.camboriu

Olá, gostaria de saber se voces irão se reuniar em algum local para assistir o final da copa???
Glauciani Trentino, Assist Adm, 40 anos, de Curitiba

Excelente iniciativa. Parabenizo a todos pelo trabalho que está sendo feito. Abbracci a tutti.
angela maria peretti, , 2017 anos, de garibaldi

Meus (nonos) fixaram residência em Nova Trento-SC, parece-me que Luis Franzoi veio da Italia, na verdade tenho que levantar a árvore genealólogia a qual pertenço, no entanto está um pouco difícil porque resido em Brasília-DF; de qualquer forma coloco-me a disposição, um forte abraço, Geraldino
Minha filha se chama Viviane Franzoi, Militar, 60 anos, de BRASILIA

Olá amigos, vi um site muito interessante de cultura trentina, de um grupo folclórico de São Paulo, chamado Tirolo. Lá tem links legais e eu achei interessante este, que talvez os senhores pudessem olhar: http://www.musikland-tirol.at/html/musikatlas/fr_start_atlas.html abraços! parabéns!
José Pergher, professor, 47 anos, de Taió

oi para todos estive lendo os email de pessoas que estão em busca de sua arvore genealogica uma dica muitos tirolesesou outros estados italianos que vieram para santa catarina em primeiro se instalaram em santa catarina e se disiparam em santa catarina aos que procuram certidoes comecem pela base de santa catarina onde muitos registros desde 1850 de nossos antecesdentes poderam estar o endereço ( arquivo historico eclesiástico de santa catarina rua:esteves junior ,447 florianopolis -santa catarina fone 01447-32244799
maico sartorelli marchi, autonomo, 32 anos, de itajai

Prezados amigos, quero parabenizar pelo site que, aos poucos, vai se mostrando muito completo. Gostaria de pedir a inclusão de um link do site de meu grupo folclórico tirolês-trentino, para que aqueles que se interessam por este assunto possam encontrar informações sobre as tradicionais danças trentinas no Brasil. www.grupotirol.com Salut trentin!
GRUPO FOLCLÓRICO TIROL, www.grupotirol.com, 2017 anos, de São Paulo

eu já tenho cidadania italiana quero saber se meu marido tem direito a dupla cidadania ou tem que abdicar da brasileira somos casados desde 1988.eu fiz pelo meu pai que é de tonadico trento
elisa zeni de faria, do lar, 2017 anos, de faxinal

estou procurando informaçoes para um primo marcos antonio franzoi filho de paulo franzoi neto de rodolfo franzoi bisneto antonio franzoi e de elisabeta franzoi chegaram ao brasil em 1888. Ele não sabe de onde vieram nem pra onde foram quando chegaram ao brasil
elisa zeni de faria, do lar, 2017 anos, de faxinal

Caros colegas, Vocês poderiam acrescentar o meu e-mail no meu recado? girardi@fisica.ufsc.br Abraços, Mauricio Girardi.
Mauricio Girardi, Professor, 40 anos, de Florianópolis

Estou buscado documentaçao para tirar a dupla cidadania; meu trisavô veio de cortei del cortesi e minha trisavó veio de trieste (pais da minha bisavó) e meu trisavô e trisavó por parte de meu bisavo vieram de trieste; possuo a chance de tirar a dupla cidadania? Como consigo as certidoes de nascimento deles em trieste? Obrigada
Lucilla Cusma Montero, médica veterinária, 34 anos, de RJ

Olá, gostaria de deixar um grande abraço a todas as pessoas que estão desenvolvendo este site, estão fazendo um ótimo trabalho! Parabéns!! Também estou procurando informações sobre minha familia ALVISI, se alguém tiver alguma informação me contate cristiano@dicave.com.br
Cristiano Alvisi, Gerente de Pós venda, 36 anos, de Rio do Sul

Caros colegas, Procuro pelos descendentes de Cesare Davidde Girardi que entraram com processo para cidadania italiana. Sou descendente de Gioacchino Girardi, irmão de Cesare, e gostaria informações para completar a árvore genealógica de nossa família.
Mauricio Girardi, Professor, 40 anos, de Florianópolis

Obrigado pela oportunidade. Há anos que procuro registros de meu ancestral ITALIANO - meu bisavô paterno: TREGANCIN/TREGANCINI, Domênico e sua esposa GRAZIANI, Santa e o filho Frederico, Imigraram para o Brasil, aqui chegando em 12/03/1877 - fixando residência na Colônia Caxias - Caxias do Sul RS.
FAUSTINO TRAGANCIN, Administrador, 62 anos, de Videira

Estou buscando os documentos para Cidadania Italiana, os unicos dados que tenho e nome do meu trisavo que se chamava Michele orlandi que era casado com Angela Vaccari, nao sei de que regiao ele veio da Italia. Se vcs poderei me ajudar em algo. desde ja agradeco. A. orlandi. e


Alcir Orlandi, Estudante, 46 anos, de Nova Trento

Bom Dia. Quero parabeniza-lo pelo grande trabalho que estão fazendo pelos TRENTINOS. Estou muito orgulho que alguem esta trabalhando pela gente Nota 1000 para vocês Cordialmente
Maurício José Ochner, Funcionário Público, 52 anos, de Rodeio

Olá a todos! Este é o site do meu grupo de danças folclóricas tirolesas www.grupotirol.com abraços
GRUPO FOLCLÓRICO TIROL, www.grupotirol.com, 2017 anos, de São Paulo

EXCELENTE! Gostei muito de ver o novo site, mesmo em fase de implantação acho que será de muita impor- tância para os descendentes de trentinos. Parabéns!
João Luis Stephano, autônomo, 46 anos, de Londrina

 

ufficio stampa

Mural

Veja todos os recados
Olá a todos. Gostaria de saber mais sobre a famíl ...
OSMIR LUIZ SARDAGNA JUNIOR
Joinville - 08/02/2016
Olá, Bom dia! Sou Alberto Perini Neto de Lavras, g ...
ALBERTO PERINI NETO
Lavras - 03/09/2013
I ENCONTRO DA FAMILIA DELLAI DIA 06/10/2013 EM SI ...
FRANCISCO DELLAI
ARARAS - 03/09/2013
Procuro informacoes sobre a familia Comper agradeç ...
EDERSON COMPER
Lebon Regis - 01/09/2013
NOME DO MEU AVO ANTONIO DALPRAT AVO´EMILIA LOTTER ...
SONIA MARIA DALPRAT DE HELD
VINHEDO - 23/08/2013
Aqui em Alfredo Chaves (ES) existe uma grande famí ...
RUZERTE DE PAULA GAIGHER
- 17/08/2013
Ola! posso te ajudar ? sou da família Pizzini , qu ...
GIOVANNA PIZZINI ZONTA
Sorocaba - 10/08/2013
buonasera,sono il nipote diGIAMPIETRO CARRARO E WA ...
PAOLO FERRAMOSCA DOMENICONI
cittadella - 27/07/2013
Olá Nayara como vai? Espero que bem! Gostaria de c ...
MARI
SAO PAULO - 20/07/2013
Ola Nayara, eu tbém sou descendente de trentinos, ...
JOAO STEPHANO
Londrina - 14/07/2013
Amanda peliciolli cantora e instrumentista canta e ...
AMANDA PELICIOLLI
LUZERNA S/C - 07/07/2013
Olá Paulo, Sou descendente de Marchi por parte de ...
DANIELA CAMPESTRINI
Joinville - 24/06/2013
Andressa, as irmãs de meu avo Orsola Anesi casou c ...
DANIL JOÃO ANESI
Blumenau - 21/06/2013
Ola Sou descendente dos Girardi e Stolf. Tenho al ...
SANDRA GIRARDI
Blumenau - 08/06/2013
Veja todos os recados

Enquete

Para solucionar o problema das “filas da cidadania” diante dos consulados italianos no Brasil, o governo italiano lançou a “task force”. O que você acha disso ?
Resultado parcial

Publicidade



E-mail:
Senha
Comunità trentina del Brasile
Comunità dei circoli trentini del Brasile - http://www.trentini.com.br/