Brasil: 24/03/2017 9:17  Itália: 24/03/2017 14:17
Escolha o circulo trentino do seu Estado
Circolo Trentino

Notícias

A música ítalo-trentina nos municípios de Nova Trento, Rio dos Cedros e Rodeio: algumas considerações sobre a história e a atualidade desta manifestação


Andrei ULLER é desdencente trentino (familias HULLER, de Roncegno-TN e BERTOLDI, de Pergine Valsugana-TN) e nasceu em Blumenau-SC, em 10 de fevereiro de 1983.

ULLER começou a freqüentar aulas de violão a partir dos 09 anos de idade e com aos 15 anos conquistou uma bolsa de estudos parcial ao ingressar na escola de música de Blumenau do Teatro Carlos Gomes, freqüentando aulas de violão com o prof. Renato Mor e aulas de Harmonia com o prof. Eusébio Kohler. Participou da XVIII oficina de música de Curitiba participando das aulas do violonista Mário da Silva e em 2001 foi integrante da camerata de violões da FURB permanecendo até 2002 quando ingressou como professor da escola de música de Blumenau do Teatro Carlos Gomes.

Em 2003 ingressou no curso de Licenciatura em Música da Universidade do Estado de Santa Catarina – UDESC e seu trabalho de conclusão de curso teve como título “A música ítalo-trentina nos municípios de Nova Trento, Rio dos Cedros e Rodeio: algumas considerações sobre a história e a atualidade desta manifestação”, trabalho que o possibilitou concluir a licenciatura em 2008.

A pesquisa de ULLER teve como objetivo relatar que a música ítalo-trentina tocada e cantada por grupos musicais nos municípios de Nova Trento, Rio dos Cedros e Rodeio é pautada pela memória sobre a vida os imigrantes trentinos antes da emigração da região do Trentino Alto Adige rumo ao Brasil no final do século XIX e, posterior a ela, pela própria situação do imigrante durante a diáspora e em terra estrangeira.

Outro objetivo foi indicar como esta manifestação musical pode sofrer modificações de acordo com as influências externas que a rodeiam. Tais modificações podem ser observadas nas diferenças entre as partituras musicais de algumas canções nas referências italianas e nas publicações brasileiras. Além do estudo das canções ítalo-trentinas, que em sua maior parte se manifestam nas principais festividades comemorativas da colonização italiana no Brasil, também foi dada ênfase da contextualização histórica relacionada aos temas tratados nas canções, tais como, guerras, imigração, paisagens geográficas, gastronomia, religião, entre outros. Como os grupos musicais são comumente chamados de folclóricos, ULLER apresentou ainda alguns conceitos sobre este termo e sobre a forma como a antropologia da arte e a etnomusicologia vem trabalhando com tais manifestações.

A metodologia utilizada no trabalho envolveu além de entrevistas com alguns participantes de grupos musicais que tocam a chamada música ítalo-trentina, pesquisa bibliográfica, principalmente no que se refere as informações históricas; análise de alguns documentos cedidos pelos informantes e análise de algumas músicas e partituras tocadas pelos grupos.

Após a graduação, ULLER foi bolsista pela CAPES de intercâmbio entre Brasil/Eua e recentemente retornou ao Brasil após ter concluído seus estudos na Marshall University (EUA). Paralelamente ao curso de bacharelado em violão ingressou no mestrado em música pela UDESC com foco de pesquisa na didática do violão.

O brilhante trabalho de graduação do musico está disponível para donwload (clique aqui).

Contatos com o músico: http://www.andreiuller.com/


Voltar ao índice de notícias

ufficio stampa

Mural

Veja todos os recados
Olá a todos. Gostaria de saber mais sobre a famíl ...
OSMIR LUIZ SARDAGNA JUNIOR
Joinville - 08/02/2016
Olá, Bom dia! Sou Alberto Perini Neto de Lavras, g ...
ALBERTO PERINI NETO
Lavras - 03/09/2013
I ENCONTRO DA FAMILIA DELLAI DIA 06/10/2013 EM SI ...
FRANCISCO DELLAI
ARARAS - 03/09/2013
Procuro informacoes sobre a familia Comper agradeç ...
EDERSON COMPER
Lebon Regis - 01/09/2013
NOME DO MEU AVO ANTONIO DALPRAT AVO´EMILIA LOTTER ...
SONIA MARIA DALPRAT DE HELD
VINHEDO - 23/08/2013
Aqui em Alfredo Chaves (ES) existe uma grande famí ...
RUZERTE DE PAULA GAIGHER
- 17/08/2013
Ola! posso te ajudar ? sou da família Pizzini , qu ...
GIOVANNA PIZZINI ZONTA
Sorocaba - 10/08/2013
buonasera,sono il nipote diGIAMPIETRO CARRARO E WA ...
PAOLO FERRAMOSCA DOMENICONI
cittadella - 27/07/2013
Olá Nayara como vai? Espero que bem! Gostaria de c ...
MARI
SAO PAULO - 20/07/2013
Ola Nayara, eu tbém sou descendente de trentinos, ...
JOAO STEPHANO
Londrina - 14/07/2013
Amanda peliciolli cantora e instrumentista canta e ...
AMANDA PELICIOLLI
LUZERNA S/C - 07/07/2013
Olá Paulo, Sou descendente de Marchi por parte de ...
DANIELA CAMPESTRINI
Joinville - 24/06/2013
Andressa, as irmãs de meu avo Orsola Anesi casou c ...
DANIL JOÃO ANESI
Blumenau - 21/06/2013
Ola Sou descendente dos Girardi e Stolf. Tenho al ...
SANDRA GIRARDI
Blumenau - 08/06/2013
Veja todos os recados

Enquete

Para solucionar o problema das “filas da cidadania” diante dos consulados italianos no Brasil, o governo italiano lançou a “task force”. O que você acha disso ?
Resultado parcial

Publicidade



E-mail:
Senha
Comunità trentina del Brasile
Comunità dei circoli trentini del Brasile - http://www.trentini.com.br/