Trajetória de queda no número de passageiros no transporte coletivo foi interrompida, segundo Urbs

 

A Urbs, empresa que gerencia o transporte coletivo de Curitiba, divulgou que o número de passageiros parou de cair, o que interrompeu uma trajetória de redução de usuários de seis anos. Conforme a empresa, pela primeira vez, o número de passageiros que pagou para se locomover de ônibus na capital corresponde ao que foi projetado pela Urbs.

A Urbs informou que, de março, quando começa o período tarifário, a julho deste ano, foram registrados 76 milhões e 600 mil passageiros pagantes, quase o mesmo que o projetado pela Urbs, de 76 milhões e 800 mil usuários pagantes.

No entendimento da Urbs, o número poderia ter sido maior caso não ocorresse a greve dos caminhoneiros, entre maio e junho, que paralisou alguns serviços, diminuindo os deslocamentos por ônibus.


Para calcular os custos do sistema e planejar a operação do transporte, a Urbs projeta para o ano seguinte o número de passageiros pagantes transportado no ano anterior. Para 2018, por…

Continue lendo na fonte original

Deixe um comentário