Brasil: 24/03/2017 9:15  Itália: 24/03/2017 14:15
Escolha o circulo trentino do seu Estado
Circolo Trentino

Notícias

União da comunidade ítalo-brasileira garantiria um deputado e um senador, diz Petruzziello



© Desiderio Peron - Insieme / Asib

CURITIBA – PR – Se a comunidade ítalo-brasileira se unisse em torno de candidatos seus, com a organização de uma chapa com candidatos do Brasil, isso garantiria a eleição de pelo menos um deputado e um senador. A opinião é do conselheiro do CGIE (Conselho Geral dos Italianos no Exterior), Walter Petruzziello, que é também suplente do senador Luigi Pallaro, da Argentina. Ele torce para que as eleições não ocorram imediatamente, pois se isso acontecesse, o Brasil correria o risco de ficar sem representação parlamentar.

 
Ele falou a Insieme sobre o tema, a propósito da queda do governo de Romano Prodi e a conseqüente convocação de novas eleições parlamentares em prazo ainda não determinado. Nas últimas eleições (e primeiras para os italianos no exterior), a comunidade italiana no Brasil elegeu o senador Edoardo Pollastri com uma diferença mínima sobre uma concorrente da Argentina, que já havia inclusive comemorado sua vitória. O Brasil é a segunda força eleitoral da América do Sul, que tem duas cadeiras de Senador e três de Deputado. A Venezuela, com muito menor número de eleitores, garantiu a eleição de Marisa Baffile, numa inteligente aliança com candidatos argentinos.
 
DESILUSÃO
 
Para Petruzziello, a queda do Governo Prodi antes mesmo de completar o segundo ano de mandato é uma desilusão muito grande. “Desilusão – disse ele - para quem vota ou votou nas forças que compunham o governo e desilusão mesmo para aqueles que, embora não votando no Governo Prodi, tinham esperanças de ver atendidas as justas reivindicações dos italianos no Exterior.”
 
“Não podemos entender – prossegue Petruzziello - como uma força politica que fica 5 anos na expectativa de governar um país e vence as eleições não consegue governar nem sequer por dois anos”.
 
Independe desta desilusão, o conselheiro do CGIE não acredita que a queda do governo Prodi “possa trazer benefícios   a comunidade italiana no exterior”. 
 
Ele explica que atualmente existem duas correntes  na Politica Italiana: uma que deseja eleições imediatas (no caso de Berlusconi) e outra que deseja a reforma eleitoral antes das eleições (Veltroni). “Se as eleições forem realizadas já (abril ou maio)  - raciocina Petruzzielo - não teremos tempo para prepararmos uma campanha que possa beneficiar a comunidade italiana no Brasil e, assim, corremos o risco de não termos representantes no Parlamento italiano.!
 
Petruzziello analisa ainda que uma eventual modificação da lei eleitoral “a toque de caixa” também pode prejudicar a comunidade italiana no exterior, “haja vista que existem correntes que querem modificar o voto no exterior eliminando o voto por correspondência”. Ora, “em nosso Brasil seria impossível (inclusive pelas distâncias) fazer as pessoas se deslocarem até os Consulados”, observa ele.
 
Para uma posição mais clara, é preciso, segundo Petruzzielo, “aguardar os próximos dias”. Para ele “o ideal seria um governo provisório que pudesse reformar a lei com tranqüilidade e deixar as eleições para outubro”.
 
Sobre a situação do Brasil, ele é enfático: “Sei que não teremos condição de organizar uma lista somente com candidatos do Brasil, mas, se isso acontecesse, poderíamos eleger um Deputado e um Senador. Acho, porém, que os interesses pessoais falará mais alto e que alguns candidatos aparecerão como salvadores da pátria, seja de um lado seja de outro. Vamos aguardar para ver. Me manifestarei assim que conhecer  as decisões tomadas pelo Chefe do Estado Italiano, o Presidente Giorgio Napolitano”, finaliza Walter Petruzziello.

Voltar ao índice de notícias

ufficio stampa

Mural

Veja todos os recados
Olá a todos. Gostaria de saber mais sobre a famíl ...
OSMIR LUIZ SARDAGNA JUNIOR
Joinville - 08/02/2016
Olá, Bom dia! Sou Alberto Perini Neto de Lavras, g ...
ALBERTO PERINI NETO
Lavras - 03/09/2013
I ENCONTRO DA FAMILIA DELLAI DIA 06/10/2013 EM SI ...
FRANCISCO DELLAI
ARARAS - 03/09/2013
Procuro informacoes sobre a familia Comper agradeç ...
EDERSON COMPER
Lebon Regis - 01/09/2013
NOME DO MEU AVO ANTONIO DALPRAT AVO´EMILIA LOTTER ...
SONIA MARIA DALPRAT DE HELD
VINHEDO - 23/08/2013
Aqui em Alfredo Chaves (ES) existe uma grande famí ...
RUZERTE DE PAULA GAIGHER
- 17/08/2013
Ola! posso te ajudar ? sou da família Pizzini , qu ...
GIOVANNA PIZZINI ZONTA
Sorocaba - 10/08/2013
buonasera,sono il nipote diGIAMPIETRO CARRARO E WA ...
PAOLO FERRAMOSCA DOMENICONI
cittadella - 27/07/2013
Olá Nayara como vai? Espero que bem! Gostaria de c ...
MARI
SAO PAULO - 20/07/2013
Ola Nayara, eu tbém sou descendente de trentinos, ...
JOAO STEPHANO
Londrina - 14/07/2013
Amanda peliciolli cantora e instrumentista canta e ...
AMANDA PELICIOLLI
LUZERNA S/C - 07/07/2013
Olá Paulo, Sou descendente de Marchi por parte de ...
DANIELA CAMPESTRINI
Joinville - 24/06/2013
Andressa, as irmãs de meu avo Orsola Anesi casou c ...
DANIL JOÃO ANESI
Blumenau - 21/06/2013
Ola Sou descendente dos Girardi e Stolf. Tenho al ...
SANDRA GIRARDI
Blumenau - 08/06/2013
Veja todos os recados

Enquete

Para solucionar o problema das “filas da cidadania” diante dos consulados italianos no Brasil, o governo italiano lançou a “task force”. O que você acha disso ?
Resultado parcial

Publicidade



E-mail:
Senha
Comunità trentina del Brasile
Comunità dei circoli trentini del Brasile - http://www.trentini.com.br/